Home » ESPORTE » Daniel é o único atleta da PB a ser convocado para integrar à Seleção Brasileira Escolar que disputará prova no Paraguai

Daniel é o único atleta da PB a ser convocado para integrar à Seleção Brasileira Escolar que disputará prova no Paraguai

Com uma rotina de treinos pesada, sem perder o foco nos estudos do 9º ano, no colégio GEO Tambaú e nas aulas de inglês, o atleta paraibano Daniel Azevedo Macena Gomes, tem batido seus próprios recordes de tempo e melhorado a cada prova disputada e não saiu de nenhum campeonato, este ano, sem trazer medalhas para casa. E no Campeonato Internacional Infantil e Juvenil de Natação – Troféu Chico Piscina 2019- disputado nos últimos dias 10, 11 e 12 de outubro, em Mococa, no interior de São Paulo, não foi diferente. Daniel trouxe a medalha de Prata, nos 100 Costas, com o tempo de 1.01.41, um resultado excelente para um garoto de apenas 14 anos, no torneio mais tradicional da Natação de base do Brasil, que reuniu 316 atletas, de 16 federações estaduais, e mais três seleções nacionais de países vizinhos. E foi durante a competição que Daniel ficou sabendo que seria o único atleta da Paraíba a integrar a equipe da Seleção Brasileira Escolar de 12-14 anos, que disputará prova no Paraguai, em dezembro.

“Essa competição teve um nível bastante elevado, por ser realizada no segundo semestre, o que possibilita que os atletas estejam com um preparo de treino melhor, e mesmo não conseguindo trazer o Ouro, a medalha de Prata já simboliza uma melhoria de marca significativa, em relação ao meu tempo anterior. Além disso, consegui ir para a final nos 200 Medley, não melhorei meu tempo, mas fiquei em quarto lugar e nos 50 Livre, mantive o mesmo tempo e para os próximos campeonatos, eu pretendo focar ainda mais para tentar trazer medalhas de ouro para meu estado, meu clube, minha cidade e minha família”, disse Daniel.

No campeonato paulista, Daniel disputou as provas de 50 Livre, com o tempo de 26,73, seu melhor tempo na prova até hoje, a de 200 Medley, alcançando a marca de 2,18.83 e ainda os 100 Costas, modalidade que ele conquistou a medalha de Prata. Há alguns anos não se via na natação paraibana grandes apostas. O esporte ocupava um lugar discreto em competições nacionais, tendo em vista a falta de tradição em nossas piscinas. Até Surgir Daniel. Com ele, um novo caminho se abre e a Paraíba volta ao centro das atenções com atletas que só esperavam uma chance para entrar nos circuitos das competições de grande porte, sejam elas nacionais ou internacionais.

A convocação para integrar a equipe da Seleção Brasileira Escolar de 12-14 anos, que disputará prova no Paraguai, em dezembro, é um estímulo a mais para o atleta que já pretendia reforçar os treinos e agora está ainda mais focado. “Vou intensificar meus treinos com foco nas provas que disputarei. Quero fazer jus a convocação e representar a seleção à altura do que ela merece, até porque dependendo das minhas colocações essa é uma nova porta que se abre na minha carreira de atleta da Natação, algo que faço com muito prazer, porque amo nadar”, afirma Daniel.

            Fatalidade durante a prova

 A auditora de contas públicas do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba  –TCE, Ana Lúcia da Silva Santos Pereira, de 50 anos, era mãe de Ana Beatriz, atleta da seleção de Natação da Paraíba, que a exemplo de Daniel e outros atletas, participava do Campeonato Brasileiro Infanto-Juvenil de Natação – Troféu Chico Piscina, no interior de São Paulo. Ela acompanhava a filha na competição quando sentiu-se mal, no sábado, vindo a falecer horas depois em um hospital local, em função de um infarto. O episódio mexeu com todos os integrantes da Seleção Paraibana de Natação, que ficaram consternados com a situação. O TCE emitiu nota neste domingo lamentando o fato e divulgando os locais do velório e sepultamento da servidora.

About admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

x

Check Also

Fórmula 1 revela planos para se tornar zero carbono até 2030

A Fórmula 1 anunciou nesta terça-feira um plano ambicioso de sustentabilidade para se tornar “zero ...