Home » AGRICULTURA E PECUÁRIA » Diretoria da Asplan se reúne com superintendente do INCRA para debater formas de incrementar cultura canavieira de pequenos produtores da PB

Diretoria da Asplan se reúne com superintendente do INCRA para debater formas de incrementar cultura canavieira de pequenos produtores da PB

Com 1.369 produtores de cana-de-açúcar em plena atividade, a Associação de Plantadores de Cana da Paraíba (Asplan) representa a cultura mais expressiva do estado, já que é a maior geradora de empregos no campo e renda na região. Desse total de produtores, boa parte deles, ou seja, 1.264 são classificados como micro ou pequenos fornecedores. E eles integram o universo mais vulnerável da cadeia produtiva e que precisa de políticas públicas e incentivos para ampliar sua produtividade. E foi buscando justamente essa melhoria, que a diretoria da Associação se reuniu nesta segunda-feira (11), com o superintendente do INCRA na Paraíba, Kleyber Oliveira da Nóbrega.

“Estamos pleiteando parcerias com os órgãos públicos, linhas de crédito para esse segmento, ações e políticas que possam ajudar esses pequenos produtores a terem uma melhor produtividade e ganho”, afirma o presidente da Asplan, José Inácio de Morais, lembrando que esse universo de produtores que podem ser contemplados com ações do INCRA representam uma expressiva parcela de fornecedores de cana na Paraíba. A estratificação por produtores associados a Asplan está assim distribuída: micro: 993 (72,53%), pequenos: 271 (19,80%), médios: 51 (3,73%) e grandes: 54 (3,07%).

Dados da Asplan mostram que os micro e pequenos produtores têm suas lavouras, sobretudo, em Sapé, Cruz do Espírito Santo, Rio Tinto, Marcação, Pedras de Fogo e Baía da Traição, justamente, onde se encontram grande parte dos assentamentos e aldeias indígenas da Zona da Mata e Agreste paraibano. Esse universo de micro e pequenos produtores, que representa 92,33% do total de fornecedores de cana no estado, foi responsável pela produção de 820 toneladas na safra passada. “Esse é um dado expressivo, que ilustra bem a importância de se desenvolver ações que contemplem esse universo de pequenos produtores”, reitera José Inácio, que agora espera respostas do INCRA às suas solicitações.

Do volume total de produção de cana na safra passada na Paraíba, terceiro maior produtor do Nordeste, somando a cana de associados a Asplan e de indústrias, se chegou a um volume de 5.675.107,870 toneladas, destes, 3.109.896 toneladas foram oriundas de fornecedores ligados à Asplan. A estimativa para a safra 2019/20, que começou em julho e deve terminar em fevereiro, é de 6,5 milhões no total.

About admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

x

Check Also

Datagro: produção de milho segunda safra deve bater novo recorde

Segundo a consultoria, a área plantada avançará 3%, dando condições para o país colher 71 ...