Home » SAÚDE » Escovar os dentes protege também o coração
Qual é a melhor forma de escovar os dentes? Nem os especialistas se entendem.

Escovar os dentes protege também o coração

Da boca ao coração

Escovar os dentes com frequência está associado a menores riscos de fibrilação atrial e insuficiência cardíaca

Pesquisas anteriores já haviam sugerido que a falta de higiene bucal aumenta a circulação de bactérias no sangue, causando inflamação no organismo.

Como a inflamação no organismo aumenta os riscos de fibrilação atrial (batimento cardíaco irregular) e insuficiência cardíaca (a capacidade do coração de bombear sangue ou relaxar e encher de sangue é prejudicada), Yoonkyung Chang e seus colegas da Universidade Ewha Womans (Coreia do Sul) queriam examinar se haveria uma conexão direta entre a higiene bucal e a ocorrência dessas duas condições.

O estudo de coorte retrospectivo envolveu 161.286 participantes do Sistema Nacional de Seguro de Saúde da Coreia do Sul, com idades entre 40 e 79 anos, sem histórico de fibrilação atrial ou insuficiência cardíaca.

Os participantes foram submetidos a um exame médico de rotina entre 2003 e 2004, quando foram coletadas informações sobre altura, peso, exames laboratoriais, doenças, estilo de vida, saúde bucal e comportamentos de higiene bucal.

Durante um seguimento médio de 10,5 anos, 4.911 (3,0%) participantes desenvolveram fibrilação atrial e 7.971 (4,9%) desenvolveram insuficiência cardíaca.

Escovar os dentes três ou mais vezes ao dia foi associado a um risco 10% menor de fibrilação atrial e a um risco 12% menor de insuficiência cardíaca durante esses 10,5 anos de acompanhamento. Os resultados foram independentes de vários fatores, incluindo idade, sexo, status socioeconômico, exercício físico regular, consumo de álcool, índice de massa corporal e comorbidades, como hipertensão.

Embora o estudo não tenha investigado os mecanismos envolvidos, uma possibilidade é que a escovação frequente reduza as bactérias no biofilme subgengival (bactérias que vivem nas bolsas entre os dentes e as gengivas), impedindo assim a translocação para a corrente sanguínea, sugerem os pesquisadores.

About admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

x

Check Also

Partos na água são seguros para a mãe e para o bebê

Nascimento na água Os partos na água não são mais arriscados do que os tradicionalmente ...