Home » EDUCAÇÃO » Ninguém deixou de entrar na faculdade por falhas no Enem”, diz Weintraub no Senado
O ministro Abraham Weintrau fala aos parlamentares na Comissão de Educação, Cultura e Esporte

Ninguém deixou de entrar na faculdade por falhas no Enem”, diz Weintraub no Senado

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse, nesta terça-feira (11), que “ninguém deixou de entrar na faculdade por erros do Enem” e repetiu que a pasta estava sofrendo com uma “chuva de fake news”.

“Sempre existiu algum problema [nas edições do Enem]. Dessa vez, não houve problema que tenha prejudicado o resultado de ninguém, não houve fraude, furto de prova, vazamento de questão, esquema com gráfica”, afirmou em audiência pública (veja abaixo) na Comissão de Educação, Cultura e Esporte onde esteve para prestar esclarecimentos sobre falhas na correção do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019.

“Eu não prometi que seria, mas foi o melhor Enem de todos os tempos, e não estou falando que não teve erro nenhum”.

Em janeiro, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep) apontou que a gráfica Valid Soluções S.A. cometeu erros ao corrigir as provas da última edição do Enem. O problema foi atribuído a falhas na impressora, que, na hora da impressão, “engasgou”, gerando um deslocamento entre o livro de provas e os gabaritos e adulterando os resultados.

Mais de 5 mil pessoas tiveram suas provas afetadas, em um universo de cerca de 4 milhões de candidatos, até que o MEC fizesse a correção, antes da abertura do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

Após o episódio, a pasta abriu um processo administrativo contra a Valid, que trabalhou pela primeira vez com o teste no último ano. “Agora, a justiça vai atrás da gráfica. Inclusive, essas pessoas que foram lesadas, se tiverem interesse, podem ir atrás de reparação por danos morais”, disse.

Aos parlamentares, Weintraub também justificou o “silêncio” sobre o ocorrido. “É importante dizer porque eu me calei. Eu respeito a justiça e ela estava julgando. Diante disso, eu preferi me calar para a justiça ter total tranquilidade. Em respeito à justiça, eu fiquei quieto”, disse.

Críticas

Mais cedo, Weintraub havia tuitado que iria ao Senado para “esclarecer inúmeras mentiras”. “Nesta terça, 11/02, às 11h, estarei à disposição no Senado para esclarecer as inúmeras

mentiras que foram propagadas sobre o ENEM 2019 e mostrar o trabalho que estamos realizando frente ao Ministério da Educação. Será uma grande oportunidade”, escreveu.

Durante a audiência, o ministro ainda comentou sobre propostas da pasta, como a nova Política Nacional de Alfabetização (PNA), o Future-se e o Programa Nacional das Escolas Cívico-militares (Pecim).

 

 

 

 

Fonte: Gazeta do Povo

About admin

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

x

Check Also

Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas abre inscrições nesta segunda, 10

Escolas devem inscrever estudantes até 20 de março As inscrições para a 16ª Olimpíada Brasileira ...