Rede Intelicidades: nove propostas de aplicativos são apresentadas durante evento na UFPB

Encontro foi realizado em parceria entre a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), por meio da sua Escola do Legislativo, e a Universidade Federal da Paraíba

Vereador Lucas de Brito

Nove propostas de aplicativos desenvolvidos por estudantes e professores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) foram apresentadas na tarde desta quarta-feira (28) durante evento do projeto ‘Rede Intelicidades – sua ideia construindo uma João Pessoa mais inteligente’, realizado em parceria entre a Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP), por meio da sua Escola do Legislativo, e a UFPB.

As propostas dos aplicativos, segundo o presidente da Escola do Legislativo, Paulo Eduardo de Sá Barreto, agora serão analisadas e posteriormente deverão ser encaminhadas pelos vereadores da Casa Napoleão Laureano aos secretários da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) para possível aplicabilidade dentro da gestão municipal. “A função da Câmara nesta parceria é servir de canal de encaminhamento dessas ideias, dessas pesquisas, ao poder público que poderá vir a adotar e fomentar esses aplicativos. Ou seja, os vereadores vão dar visibilidade às propostas, levando ao conhecimento do Poder Executivo”, explica Paulo Barreto.

O encontro desta tarde, realizado no Auditório do Centro de Tecnologias da UFPB, também teve o objetivo de estabelecer uma agenda de eventos para 2018 para a Rede Intelicidades. “A Rede é uma ação que visa a propor soluções inteligentes para os problemas da capital paraibana por meio de ferramentas tecnológicas”, completa Paulo Barreto.

A mesa do evento foi composta pelo vice-diretor do Centro de Energias Alternativas e Renováveis da UFPB, professor Euler Cássio Tavares de Macedo; por Vinnie de Oliveira, professor universitário e empreendedor; e pelo 1º-vice-presidente da CMJP, vereador Lucas de Brito (PSL). A ação também contou com a participação do vereador Thiago Lucena (PMN).

“A Câmara de João Pessoa tem que estar aberta para a interação com a academia e a iniciativa privada, visando a implementação de tecnologias em favor da vida das pessoas, dos habitantes desta cidade”, explica Lucas de Brito, ressaltando: “Estamos vivendo um momento de um novo modelo de economia colaborativa (…) O uso da tecnologia está passando a ser uma realidade na gestão pública para resolver os problemas urbanos”.

28.02.18_CTdaUFPB_esc.Legislativa_ft_JulianaSantos 001 (3)

No encontro desta quarta-feira, foram apresentadas as seguintes propostas: Aplicativo Go Green (professora Mônica Carvalho); Sistema de detecção de sirenes para condutores com deficiência auditiva utilizando redes neurais artificiais (professor José Maurício Neto); O exercício da cidadania no mundo da tecnologia: um estudo de caso da plataforma digital Colab.re (Pedro Chaves e Tatihiana Alcón); Projeto Cidades Qualificadas (Rodrigo Almeida dos Santos); Observatório de Start Up de João Pessoa (professor Miguel Maurício Isoni); Intercidades: abrigos de ônibus inteligentes (Professor Marcelo de Gois Pinto); Cidades Inteligentes Totalmente Integrais, Eficientes e Sustentáveis – Cities (professor Yuri Percy Molina Rodriguez); LiSA: lixeira seletiva automática (Alexandre Magno da Silva Nunes); e Aplicativos Jampa Educ (professora Lebiam Tamar Gomes Silva, uma das fundadoras da Rede Intelicidades).

Agendas

“Este evento permite a abertura de um espaço de debate público para que os participantes interessados possam expor suas pesquisas ou produtos tecnológicos desenvolvidos para solucionar problemas da vida urbana relativos à mobilidade, segurança, saúde e educação”, lembra a professora Lebiam Tamar.

Para o presidente da Escola do Legislativo, Paulo Barreto, o encontro é uma oportunidade de reunir pesquisadores para a Rede Intelicidades. “Estamos fomentando as pesquisas universitárias com foco no desenvolvimento de soluções inteligentes para os problemas. Esperamos que grupos de pesquisas se engajem cada vez mais”, afirma. Ainda de acordo com Paulo, a agenda construída é composta por fóruns, com temas específicos para debate.

A Rede Intelicidades, lançada em dezembro de 2017, é uma ação articulada do Poder Legislativo municipal com a UFPB com o objetivo de promover e debater no meio acadêmico para se buscar soluções inteligentes aos problemas da cidade, em uma perspectiva sustentável, baseada em tecnologia, criatividade e inovação.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

%d blogueiros gostam disto: