Paraíba é o 5º Estado que mais aumentou investimentos na segurança pública, segundo dados do Tesouro Nacional

A Paraíba é o quinto Estado do Brasil que mais aumentou investimentos na área de Segurança Pública no período de 2015 a 2017. Os dados constam nos relatórios do Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público da Secretaria do Tesouro Nacional, que foram destacados em reportagem da edição impressa desta segunda-feira (5) da Folha de São Paulo, que pode ser conferida no link https://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2018/03/rio-lidera-reducao-de-gastos-em-seguranca-e-perde-r-888-milhoes.shtml

De acordo com a reportagem, de 2015 a 2017, os investimentos da Paraíba na área da Segurança Pública cresceram 16%, enquanto Estados como Rio de Janeiro e São Paulo fizeram cortes em seu orçamento. O Rio de Janeiro, inclusive, lidera a lista dos 11 Estados que mais cortaram investimentos em números absolutos, sendo o segundo em termos percentuais, conforme a matéria da Folha.

Os dados divulgados pela Folha de São Paulo indicam ainda que a Paraíba foi o terceiro Estado do Nordeste que mais aumentou investimentos na área da Segurança Pública em termos percentuais.

Entre os investimentos realizados no ano passado pela Paraíba destaca-se a primeira etapa da implantação do novo sistema de rádio comunicação digital adquirido para uso das forças de segurança pública, que representa um investimento total de R$ 33 milhões, em parceria com o Governo federal, proporcionando uma comunicação segura e de qualidade.

Os dados revelados na reportagem da Folha estão refletidos nas estatísticas exibidas pelo Estado nos últimos anos, principalmente nos índices de criminalidade: A Paraíba é o único estado da Federação a registrar seis anos consecutivos de redução de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) (2012 a 2017), o processo continuado mais duradouro do País. A redução acumulada nessa taxa de CVLIs alcançou 28%, sendo a maior redução percentual do Nordeste.

Também pode-se lembrar de que no período de 2003 a 2010, a taxa de CVLIs aumentou de 17% para 42%. Em 2011, a Paraíba tinha a 3ª pior taxa de homicídios do País, com 44,3 homicídios por 100 mil habitantes. Em 2016, houve um grande salto de redução e o Estado chegou a 13ª posição, com 33,5. E, em 2017, chegou a 31,9.

Ainda nesse período, a Paraíba registrou a menor taxa de latrocínios do Nordeste (0,94); a 4ª menor taxa do Brasil de mortes por confronto policial; a 4ª menor taxa do Brasil de CVLI’s contra mulheres, com uma redução acumulada de 51%; a 3ª maior taxa do País de apreensões de armas (21 mil armas de fogo apreendidas, uma média de 9,5 armas tiradas de circulação por dia).

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

%d blogueiros gostam disto: