Odontologia Cuidados com a saúde bucal começam na Atenção Básica

Os cuidados com a saúde bucal das crianças devem começar a partir do nascimento do bebê, e a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) oferece um serviço integral na Atenção Básica. A criança recebe acompanhamento nas Unidades de Saúde da Família (USF) e, em casos graves, o atendimento é feito nos quatro Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) – Mangabeira, Cristo, Jaguaribe e Torre.

O serviço prestado pelas equipes de Saúde da Família começa mesmo antes de o bebê nascer. “As equipes visitam as gestantes e orientam sobre a saúde bucal do bebê. Mesmo que a criança ainda não tenha dentes, é necessário limpar o rebordo alveolar com uma gaze umedecida”, explica o coordenador de Saúde Bucal, Gerfran Lacerda.

Ele destaca que, quando o primeiro dente nasce, é preciso começar a escovação com uma escova macia e pequena e com baixo teor de flúor, para a criança não ter intoxicação.

O coordenador de Saúde Bucal orienta que as crianças escovem os dentes, no mínimo, três vezes ao dia, que corresponde ao número mínimo de refeições. Mas o ideal é a higienização após cada alimentação, bem como o uso do fio dental.

Atendimento – Michele Ribeiro, usuária da Unidade de Saúde da Família Mandacaru IX, levou os quatro filhos para receber atendimento odontológico. “Gosto muito do atendimento daqui, é maravilhoso. A dentista fez a limpeza do dentinho do meu filho Enzo, de 11 meses, mas ele não chorou. Já com o meu filho Américo, de oito anos, foi feita a extração do dente, e ele não sentiu nada”, conta ela.

A odontóloga Cristina Helena Jurema disse que os serviços com mais demanda são limpeza, obturação e casos de periodontia, como a gengivite. “Depois da obturação, aplicamos um selante nos dentes para evitar a formação de bactérias causadoras de outras cáries”, conta ela.

Cristina Helena Jurema chama a atenção para a importância da prevenção. “Damos orientações sobre a higienização das crianças de todas as idades, na sala de espera, e também distribuímos kits como escova, pasta e sabonete, para estimular a escovação e evitar futuros problemas. As mães acompanham estas orientações para fiscalizar os filhos em casa”.

Cobertura – A Prefeitura disponibiliza 178 equipes de Saúde da Família com atendimento em saúde bucal. Já serviços como canal, lesão bucal, cirurgia e odontopediatria, em que há o trabalho de especialistas, são realizados nos Centros de Especialidades Odontológicas (CEO).

“O índice de atendimentos de crianças nos CEO é baixo, o que demonstra que há um cuidado dos pais com a saúde bucal das crianças. Mas há casos preocupantes. Por exemplo, uma criança de seis anos precisou fazer um canal de um dente molar porque não fazia a higienização correta. Portanto, é preciso muito cuidado”, conta Gerfran Lacerda.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

%d blogueiros gostam disto: