Democratas entram com ação contra Rússia, campanha de Trump e WikiLeaks

Alega-se conspiração contra Hillary Clinton

Partido Democrata dos Estados Unidos entrou com uma ação milionária contra o governo russo, a campanha de Trump e a organização WikiLeaks. A queixa democrata foi apresentada nesta sexta-feira (20), no Tribunal Federal de Manhattan e alega que os citados conspiraram para influenciar a eleição presidencial americana de 2016 e ajudar o candidato republicano a se eleger.

De acordo com a reportagem do “Washington Post”, a ação afirma que altos funcionários da campanha de Trump conspiraram com o governo russo e sua agência de espionagem militar para prejudicar Hillary Clinton, invadindo redes de computadores do Partido Democrata e divulgando material encontrado lá, noticia o G1.

Em comunicado, o presidente do partido, Tom Perez declarou: “Durante a campanha presidencial de 2016, a Rússia lançou um ataque total à nossa democracia e encontrou um parceiro ativo e disposto na campanha de Donald Trump”.

 

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

%d blogueiros gostam disto: