Operação Tiradentes: Polícia apreende três armas de fogo nas primeiras horas de ação

Uma série de ações desencadeadas pela Polícia Militar desde o final da tarde e início da noite dessa sexta-feira (20), após a deflagração da Operação Tiradentes, resultou na apreensão de três armas de fogo na região metropolitana de João Pessoa. A Operação Tiradentes reforçou as ações de policiamento em todo o estado e foi realizada em alusão a Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, patronos das polícias militares do país, comemorado no dia 21 de abril.

Na zona sul da capital, no bairro de Mangabeira, um trio da Rondas Ostensivas Táticas com Apoio de Motocicletas (Rotam), do 5º Batalhão, realizava uma incursão na comunidade conhecida por Chapéu de Couro, quando abordaram um homem de 21 anos e apreenderam com ele um revólver calibre 38 com seis munições. Já no bairro do Roger, uma equipe da Rotam do 1º Batalhão realizava rondas na comunidade do “S”, quando um homem tentou fugir ao perceber a presença dos policiais. O suspeito, de 28 anos, foi alcançado e abordado. Com ele, a Polícia Militar encontrou um revólver calibre 38. Os dois suspeitos presos foram apresentados na Central de Polícia.

Litoral sul – Na cidade do Conde, uma viatura que fazia o policiamento do Quadrante de Polícia Preventiva, da 1ª Companhia Independente, foi acionada por populares que informaram que haviam ocorrido disparos de arma de fogo próximo a uma pousada da cidade. A equipe se dirigiu ao local e, ao realizar diligências, chegaram até a casa onde havia ocorrido o disparo. Lá, a PM apreendeu uma espingarda de fabricação caseira, mas constatou que o proprietário do armamento fugiu logo após o disparo, que não atingiu ninguém. Um familiar do dono da arma foi conduzido para delegacia para prestar esclarecimentos.

A Operação Tiradentes foi deflagrada no fim da tarde dessa sexta-feira, contando com mais de 800 policiais reforçando as ações em todo o Estado. O objetivo é prevenir crimes patrimoniais e contra a vida, utilizando diversas modalidades e processos de policiamento, com ações de ocupação em comunidades, blitzen e checkpoints.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

%d blogueiros gostam disto: