Prevenção – Campanha Nacional de vacinação contra a gripe começa na próxima segunda

Com objetivo de proporcionar melhor qualidade de vida à população com a prevenção de doenças, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) inicia, na próxima segunda-feira (23), a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. A campanha segue até o dia primeiro de junho e tem como meta vacinar 90% das pessoas que integram o grupo de risco.

Nesta edição, a campanha de vacinação será feita por grupos e os primeiros a serem vacinados serão os trabalhadores da saúde da rede hospitalar, Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B).

Os profissionais de saúde serão imunizados no local de trabalho a partir desta segunda (23), conforme cronograma estabelecido em consonância os gestores dos serviços. Já os que trabalham em clínicas particulares e em outros serviços da saúde, serão imunizados a partir do dia 25, nas Unidades de Saúde da Família (USFs).

Fernando Virgolino, chefe da seção de imunização da SMS informa que os trabalhadores de saúde são os primeiros a serem vacinados devido ao seu grau de exposição em seu ambiente laboral. “Quando vacinamos os usuários que integram os grupos de risco conseguimos criar uma proteção para toda a população”, explica.

Público – Nesta campanha, além dos idosos a partir de 60 anos, serão vacinadas as crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde, professores das escolas públicas e privadas, povos indígenas, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Ao longo da campanha serão disponibilizadas mais de 196 mil doses da vacina. Para ser vacinado, o usuário deve compor um dos grupos prioritários para vacinação e comprovar estar inserido no grupo no momento da imunização. As vacinas estarão disponíveis em todas as salas de vacinação das Unidades de Saúde da Família (USFs) da Capital, além do Centro Municipal de Imunização (CMI), no antigo lactário da Torre.

“No caso de portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, o usuário deverá se direcionar aos postos de vacinação com prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina, que deverá ser apresentada no ato da vacinação”, esclarece o chefe da seção de imunização, Fernando Virgolino.

Ainda, de acordo com Fernando Virgolino, os profissionais de saúde que atuam na rede privada e professores também precisam comprovar o vínculo. “Trabalhadores de saúde da rede particular deverão procurar uma unidade de saúde portando carteira do conselho profissional ou declaração da instituição privada especificando cargo/função desempenhada na empresa. Já os professores precisam apresentar o contracheque para comprovar a profissão”, conclui.

Mobilização Nacional – Este ano, o ‘dia D’ da campanha acontecerá no dia 12 de maio. A mobilização é nacional e, na Capital, acontecerá na Praça da Paz, no bairro dos Bancários, a partir das 8h. Além da praça, a vacina estará disponível em todas as Unidades de Saúde da Família e em outros seis postos móveis de vacinação, espalhados pela cidade.

Contraindicações – A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores, bem como a qualquer componente da vacina ou alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados.

Precauções – Em doenças agudas febris moderadas ou graves, recomenda-se adiar a vacinação, até a resolução do quadro, com o intuito de não se atribuir à vacina as manifestações da doença.

Confira as datas da vacinação por grupos: 

  • 23/04 a 04/05 – Trabalhadores de Saúde da rede hospitalar, UPA e SAMU;
  • 25/04 – Início da vacinação dos trabalhadores de saúde, gestante e puérperas nas USFs;
  • 30/04 – Início da vacinação de crianças, idosos, portadores de doença crônica;
  • 07/05 – Inicio da vacinação dos professores de escolas públicas e privadas
  • 12/05 – Dia “D” todos os grupos prioritários

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

%d blogueiros gostam disto: