Caprinocultor assistido pela Emater ganha 128 prêmios em torneios

Em pouco mais de quatro anos participando de programas sociais do governo federal e contando com a assistência técnica continuada da Emater e do apoio do Governo do Estado, o criador Erivaldo Ferreira Vieira, conhecido como ‘Fita’, do Sítio Malhada de Exu no município de Prata, no Cariri Paraibano, já ganhou 128 prêmios em diferentes modalidades de torneios e exposições com suas cabras leiteiras.

Participando de feiras e exposições na Paraíba e outros estados do Nordeste, Erivaldo Fita tornou-se um criador que se destaca em vários aspectos. O que chama a atenção é o sucesso conseguido com rebanho reduzido, o que se explica pela qualidade genética das cabras, todas da raça Saennem.

Seu plantel tinha 20 cabras para a produção de leite, mas a estiagem de seis anos consecutivos fez com que o número caísse para 11. Os animais ocupam espaço de 62 m de cumprimento por 14 m de largura, onde foi construído um aprisco, além de casa para a família (ele tem esposa e filho).

Segundo Joanildo Torres, do escritório da Emater no município de Prata, que acompanha o criador desde os primeiros momentos da atividade, houve um considerável melhoramento na produção e na qualidade genética de animais.

Erivaldo Ferreira partiu do princípio de que, não dispondo de muito espaço, seria melhor trabalhar com raça de alto nível genético. “Onde ele expõe ganha prêmios, sempre conquistando primeiro lugar”, disse o extensionista Geneilson Evangelista da Silva, da Emater em Serra Branca, que também acompanha o criador.

Exposições – Desde quando decidiu participar de exposições, Erivaldo Fita já conquistou prêmios na Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Alagoas, sempre obtendo lugar de destaque entre os premiados, inclusive alguns primeiros lugares na produção de leite. No momento está se preparando para uma exposição, desta vez na cidade de São Paulo do Potengi, no Rio Grande do Norte.

Para chegar ao estágio atual, ele venceu algumas etapas que o extensionista Joanildo Torres considerou fundamental, começando por acreditar no seu potencial, absorver as tecnologias apresentadas e aplicar corretamente os recursos obtidos de programas sociais, como o Brasil Sem Miséria.

Erivaldo está programando a construção de uma sala de ordenha, seguindo um modelo reduzido que vem sendo implantado por pequenos criadores do Cariri assistidos pela Emater. “É uma pessoa que tem coração para criar em lugar limitado”, comentou o técnico.

O extensionista lembra que observava o criador colhendo ração às margens da rodovia e, sabedor de sua história, preparou uma Declaração de Aptidão do Produtor (DAP), passando a orientar na criação de seus animais. Quem também contribuiu com sucesso do seu trabalho foi o criador e hoje prefeito de Prata, Antonio da Costa Nóbrega Junior, que emprestou um reprodutor para a cobertura de suas cabras e, assim, iniciou a melhoria do rebanho.

Não demorou e Erivaldo constituiu sua marca que passou a chamar de Cabril Fita Prata (contatos 998258052). Hoje, todos os animais têm registro fornecido pela Associação Paraibana de Criadores de Caprinos e Ovinos (Apaco).

“Ele segue o padrão de manejo sanitário, reprodutivo e alimentar para manter a qualidade do rebanho”, garantiu o agrônomo da Emater, Geneilson Evangelista da Silva.

Quando estava iniciando sua atividade, mesmo num pequeno espaço, Erivaldo contribuía para que um amigo criasse uma vaga para a produção de leite na área onde já viviam as cabras.

Para aumentar a renda familiar, junto com sua esposa, instalou um pequeno restaurante que diariamente fornece refeições, com um cardápio variado integrado com comidas típicas da região, incluindo as de receitas com leite de cabra.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

%d blogueiros gostam disto: