Tudo o que você queria saber sobre o chip do seu celular e ninguém te contou

Conhecer, você conhece; sem dúvida. Mas você sabe para quê serve?!… Este pequeno – e cada vez menor – chip é o responsável por praticamente tudo no seu celular (voz e dados); claro, isso quando você não está conectado a uma rede Wi-Fi. Mas, antes de qualquer coisa, a função básica do SIM Card é autenticar você, usuário, quando se conecta à rede da sua operadora de telefonia móvel. E autenticar quer dizer, também, é claro, te identificar para mandar a conta depois…

Além de identificar, o SIM Card também pode armazenar informações nos telefones celulares como, por exemplo, agenda, configurações, serviços contratados, entre outras… O primeiro chip SIM foi criado na Alemanha, em 1985; mas naquela época, não deu certo – e era grande demais; do tamanho de um cartão de crédito…. é ia ser meio difícil encaixar num celular… Mais tarde, em 92, com a chegada da rede GSM, o SIM Card se tornou mais eficiente, mais barato e bem menor. Aliás, com o tempo, foi ficando cada vez mais minúsculo…

A partir da introdução do SIM Card, a autenticação do usuário deixou de ser dependente do aparelho celular. É só por causa dele que hoje dá para trocar de aparelho, mantendo a mesma linha, mesmas configurações; mesma identidade. Apesar do seu encolhimento, hoje no mini, no micro e no nano-SIM, as características continuam praticamente as mesmas por quase 25 anos.

A novidade é que depois de tanto tempo fazendo parte das nossas vidas, ao que tudo indica o SIM Card está com os dias contados. Recentemente, Apple e Samsung – em uma ação nada comum – deram as mãos para discutir a adoção do e-SIM; um SIM Card virtual.

Para nós, usuários, a vantagem de um chip virtual, já embutido no aparelho, seria a possibilidade de trocar de operadora livremente. A gente vai poder, por exemplo, avaliar as ofertas de cada empresa e escolher os melhores planos e condições sem qualquer vínculo. Ou seja, o SIM Card deixaria de ser uma “algema” entre cliente e operadora. Bem bacana, especialmente se você levar em conta a qualidade do serviço oferecido por aqui.

Mas nada acontece da noite para o dia – muito menos quando há interesses econômicos envolvidos. As operadoras certamente não querem o fim do SIM Card como ele é hoje. Mas as fabricantes, como Apple e Samsung, já estão negociando a criação do padrão junto à GSM Association, organização responsável pelo sistema global de telecomunicações móvel. A ideia é introduzir o e-SIM Card já nos lançamentos de 2016. Será que o iPhone 7 já pode vir assim? Saberemos em outubro. Enquanto isso, fica nossa torcida para que a nova tecnologia realmente seja lançada brevemente e chegue logo por aqui!

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

%d blogueiros gostam disto: