“Só não sabe o que acontece lá é quem não frequenta”, diz Eliza em defesa da Estação Ciência

Vereadora Eliza Virgínia (PP) – Uma vereadora com preocupações estaduais

A vereadora Eliza Virgínia (PP) saiu em defesa, nesta sexta-feira (11), da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, após as críticas feitas governador Ricardo Coutinho com relação ao local. Segundo a parlamentar, o espaço conta com uma programação semanalmente. “Só não sabe o que acontece lá é quem não frequenta”, afirmou.

Eliza revelou que o prédio já foi entregue com sérios problemas de rachaduras. “Antes de ser inaugurado pelo atual governador, o espaço já tinha que ter manutenção, pois estava se desmanchando. Parecia aquele rio que seca e começam a aparecer as rachaduras”, disse.

A vereadora ainda destacou o fato do prédio ter sido construído em local proibido e o fato de ter sido construído com uso indevido de do Fundeb, causado sérios danos ao meio ambiente, a exemplo da situação da barreira do Cabo Branco.

A parlamentar contou as diversas programações realizadas pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), que tem fortalecido na educação, na cultura, na música, nas artes, entre outras áreas. “Quem acessa o site da Estação Cabo Branco ou vai ao local sabe da maravilhosa programação que existe lá. A exemplo do Caminho do Conhecimento, Observações Planetárias, demonstrações de robóticas e exposições, dentre outros eventos”, disse.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

%d blogueiros gostam disto: