Google anuncia iniciativas contra a desigualdade de gênero no mercado brasileiro

A Google quer capacitar 10 mil mulheres para o mercado de trabalho até o fim do ano. Para isso, a empresa anunciou dois projetos para 2018. O primeiro deles é o Womenwill, um programa voltado para a criação de negócios com foco em mulheres de baixa renda. O outro é a doação da Google.org de R$ 3 milhões para o Instituto Rede Mulher Empreendedora, vertente social da instituição homônima que trabalha com mulheres em situação de vulnerabilidade.

O Womenwill nasceu de um projeto piloto de 2017, em que a organização treinou 100 mulheres das comunidades Paraisópolis e Brasilândia, na cidade de São Paulo, e ouviram as necessidades dessa população para o mercado de trabalho. O resultado disso foi o projeto que busca neste ano capacitar mulheres de baixa renda para que possam criar seu próprio negócio, além de oferecer treinamentos presenciais com o objetivo de torná-las mais confiantes e preparadas para a busca de um novo emprego.

A iniciativa já capacitou capacitou 500 mulheres neste ano em sessões no Google Campus em São Paulo,, e mais de 2 mil em Teresina e Brasília. O objetivo é chegar a 10 mil mulheres capacitadas até o final do ano.

Além disso, a Google.org direcionou um aporte de R$ 3 milhões para o Instituto Rede Mulher Empreendedora, com o objetivo de acelerar a redução da desigualdade econômica entre os gêneros no Brasil. Segundo dados do Fórum Econômico Mundial, atualmente a taxa de desemprego entre as mulheres é  29% maior que entre os homens. A estimativa do órgão mundial é de que demore ainda pelo menos 100 anos para que esta lacuna seja fechada.

A proposta, portanto, é de que o montante doado colabore para o avanços da igualdade de gênero e seja usado para treinar 135 mil mulheres em todo país nos próximos dois anos. “Esperamos que com esse incentivo o Instituto Rede Mulher Empreendedora tenha fôlego para agilizar essa mudança fundamental para o país. Eliminando a lacuna de gênero, o Brasil contaria com um PIB 30% maior. Todos têm a ganhar com o desenvolvimento das mulheres”, afirma Susana Ayarza, Diretora de Marketing do Google Brasil.

A Google.org é um braço da empresa criado em 2005 com o objetivo de investir em ações voltadas à filantropia.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

%d blogueiros gostam disto: