Connect with us

Nacional

Compromisso do Congresso deve ser a pauta do Brasil real: o desenvolvimento

Em 2022, mais uma vez não conseguiremos recuperar a trajetória de encolhimento pela qual passamos a partir de 2015

O Brasil vive um momento de profundos e dolorosos desafios e precisa estar absolutamente focado naquilo que mais importa: gerar emprego, renda, superar gargalos que nos empurram para baixo. A pauta do país, e por consequência do Congresso, neste momento, deve ser o combate ao Custo Brasil e a aprovação de projetos estruturantes para impedir que sigamos nos decepcionando com anúncios de Produtos Internos Brutos (PIBs) frustrantes, como o recuo de 0,1% verificado no segundo trimestre deste ano. Todos os outros debates são secundários e passam ao largo da realidade de grande parte dos brasileiros, mais preocupados com um país melhor para viver.

Ainda é cedo para fechar diagnósticos, mas as estimativas para 2022 são de um crescimento próximo dos 2%, em apostas que oscilam de acordo com projeções efetivas e concretas e humores voláteis dos mercados. De qualquer forma, mais uma vez não conseguiremos recuperar a trajetória de encolhimento pela qual passamos a partir de 2015.

Ano após ano, o Brasil, um país com 220 milhões de habitantes, enfrenta os mesmos solavancos e fica ansioso com as mesmas expectativas de decolagem porque, simplesmente, insiste em não fazer o dever de casa que conseguiria inserir o país em uma trajetória sustentável de crescimento e estabilidade. Somos como o aluno que não consegue se planejar e só estuda na véspera da prova. Ou, pior, em muitas vezes, lê apenas um resumo feito por um amigo minutos antes de a professora começar a distribuir os exames que irão aferir os conhecimentos.

O Brasil tem problemas estruturais, graves, que impõem barreiras para o amadurecimento do país enquanto Nação. Não falo aqui apenas de questões econômicas, mas também sociais. Insistimos em renovar políticas de assistência social, extremamente necessárias e fundamentais para a sobrevivência mínima de parcela considerável de brasileiros, mas que deveriam ser substituídas por políticas concretas de desenvolvimento, geração de empregos e crescimento. Afinal, não há melhor política social do que geração de emprego e renda.

Acostumamo-nos a ouvir que existia um muro intransponível, chamado Custo Brasil, que bloqueava a nossa expansão. Mas nunca tínhamos nos preocupado em mensurar o tamanho do problema, até que o Movimento Brasil Competitivo se uniu ao Ministério da Economia e resolveu fazer um levantamento amplo e preciso. O susto foi grande: R$ 1,5 trilhão a mais de gastos, dentro dos padrões da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o que representa 22% do PIB brasileiro.

É muita coisa. É uma engrenagem muito grande, emperrada, impedindo que o Brasil seja competitivo no cenário internacional. Estão nesse contexto as dificuldades que o Brasil enfrenta na educação, com os sucessivos fracassos nas avaliações de Português e Matemática. Somos um país paradoxal. Temos uma base educacional deficitária, mas exportamos os cérebros e talentos que conseguimos formar porque não temos um ambiente eficiente para incorporar esse capital intelectual que conseguiu sobreviver aos percalços do caminho.

Somos uma potência agrícola reconhecida mundialmente e enfrentamos inacreditáveis problemas de infraestrutura de logística e transporte. Insistimos em escoar nossa produção por rodovias, o que encarece o produto e atrasa as entregas. O Poder Executivo editou uma Medida Provisória para estabelecer um Marco Legal do setor ferroviário, que dialoga com um Projeto de Lei em tramitação no Senado. Parece óbvio o objetivo, mas ele precisa deixar de ser utópico: ampliar os investimentos privados na malha ferroviária, deixando para o Estado a única tarefa de conceder as autorizações e concessões.

O Brasil tem uma legião de empreendedores, por opção ou necessidade, que precisam se virar com obrigações e exigências hercúleas para abrir e fechar um negócio. Muitas das medidas necessárias exigem uma quantidade abissal de carimbos, guichês, impostos e taxas que empurram potenciais empresários para a informalidade. Legislações estaduais e municipais que se sobrepõem ou duplicam regulamentações federais; impostos cobrados antes mesmo das fábricas começarem a produzir; licenciamentos típicos de áreas rurais exigidos em empreendimentos urbanos.

Os humildes empreendedores da comunidade carente acabam se vendo forçados, por uma questão de sobrevivência, a ficar na informalidade, ao invés de tentarem atravessar esse deserto. Não porque queiram sonegar ou esconder algo, mas porque a burocracia e a ausência de uma orientação adequada os impedem de se regularizar e os estimulam a permanecer no tamanho que têm, para não serem tributados ainda mais nos seus escassos ganhos.

Do outro lado, um Estado enorme, inchado, pouco acostumado a agir de maneira eficiente, por não ter mecanismos e ferramentas para mensurar essas ações, torna tudo mais caro e obsoleto. Isso leva a máquina arrecadatória a tornar-se ainda mais voraz para sustentar o aparato estatal. E multiplicam-se a edição de atos normativos tributários, a criação de impostos, taxas, contribuições, sufocando os investimentos, asfixiando o consumo, a renda e a geração de empregos, levando aos índices de PIB pífios dos quais falamos no início deste texto.

E, mesmo quando temos suspiros de desenvolvimento, eles são exatamente isso: suspiros. Nada de uma respiração cadenciada que permita energia e tração para planos a médio e longo prazos.

Vivemos de espirais de expansão e retração, deixando a impressão de que, no final das contas, continuamos exatamente no mesmo lugar, inertes e cansados.

A Frente Parlamentar pelo Brasil Competitivo resolveu puxar essa briga estrutural para si e lançou uma Agenda Legislativa com Projetos de Lei, Medidas Provisórias, Propostas de Emenda Constitucional, para combater esse Custo Brasil. Uniu o setor produtivo, representado pelo Movimento Brasil Competitivo (MBC) e Confederação Nacional da Indústria (CNI), abriu o diálogo com o Poder Executivo e reuniu mais de 200 parlamentares, entre deputados e senadores.

Acreditamos que o caminho é a construção de consensos e dissolução de dissensos, dentro do ambiente democrático e inclusivo do diálogo, para que consigamos avançar. A Frente Parlamentar pelo Brasil Competitivo tem como seu objetivo trabalhar as pautas para que a gente possa avançar, passo a passo, na redução do Custo Brasil. Isso é geração de emprego, isso é ambiente de negócios, é tudo o que nós precisamos dentro de um ciclo virtuoso de crescimento.

Este é o verdadeiro debate que o Congresso precisa fazer se quiser ajudar a nossa democracia. Esta é a demanda do Brasil real. Se queremos, de fato, que o cenário se modifique, precisamos ser uma voz constante, ativa, traduzir essa discussão para a sociedade. O Custo Brasil impacta no grande exportador, no médio e pequeno empreendedor, no trabalhador que sua para garantir o sustento da família, na proprietária do pequeno bar da comunidade onde o samba toca no fim do expediente para amenizar as agruras de mais um dia de trabalho.

Precisamos traduzir este debate para que ele seja compreendido por todos. Multiplicar as vozes e os parceiros nesta batalha. Estender a discussão para o período eleitoral e os anos vindouros. Amadurecer enquanto Nação. Caso contrário, seguiremos vivendo de suspiros e frustrações, controlando a ansiedade no aguardo do anúncio de mais um PIB trimestral.

Advertisement

TV CÂMARA MUNICIPAL DE JOÃO PESSOA – CMJP AO VIVO

 

CALENDÁRIO

setembro 2021
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Grupo do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Portal Informa Paraíba

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias

TWITTER DO PORTAL INFORMA PARAÍBA

www.informaparaiba.com.br

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias.

Página do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Segurança Pública9 horas ago

Projeto prevê suspensão do porte de arma de fogo para guarda municipal apenas após sentença penal definitiva

Esporte9 horas ago

Comissão especial debate financiamento da União para o esporte nos estados

Nacional9 horas ago

Programa de auxílio na compra de gás de cozinha está na pauta hoje (15)

Nacional9 horas ago

Isenção de IPI nas motos para mototaxistas e pessoas com deficiência é aprovada na CAS

Educação & Cultura9 horas ago

CE ouvirá Milton Ribeiro por declarações sobre acesso à universidade e à educação inclusiva

Segurança Pública9 horas ago

Editada MP que cria programa habitacional para policiais

Nacional9 horas ago

Senado aprova proposta que altera legislação sobre inelegibilidade

ENTRETENIMENTO9 horas ago

Marvel anuncia quatro novos filmes para 2024 e amplia cronograma da Fase 4

Tecnologia9 horas ago

Xiaomi anuncia óculos inteligentes independentes com tela integrada

Tecnologia9 horas ago

Esta é a maior e mais realista simulação do universo — e você pode baixá-la!

Tecnologia9 horas ago

Windows 11 não terá suporte para rodar em Macs com chip M1, afirma Microsoft

Tecnologia9 horas ago

WhatsApp começa a liberar acesso a múltiplos dispositivos para todos

Esporte9 horas ago

Seleção Argentina desembarca para duelos contra o Brasil

Esporte9 horas ago

Decreto volta a permitir público nos estádios e ginásios de João Pessoa, mas Estado e Ministério Público devem dificultar

Esporte9 horas ago

Dana White abre o jogo após sucesso de Anderson Silva no boxe e faz retratação histórica sobre lenda

Esporte10 horas ago

GSP revela ter passado por depressão e se arrepende de não ter parado antes de enfrentar Hendricks

ECONOMIA10 horas ago

Preço da gasolina da Paraíba é o menor do NE e 6% mais baixo do país, revela pesquisa da ANP

Politíca10 horas ago

Romero Rodrigues é chamado para jantar com bancada do PSD no Senado

CONCURSO E EMPREGO10 horas ago

Concurso Ibama é autorizado; 568 vagas de início imediato

CONCURSO E EMPREGO10 horas ago

Concurso Caixa: confira a quantidade de vagas ofertadas por estado

Nacional12 meses ago

Como calcular os votos para eleição de vereador 2020

Internacional10 meses ago

Imagens mostram Joe Biden em atitude imprópria com crianças

Tecnologia8 meses ago

Facebook admite que “cometeu um erro” ao censurar hidroxicloroquina

CIDADE11 meses ago

Juiz vê “gritante contradição” e determina suspensão de pesquisa Datavox em Bayeux sob pena de multa de R$ 100 mil

CIDADE8 meses ago

“Animais jamais serão sacrificados na nossa cidade”, diz prefeito de cidade paraibana de Brejo do Cruz

CIDADE10 meses ago

MAIS UM ESCÂNDALO EM BAYEUX: vereadores são “obrigados” a assinar carta-renúncia e fazer um pré-acordo na tentativa de eleger Noquinha o presidente da Câmara; entenda

Tecnologia8 meses ago

AMPLIAÇÃO DO ACESSO À INTERNET NO CAMPO AUMENTARIA O PIB EM ATÉ 1,2% AO ANO

CIDADE12 meses ago

CONDE – Policia atira por trás e quase assassina Karla Pimentel

Tecnologia3 meses ago

Tecnologia 5G atingirá mais de meio bilhão de assinaturas em 2021

AGRICULTURA & PECUÁRIA12 meses ago

Este minúsculo animal parece uma mistura entre um velociraptor, canguru, coelho e um porco

Internacional11 meses ago

Presidente alemão entra em quarentena preventiva

Saúde2 meses ago

Engolir esperma pode ser uma arma contra o coronavírus?

CIDADE10 meses ago

Prefeita do Conde “queima” material escolar de 2021 e compromete ano letivo antes de deixar a prefeitura

ECONOMIA11 meses ago

OS CARROS ELÉTRICOS, A ECONOMIA E A SAÚDE

CIDADE12 meses ago

CONDE – Karla Pimentel tem a maioria dos Condenses ao seu lado, saibam mais

Nacional11 meses ago

Senadores querem voto aberto na eleição da Mesa do Senado

Internacional5 meses ago

Estado alemão expulsa turistas para combater a pandemia

Saúde7 meses ago

Saúde alerta municípios para o risco de coinfecção de dengue e Covid-19

Internacional6 meses ago

Política de migração da UE segue sendo uma tragédia

ESTADO12 meses ago

Governo divulga editais dos prêmios Mestres da Educação e Escola de Valor 2020

Educação & Cultura15 horas ago

DE PICASSO A BANKSY, COMO A ARTE AJUDA A DENUNCIAR ATROCIDADES HISTÓRICAS

Saúde15 horas ago

TER UM BOM ENVELHECIMENTO INDEPENDENTE DO PATRIMÔNIO GENÉTICO

Educação & Cultura15 horas ago

ENEM: PRAZO PARA SOLICITAÇÃO DE ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO SERÁ REABERTA

Tecnologia2 dias ago

CRISE DE ENERGIA: COMO SUPERAR DEPENDÊNCIA DAS HIDRELÉTRICAS?

Tecnologia2 dias ago

FACEBOOK E RAY-BAN APRESENTAM ÓCULOS ‘INTELIGENTES’

Internacional2 dias ago

USO DE DRONES MUDA JEITO DE EUA FAZEREM GUERRA

Nacional2 dias ago

BELÉM É A PORTA DE ENTRADA DA AMAZÔNIA E RICA NA BIODIVERSIDADE CULINÁRIA

Saúde2 dias ago

A VARIANTE DELTA É MAIS PERIGOSA PARA MENORES DE 12 ANOS?

Educação & Cultura3 dias ago

PANDEMIA CAUSA FORTE IMPACTO NA ALFABETIZAÇÃO DO BRASIL

ECONOMIA3 dias ago

OS IMPACTOS DA INFLAÇÃO E AS PERSPECTIVAS FUTURAS DO BRASIL

Internacional3 dias ago

PARAÍSO SUL-AMERICANO DA NEVE ENFRENTA SECA

Internacional3 dias ago

AS 2 CAUSAS CIENTÍFICAS PARA A QUEDA DAS TORRES GÊMEAS NO 11 DE SETEMBRO

Tecnologia4 dias ago

PARQUE TECNOLÓGICO

Saúde4 dias ago

COMO JEITO DE DIRIGIR PODE REVELAR SINAIS DE ALZHEIMER

Internacional4 dias ago

TREM MOVIDO A HIDROGÊNIO

Internacional4 dias ago

PERSEVERANCE RECOLHE AMOSTRA DE ROCHA DE MARTE

Educação & Cultura5 dias ago

O QUE É A SEQUÊNCIA DE FIBONACCI, CHAMADA DE ‘CÓDIGO SECRETO DA NATUREZA’

ESTADO5 dias ago

PARAÍBA SE DESTACA NA PRODUÇÃO DE CABRA

CONCURSO E EMPREGO5 dias ago

5 MANEIRAS DE SER MAIS FELIZ NO TRABALHO

Saúde5 dias ago

Queime GORDURA ABDOMINAL e acabe com a barriga

Advertisement

INFORMA PARAÍBA

    Advertisement

    Vejam também