Connect with us

Segurança Pública

Projeto torna crime práticas preconceituosas de agentes públicos e de segurança privada

Proposta foi aprovada pelo Senado e será analisada pela Câmara

O Projeto de Lei 5231/20 torna crime a prática de atos por agentes públicos e profissionais de segurança privada com base em preconceito de qualquer natureza, notadamente de raça, origem étnica, gênero, orientação sexual ou culto. A proposta foi aprovada pelo Senado e aguarda análise na Câmara dos Deputados.

O texto prevê aumento de pena para os crimes de abuso de autoridade e de violência arbitrária e denunciação caluniosa motivados por discriminação. Do senador Paulo Paim (PT-RS), o projeto tem por objetivo combater o racismo estrutural e recebeu parecer favorável do relator, senador Fabiano Contarato (Rede-ES), na forma de um substitutivo.

O projeto explicita que a vedação à conduta discriminatória contempla todas as ações relacionadas à segurança pública e fiscalização, inclusive barreiras rodoviárias, abordagens e revistas policiais, fiscalização aduaneira, serviços de imigração, vistorias, inspeções, execução de medidas de interdição de acesso a locais ou instalações, interrupção ou suspensão de atividades de caráter coletivo.

Agentes públicos ou profissionais de segurança privada não poderão, nem em caso de advertência verbal, ofender, insultar ou agredir uma pessoa; aplicar excessivo ou desnecessário rigor; fazer uso desproporcional da força e desrespeitar a dignidade da pessoa humana.

Nos casos de flagrante delito, a conduta da autoridade pública ou de profissional de segurança privada deverá observar os limites estritos da necessidade e adequação diante do caso concreto. O texto esclarece, no entanto, que a percepção e a análise de risco, nos casos concretos, não poderão ser baseadas em critérios de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero ou orientação sexual.

Sugestão popular
O projeto é baseado em uma sugestão da Associação Franciscana de Defesa de Direitos e Formação Popular e foi assumida por Paim na Comissão de Direitos Humanos. A associação é mantenedora da União de Núcleos de Educação Popular para Negros e Classe Trabalhadora (UNEafro Brasil). A entidade agrega militantes da causa negra, da causa das mulheres, da diversidade sexual e do combate a todos os tipos de discriminação e preconceito.

Paim argumenta que os fatos recentes ocorridos no país fortalecem a relevância da proposição. O senador cita vários exemplos de violência contra a população negra e lembra que, em 19 de novembro, véspera do Dia da Consciência Negra, o país ficou sabendo da morte de João Alberto Silveira Freitas, um homem negro de 40 anos. Ele morreu depois de ser espancado por seguranças da rede de supermercados Carrefour, em Porto Alegre.

Agravante
O projeto acrescenta ao Código Penal uma agravante para quem praticar violência no exercício de função. Atualmente, a pena prevista é de seis meses a três anos de detenção, mais pena correspondente à violência. Se a motivação for discriminação ou preconceito de qualquer espécie, a pena será aumentada pela metade.

A pena também será aumentada pela metade no caso de instauração de investigação policial ou de processo judicial, instauração de investigação administrativa, inquérito civil ou ação de improbidade administrativa contra pessoa inocente, quando motivada por discriminação ou preconceito de qualquer natureza.

O texto insere ainda na Lei de Crimes Raciais a punição a agente público civil ou militar e a profissional privado de segurança que ofender, insultar ou agredir pessoa; aplicar excessivo ou desnecessário rigor; e fazer uso desproporcional da força, motivado por preconceito de qualquer natureza. Nesses casos, a pena será de reclusão de três a cinco anos.

O texto também modifica o Código de Defesa do Consumidor, que passa a prever, em sua Política Nacional das Relações de Consumo, a prevenção a qualquer forma de tratamento discriminatório em função de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero ou orientação sexual.

Além disso, os fornecedores deverão implementar ações e programas de treinamento para os funcionários que atuem em contato direto com o público, até mesmo pessoal terceirizado, a fim de combater qualquer tipo de tratamento discriminatório a consumidores.

Entre os direitos básicos do consumidor, o projeto inclui a proteção contra qualquer tipo de tratamento discriminatório em função de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero ou orientação sexual.

Abuso de autoridade
O projeto altera ainda a Lei de Abuso de Autoridade para determinar que os crimes definidos na norma tenham suas penas aumentadas pela metade se o agente pratica a conduta motivado por discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião, procedência nacional, gênero ou orientação sexual.

O texto diz que os órgãos operacionais integrantes do Sistema Único de Segurança Pública deverão manter registros circunstanciados de ocorrências de denúncias, reclamações ou queixas de condutas motivadas por discriminação ou preconceito, assegurados a proteção à intimidade dos envolvidos e o sigilo dos denunciantes.

Os registros deverão ser sistematizados e disponibilizados ao acesso público em caráter permanente, nos termos da Lei de Acesso à Informação.

Formação
O relator acrescentou ao texto original a obrigação de que sejam oferecidos conteúdos relacionados a direitos humanos e combate ao racismo e outras formas de discriminação em cursos de capacitação de agentes de segurança pública e privada. Também deverão receber esse tipo de formação as guardas municipais e as polícias legislativas federais.

O projeto modifica também a Lei 7102/83, que estabelece normas para criação e funcionamento das empresas particulares que exploram serviços de vigilância e de transporte de valores. Segundo o texto, o Ministério da Justiça não poderá mais fazer convênio para conceder autorização de funcionamento para empresas que oferecem vigilância e transporte de valores nem para fixar o currículo dos cursos de formação de vigilantes.

Além disso, esses currículos deverão incluir módulos específicos e com carga horária adequada para temas de direitos humanos e combate à discriminação e ao preconceito de qualquer natureza.

Outro dispositivo alterado é o Estatuto dos Policiais Militares do Distrito Federal, para prever que os cursos de formação dos estabelecimentos de ensino dos policiais militares incluirão módulos específicos e com carga horária adequada para temas de direitos humanos e combate à discriminação e ao preconceito. Esse tipo de conteúdo também deverá ser incluído na matriz curricular do Estatuto dos Guardas Municipais.

Disciplinas semelhantes devem ser ministradas ainda aos integrantes das carreiras da Polícia Civil do Distrito Federal (Lei 9.264/96), da Polícia Federal (Lei 9266/96) e da Polícia Rodoviária Federal (Lei 9.654/98).

O substitutivo muda o Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) para determinar que o repasse dos recursos ficará condicionado, entre outros, à inclusão, nos cursos de formação de formação e aperfeiçoamento de policiais civil e militares e de integrantes dos corpos de bombeiros militares, de módulos específicos e com carga horária adequada para temas de direitos humanos e combate à discriminação e ao preconceito.

Parceiros
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 

Portal Informa Paraíba

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias

Saúde4 horas ago

Gordura marrom protege contra inúmeras doenças

Politíca4 horas ago

Deputada Pollyanna Dutra busca melhorias e investimentos para Cajazeirinhas e Jericó

CIDADE4 horas ago

Prefeitura de Conde realizou nesta quarta (20) primeira aplicação da vacina contra Covid-19

Tecnologia4 horas ago

Celulares fabricados no Brasil terão rádio FM, afirma Fábio Faria

Judiciário4 horas ago

Justiça nega pedido para derrubar sigilo do cartão de vacinação de Bolsonaro

Judiciário4 horas ago

Subprocuradores criticam nota da PGR sobre julgamento de “ilícitos” de autoridades

Tecnologia4 horas ago

Vazamento pode ter exposto CPF de quase todos os brasileiros

Tecnologia4 horas ago

Índia barra nova política de privacidade do WhatsApp; países fazem pressão

Internacional5 horas ago

Conheça a equipe de secretários do novo presidente dos EUA, Joe Biden

Tecnologia5 horas ago

Internet quântica é transmitida por drones separados por 1 km de distância

Segurança Pública5 horas ago

Polícia prende suspeitos de assalto em Santa Rita

Segurança Pública5 horas ago

Acusado de praticar homicídios em Catolé do Rocha é preso em João Pessoa

Segurança Pública5 horas ago

Polícia prende trio suspeito de assalto no Cariri da Paraíba

Segurança Pública5 horas ago

Polícia apreende adolescente suspeito de tráfico de drogas em Bayeux

Segurança Pública5 horas ago

Polícia desarticula cassino clandestino pela 22ª vez em João Pessoa

Segurança Pública5 horas ago

Polícia prende suspeito de tráfico de drogas no bairro de Mandacaru

Educação & Cultura6 horas ago

Encceja encerra inscrições na sexta-feira (22)

Nacional6 horas ago

Governo adquire veículos para reforçar ações nas fronteiras e nas divisas do país

CIDADE6 horas ago

Ex-prefeito deixa de pagar Previdência e Pasep e FPM de Sapé é bloqueado

Esporte6 horas ago

Brasil perde para Polônia, mas avança à segunda fase do Mundial de Handebol

Agricultura e Pecuária6 meses ago

Akatsuki: todos os membros, a história e poderes de cada um | Naruto

Agricultura e Pecuária5 meses ago

Saga Crepúsculo: a ordem correta para assistir aos filmes

Internacional5 meses ago

Polícia invade orgia gay “regada a drogas” de padres do Vaticano

Nacional4 meses ago

Como calcular os votos para eleição de vereador 2020

Saúde6 meses ago

Engolir esperma pode ser uma arma contra o coronavírus?

Internacional6 meses ago

Cidades dos EUA registram confrontos em atos antirracismo

Judiciário6 meses ago

Política Nacional de Turismo não impede cobrança de direitos autorais em estabelecimentos de hospedagem

Internacional2 meses ago

Imagens mostram Joe Biden em atitude imprópria com crianças

CIDADE5 meses ago

Tentaram assassinar a pré-candidata a prefeita da cidade do Conde Karla Pimentel

Internacional6 meses ago

Economia alemã tem retração histórica

Nacional6 meses ago

Estados e municípios poderão ter mais prazo para se adequarem à reforma da Previdência

Segurança Pública5 meses ago

Comando Vermelho vira preocupação de Bolsonaro; entenda

Nacional6 meses ago

Senadores avaliam queda da arrecadação federal e aumento da previsão de deficit

CIDADE2 meses ago

MAIS UM ESCÂNDALO EM BAYEUX: vereadores são “obrigados” a assinar carta-renúncia e fazer um pré-acordo na tentativa de eleger Noquinha o presidente da Câmara; entenda

CIDADE3 meses ago

Juiz vê “gritante contradição” e determina suspensão de pesquisa Datavox em Bayeux sob pena de multa de R$ 100 mil

CIDADE4 meses ago

CONDE – Policia atira por trás e quase assassina Karla Pimentel

Internacional3 meses ago

Presidente alemão entra em quarentena preventiva

CIDADE5 meses ago

Cidadania aprova indicativo de apoio ao nome de Ana Cláudia para prefeitura de Campina Grande nestas eleições

Agricultura e Pecuária6 meses ago

The Umbrella Academy | Entenda o final da 2ª temporada e o que esperar de uma 3ª

CIDADE4 meses ago

VÍDEO – João Azevedo segue calado e 11 perguntas sobre o fuzilamento de Karla Pimentel continuam sem resposta

Saúde3 dias ago

ACOMPANHE A FABRICAÇÃO DA VACINA CORONAVAC NO INSTITUTO BUTANTAN

Nacional3 dias ago

‘PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS INAUGURA NOVA ERA PARA O BRASIL

Educação & Cultura5 dias ago

Parlamentares e especialistas apontam desafios para a educação em 2021

Judiciário6 dias ago

Prisão após condenação em segunda instância ainda divide opiniões na Câmara

Nacional1 semana ago

Reforma administrativa será pauta polêmica em 2021

Tecnologia1 semana ago

AVIÕES MAIS SILENCIOSOS

Nacional1 semana ago

Acordo define que Butantan custeia Coronavac, mas sem propriedade intelectual

Segurança Pública2 semanas ago

Polícia Federal recebe novos equipamentos especiais e blindados para combater o crime

Nacional2 semanas ago

Bolsonaro sobre Maia e PT: “Pelo poder, água e óleo se misturam”

Educação & Cultura2 semanas ago

CARTÃO DE INSCRIÇÃO DO ENEM JÁ ESTÁ DISPONÍVEL

Nacional2 semanas ago

NOVOS PRAZOS PARA A RENOVAÇÃO DA CARTEIRA DE MOTORISTA

Tecnologia2 semanas ago

AMPLIAÇÃO DO ACESSO À INTERNET NO CAMPO AUMENTARIA O PIB EM ATÉ 1,2% AO ANO

Saúde2 semanas ago

ANO COMEÇA COM REAJUSTE DAS MENSALIDADES DOS PLANOS DE SAÚDE

ECONOMIA2 semanas ago

BOLSA DE VALORES ATRAIU DOIS MILHÕES DE NOVOS INVESTIDORES NO BRASIL

CONCURSO E EMPREGO2 semanas ago

O PROCESSOS DE CONTRATAÇÃO DURANTE A PANDEMIA

Nacional2 semanas ago

Veja o que o Senado aprovou de mais importante em 2020

Tecnologia2 semanas ago

CELULARES CHEGARAM AO BRASIL HÁ 30 ANOS

Nacional3 semanas ago

Retrospectiva: Autonomia para o Banco Central tem aprovação dos senadores

Nacional3 semanas ago

Retrospectiva: Pronampe permanente e marco regulatório do gás são aprovados no Senado

Internacional3 semanas ago

MORADORES DE WUHAN CONTAM HISTÓRIAS DE SOBREVIVÊNCIA UM ANO APÓS CORONAVÍRUS

Parceiros

IP Facebook

INFORMA PARAÍBA

    Parceiros

    Vejam também

    pt_BRPortuguês do Brasil