Connect with us

Internacional

Nitrato de amônio provocou tragédia na Alemanha há 100 anos

Substância suspeita de ter provocado megaexplosão no Líbano foi largamente usada pela Alemanha na fabricação de explosivos na 1° Guerra. Em 1921, “berço industrial” alemão voou pelos ares, deixando mais de 500 mortos.

Quarta-feira, 21 de setembro de 1921, 7h32. Em Munique, ouviram-se dois sons abafados. Não muito altos, mas fortes o suficiente para que as pessoas se perguntassem de onde teriam partido e o que estaria por trás deles. A resposta só se tornou conhecida horas depois.

A cerca de 300 quilômetros de distância, em Oppau, hoje um distrito de Ludwigshafen às margens do rio Reno, havia ocorrido uma explosão estrondosa em uma unidade da empresa Basf (sigla de Badische Anilin & Soda Fabrik).

No lugar da explosão, abriu-se uma cratera de 90 metros de largura, 120 metros de comprimento e 20 metros de profundidade. Morreram 561 pessoas e 1.952 ficaram feridas.

Foram registradas duas explosões – uma inicial de menor intensidade e, em seguida, uma gigantesca, que devastou a fábrica e parte da região. Pelo menos 1.036 prédios foram completamente destruídos a 600 metros do centro de explosão, e outros 928 foram seriamente danificados a uma distância de até 900 metros. Quase todas as pessoas que moravam em Oppau ficaram desabrigadas. A onda de choque ainda destruiu os vitrais medievais da Catedral de Worms, a 13 quilômetros.

A causa: o manuseio irresponsável do principal produto fabricado nesta planta da Basf: uma mistura de sulfato de amônio e nitrato de amônio usada como fertilizante.

O nitrato de amônio (NH4NO3) é justamente apontado como o responsável pela megaexplosão que ocorreu em Beirute na terça-feira (04/08). Quase 100 anos antes, ele já provocara destruição na Alemanha, quando seus riscos ainda não eram completamente conhecidos.

O nitrato de amônio sintético era um carro-chefe da Basf. Foi justamente na fábrica de Oppau que a amônia, um dos materiais necessários para sua produção, começou a ser sintetizada em escala industrial, em 1913. A sintetização artificial do material e outros derivados de amônia teve origem em experimentos dos cientistas alemães Fritz Haber e Carl Bosch entre 1908 e 1912, um processo que logo foi adquirido pela Basf.

Fritz Haber, um dos responsáveis pelo desenvolvimento da produção sintética da amônia
Fritz Haber, um dos responsáveis pelo desenvolvimento
da produção sintética da amônia

A descoberta seria crucial para o governo da Alemanha nos anos seguintes, já que o nitrato de amônia não é apenas usado em fertilizantes, mas também em explosivos.  Antes dessa descoberta, as potências europeias dependiam das minas de nitrato de sódio no Chile. Isolada por um bloqueio naval dos aliados na Primeira Guerra Mundial, a Alemanha ficou sem acesso ao nitrato sul-americano. A solução foi expandir a produção sintética.

Mas foi justamente a natureza explosiva do material que traçou o caminho para a tragédia de 1921. Depois da guerra, com a Alemanha derrotada, a Basf se voltou para a produção de fertilizantes.

A mistura de sulfato de amônio e nitrato de amônio, no entanto, tinha um problema. Ela tendia a se solidificar nos imensos tanques e depósitos na fábrica.

Para conseguir manusear o material, golpes de picareta não eram suficientes. Os funcionários passaram então a realizar pequenas explosões controladas nas pastas de fertilizante. À época, cientistas acreditavam que uma mistura com menos de 60% de nitrato de amônio era segura. A Basf usava uma mistura de 50%, que parecia ainda mais inofensiva. Antes da megaexplosão, a Basf já havia realizado cerca de 20 mil pequenas detonações no seu imenso “mingau” de fertilizantes em Oppau.

Mas, com o tempo, outros processos industriais que passaram a ser aplicados, como uma nova etapa de secagem, alterando a mistura, que passou a se tornar potencialmente mais explosiva. Para piorar, o entendimento de que uma mistura com menos de 60% de nitrato de amônio era “segura” era incorreto. Um fertilizante com mais de 55% da substância já tinham maior chance de explodir. 

Havia cerca de 4.500 toneladas de fertilizante na planta no dia da tragédia, mas apenas 10% desse material efetivamente explodiu. Acredita-se que havia vários bolsões mais ricos em nitrato de amônio na montanha de fertilizante.

As explosões de rotina não suscitaram a desconfiança de que uma catástrofe de tal porte pudesse ocorrer, segundo Rolf Haselhorst, do corpo de bombeiros da Basf.

“Em princípio, naquela época, não existia nenhuma experiência que demonstrasse que tal processo de explosão – aplicado erradamente – pudesse levar a grandes danos. O nível de conhecimentos ainda não era tão alto. Tratava-se de um produto que começara a ser fabricado cinco ou seis anos antes. Mas o problema da sua petrificação nos grandes depósitos já era conhecido há muito tempo e, durante anos, fora solucionado com as explosões. Por isso, não se tinha consciência dos efeitos que elas podiam provocar. Hoje, existem processos de explosão aplicada, examinados e aprovados pelas autoridades de segurança da Alemanha, que são utilizados com êxito.”

Dois meses antes da explosão de Oppau, 19 operários já haviam morrido na explosão de um vagão repleto de nitrato de amônio em uma fábrica da Lignose AG na então cidade alemã de Kriewald (hoje Krywałd, na Polônia). O acidente teve o mesmo percurso; uma pequena detonação intencional para soltar a mistura. No entanto, a Basf só tomou conhecimento desse acidente depois de sofrer a sua própria tragédia, um sinal de como eram as condições industriais à época.

Já o acidente de Beirute parece indicar que os cuidados com o material, especialmente a questão do seu armazenamento em grandes quantidades, continuam insuficientes em lugares do mundo.

Em 1921, o acidente de Oppau despertou boatos no exterior, especialmente porque a Alemanha ainda era vista como uma inimiga três anos depois da Primeira Guerra. Jornais estrangeiros chegaram a apontar que a explosão teria sido causada experimentos secretos de novas armas, feitos em segredo. Muitos pareciam não acreditar que um fertilizante seria capaz de provocar uma explosão dessa escala.   

Ainda houve especulações de que a explosão ocorreu num depósito de armas. “Quando se considera a existência de uma facção militar vingativa na Alemanha que busca outra guerra para restaurar seu poder maligno, (…) não é inconcebível que o desastre de Oppau possa ter sido causado por experimentos secretos”, publicou o jornal americano New York Times, em outubro de 1921.

No entanto, nenhum serviço de inteligência estrangeiro confirmou a suspeita. Hoje, o acidente de Oppau é estudado rotineiramente por técnicos de segurança industrial.

Há diversos memoriais em Oppau que lembram a catástrofe. O funeral das vítimas contou com a presença do então presidente alemão Friedrich Ebert. Uma multidão de 70.000 pessoas acompanhou o enterro das vítimas no cemitério de Ludwigshafen.

Continue Reading
Advertisement

Relógio

Grupo do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Portal Informa Paraíba

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias

TWITTER DO PORTAL INFORMA PARAÍBA

www.informaparaiba.com.br

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias.

Página do Portal Informa Paraíba (Facebook)

ENTRETENIMENTO29 minutos ago

Yuri Carvalho e Ruanna fazem show em solidariedade às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul

CIDADE14 horas ago

Pesquisa do Procon de Santa Rita revela variação de 38% no preço do arroz parboilizado

Judiciário14 horas ago

Pensão alimentícia e gestão de bens comuns: como o STJ vê a prestação de contas no direito de família

ENTRETENIMENTO14 horas ago

Orquestra Sinfônica da Paraíba homenageia Brasil e Argentina com músicas brasileiras e tangos

Judiciário14 horas ago

MPPB recomenda medidas para promoção da igualdade racial nas escolas estaduais

Judiciário14 horas ago

Alexandre de Moraes suspende lei municipal que proíbe uso de linguagem neutra em escola

Judiciário14 horas ago

TJPB recebe equipe de inspeção do CNJ para aprimorar atendimento prestado pelo Judiciário

ESTADO14 horas ago

Pollyanna Dutra reforça a importância de políticas públicas no combate à fome no G20 Social

CIDADE15 horas ago

Lançamento da pré-candidatura de Manoel Costa a vereador atraí mais de 300 pessoas no bairro de Marcos Moura

Esporte15 horas ago

Flamengo se aproxima de valor recorde e astronômico para patrocínio máster

Esporte15 horas ago

Vettel faz Ímola sorrir, e Norris faz F1 ter esperanças

Esporte15 horas ago

Anderson Silva revela por que Chael Sonnen será seu último adversário no Brasil

Esporte15 horas ago

Sousa vai ao STJD pedindo anulação de partida contra o Santa Cruz-RN

Esporte15 horas ago

[VÍDEO] Rafael Nadal já chegou e retorna a Roland Garros dois anos depois

Esporte15 horas ago

Brasil assegura mais quatro ouros no Mundial de Atletismo Paralímpico

ECONOMIA15 horas ago

Trabalhadores que atual por 15, 20 ou 25 anos nestas profissões têm aposentadoria especial! Confira

ESTADO15 horas ago

João Azevêdo é homenageado na Câmara de João Pessoa pelas ações e obras estruturantes na Capital

Educação & Cultura15 horas ago

Instalação obrigatória de internet nas escolas públicas deve ser votada na CCDD

Internacional16 horas ago

Como fica o Irã após a morte do presidente Raisi?

Internacional16 horas ago

Taiwan empossa novo presidente em meio a tensão com a China

Internacional16 horas ago

OMS e Unicef apoiam campanha de vacinação contra a pólio em Angola

Internacional16 horas ago

Êxodo em Gaza chega a 810 mil pessoas

Internacional16 horas ago

TPI busca mandados de prisão contra líderes israelenses e do Hamas

Saúde16 horas ago

Inteligência Artificial diminui falsos positivos de câncer de mama

Saúde16 horas ago

Áudios de atenção plena reduzem efeitos colaterais do tratamento de câncer

Nacional16 horas ago

EUA rejeitam proposta brasileira de imposto global para bilionários

Nacional16 horas ago

Pacheco: Maioria é a favor do fim da reeleição para o Executivo

Nacional16 horas ago

PL alerta parlamentares contra apoio a candidatos de outros partidos nas eleições municipais de 2024

Nacional16 horas ago

Ciro Gomes critica fake news de Janja: ‘não deveria ser a prioridade’ no RS

Nacional16 horas ago

Lira recorrerá de parecer do MPF em processo contra Felipe Neto

Internacional10 meses ago

Cidade alemã passa a distribuir gratuitamente filtro solar

Internacional11 meses ago

IMPRESSIONANTE – GOVERNO CANADENSE ADMITE: “Os não vacinados estavam certos sobre as vacinas de mRNA”

ENTRETENIMENTO10 meses ago

JIBÓIA

ENTRETENIMENTO11 meses ago

Exorcista: filme “Nefarious” é “o melhor já produzido” sobre possessão demoníaca

AGRICULTURA & PECUÁRIA4 meses ago

Com produtor revisando tamanho da safra, 2024 inicia cercado de incertezas para a soja

Internacional4 meses ago

Secretário-geral da ONU condena atos criminosos no Equador

CONCURSO E EMPREGO5 meses ago

Carreiras em Extinção? Veja Quais Podem Sumir

Nacional10 meses ago

CNS reconhece religiões afro como complementares ao SUS

ENTRETENIMENTO8 meses ago

Conheça Rocco, um cão mistura de rottweiler com husky siberiano: ‘Parece o Batman’

ECONOMIA5 meses ago

Calendário do Bolsa Família 2024: saiba quando você vai receber

Internacional5 meses ago

Fome já é generalizada em Gaza, alerta ONU

AGRICULTURA & PECUÁRIA5 meses ago

Número de IGs cresceu 60% em quatro anos no Brasil

CIDADE5 meses ago

Polêmica em Princesa Isabel: Vereadores aprovam aumento salarial próprio e do Executivo

Saúde5 meses ago

OS PRINCIPAIS LEGUMES E VERDURAS QUE AJUDAM A PREVENIR DOENÇAS CRÔNICAS

Internacional5 meses ago

Israel quer controlar e fechar fronteira entre Gaza e Egito

Judiciário9 meses ago

Informativo destaca não exigência de provas para fixação de indenização mínima por danos morais

Judiciário8 meses ago

Entender Direito: especialistas discutem os embargos de divergência

ENTRETENIMENTO5 meses ago

HORTÊNSIAS

Educação & Cultura5 meses ago

Campina Grande entra na disputa e poderá ser escolhida para receber nova Escola de Sargentos do Exército após impasse em Pernambuco

Internacional5 meses ago

“Perdas, dor e angústia” após ataques aéreos marcam o início do ano na Ucrânia

CIÊNCIA & TECNOLOGIA5 meses ago

Vale a pena usar um gerador de conteúdo para redes sociais?

Nacional11 meses ago

Relator lê parecer sobre indicação de Cristiano Zanin ao STF; sabatina está marcada para 21 de junho

Educação & Cultura11 meses ago

Novo ensino médio precisa levar em conta realidade de alunos e municípios, aponta debate

Nacional12 meses ago

Repórter da TV Globo é agredida por segurança de Maduro após questionamento

Nacional5 meses ago

TCU pede que ministra da Saúde pague R$ 11 milhões a cofres públicos

ECONOMIA11 meses ago

Por unanimidade, TCU aprova contas do governo Bolsonaro

CIDADE12 meses ago

Vereador Marlon vence queda de braço com prefeito de Sobrado e fica com comando do Republicanos no município

ENTRETENIMENTO4 meses ago

PASSEIO MOSTRA COMO É UM BORBOLETÁRIO

Educação & Cultura11 meses ago

EXCLUSIVO: Gilson Souto Maior lança em julho ‘História da Imprensa na Paraíba’

Nacional12 meses ago

Lula volta a defender ditadura: ‘Houve muito respeito com a participação do Maduro’

ENTRETENIMENTO17 horas ago

REVOLUCIONANDO A AGRICULTURA: FLORES COMESTÍVEIS E AQUAPONIA

Saúde17 horas ago

PLANOS DE SAÚDE CANCELAM CONTRATOS DE CLIENTES ILEGALMENTE

CONCURSO E EMPREGO17 horas ago

ALERTA PARA O USO DE IA EM EXAMES DE RECRUTAMENTO

Saúde17 horas ago

FAPESP: VACINA CONTRA A GRIPE, PESQUISA CONTRA O COVID 19 E FUTURO INCERTO

Nacional17 horas ago

O VERDADEIRO TAMANHO DO DESASTRE NO RS – E AS OUTRAS CRISES QUE SE ANUNCIAM

ENTRETENIMENTO3 dias ago

DOBERMANN, O CACHORRO MAIS ASSUSTADOR

Educação & Cultura3 dias ago

A MODERNIZAÇÃO DOS COLÉGIOS AGRÍCOLAS NO PR

CIÊNCIA & TECNOLOGIA3 dias ago

GOVERNO LANÇA PORTAL CONTRA FAKE NEWS

ENTRETENIMENTO3 dias ago

DONA DE JARDIM COM MAIS DE 500 MIL SEGUIDORES COMPARTILHA CUIDADOS COM PLANTAS

Internacional3 dias ago

CIDADES DO MUNDO SOFREM COM COLAPSOS CLIMÁTICOS COMO DO RS

AGRICULTURA & PECUÁRIA3 dias ago

PRODUÇÃO DE MEL COM ABELHAS SEM FERRÃO

AGRICULTURA & PECUÁRIA6 dias ago

CAPRINOCULTURA – VALE A PENA INVESTIR?

Internacional6 dias ago

REINO UNIDO: ESTAMOS PERTO DE ESCALADA NUCLEAR

Educação & Cultura6 dias ago

BANCAS E LIVRARIAS SE REINVENTAM EM MEIO AO MERCADO DIGITAL

ECONOMIA6 dias ago

SETOR DE VAREJO APRESENTA MELHORA E PODER DE COMPRA PODE ESTAR SUBINDO

ENTRETENIMENTO6 dias ago

RECEITA DO DOCE DE MAMÃO CRISTALIZADO

Internacional6 dias ago

MONTEVIDÉU SE PREPARA PARA O AVANÇO DO MAR

ECONOMIA7 dias ago

CRISE NO VAREJO: ESPECIALISTAS ANALISAM A CRISE PERSISTENTE NO SETOR

ENTRETENIMENTO7 dias ago

CONSERVAÇÃO DO MICO LEÃO PRETO

Saúde7 dias ago

VINAGRE DE MAÇA NÃO É UM REMÉDIO MILAGROSO CONTRA VÍRUS

Educação & Cultura7 dias ago

AS ESTRANHAS RAZÕES PELAS QUAIS PESSOAS DORMIAM EM ARMÁRIOS NA IDADE MÉDIA

Saúde7 dias ago

AS 3 ONDAS DE DOENÇAS INFECCIOSAS QUE DEVEM ACOMETER O RS DEPOIS DAS INUNDAÇÕES

Internacional2 semanas ago

POR QUE AMEAÇAS À LIBERDADE DE IMPRENSA SÃO TENDÊNCIA GLOBAL

ENTRETENIMENTO2 semanas ago

COMO É VIVER NO PAÍS MAIS FELIZ DO MUNDO

ENTRETENIMENTO2 semanas ago

GALINHAS ORNAMENTAIS: O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE COMEÇAR?

CONCURSO E EMPREGO2 semanas ago

QUAIS EMPREGOS ESTÃO EM RISCO COM A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL?

CONCURSO E EMPREGO2 semanas ago

AS RAZÕES PELA VOLTA DO TRABALHO PRESENCIAL NOS 5 DIAS DA SEMANA

ENTRETENIMENTO2 semanas ago

RECEITA DA CUECA VIRADA

Educação & Cultura2 semanas ago

MEC QUER TORNAR O FIES MAIS ATRATIVO COM RELANÇAMENTO E NOVAS REGRAS

Educação & Cultura2 semanas ago

PRIMEIRO ATLAS GEOLÓGICO DA LUA FICA PRONTO

Advertisement
Advertisement

Vejam também

Somos o Portal Informa Paraíba, uma empresa de marketing e portal de informações que oferece um noticioso com assuntos diversos. Nosso objetivo é fornecer conteúdo relevante e atualizado para nossos leitores, mantendo-os informados sobre os acontecimentos mais importantes. Nossa equipe é composta por profissionais experientes e apaixonados por comunicação, que trabalham incansavelmente para oferecer um serviço de qualidade. Além disso, estamos sempre em busca de novas formas de melhorar e inovar, para podermos atender às necessidades e expectativas de nossos clientes. Seja bem-vindo ao nosso mundo de informações e descubra tudo o que o Portal Informa Paraíba tem a oferecer. Fiquem bem informados acessando o Portal Informa Paraíba: www.informaparaiba.com.br