Connect with us

Judiciário

O dilema do TSE nas eleições de 2024

Otimismo manifestado pela corte enfrenta realidade substancialmente mais problemática do que a prevista

Fachada do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicou, no dia 1º de março, as resoluções que orientarão as Eleições Municipais de 2024. Entre as resoluções publicadas, ganha destaque a Resolução TSE 23.732/2024, que, alterando a Resolução TSE 23.610/2019, regulamenta a veiculação de propaganda eleitoral. 

Segundo o ministro Alexandre de Moraes, presidente do TSE, essa Resolução seria uma das regulamentações mais avançadas “do mundo” no combate à desinformação, às fake news e ao uso ilícito da inteligência artificial (IA). A promessa feita pelo ministro é a de prover a Justiça Eleitoral com “instrumentos eficazes para combater o desvirtuamento nas propagandas eleitorais, nos discursos de ódio, fascistas, antidemocráticos e na utilização de IA para colocar na fala de uma pessoa algo que ela não disse”.

No entanto, o otimismo manifestado pelo TSE enfrenta uma realidade substancialmente mais problemática do que a prevista. Se, de um lado, a Resolução do TSE 23.610 representa um passo audacioso rumo à modernização da legislação eleitoral, de outro, ela traz questionamentos complexos sobre os limites do poder regulamentar do TSE e do papel designado aos provedores de aplicação de Internet no combate à desinformação.

Extrapolação do poder regulamentar do TSE?

Por definição, as resoluções do TSE são instrumentos normativos editados para promover a fiel execução da lei, não podendo ultrapassar os limites nela estabelecidos, seja para criar, modificar, seja para extinguir direitos. 

No entanto, a nova Resolução parece transgredir essa delimitação fundamental ao criar novas obrigações para as plataformas, como remoção imediata de conteúdo e implementação de sistemas de transparência permanentes, introduzindo, também, uma nova hipótese de responsabilidade solidária não decorrente de lei ou vontade das partes. 

Essas medidas, que sequer constavam da minuta pública da Resolução – e que, portanto, não foram discutidas na audiência pública –, representam um ponto de tensão significativo e geram preocupações sobre o potencial atropelo e abuso regulatório do TSE.

Da alteração da sistemática prevista no Marco Civil da Internet e criação de novas obrigações aos provedores

O Marco Civil da Internet estabelece o regime de responsabilidade civil aplicável aos provedores de aplicação de internet, condicionando a sua responsabilização à inércia após recebimento de ordem judicial específica para remoção de conteúdo infrator. Este modelo, denominado “judicial notice and take down”, visa a equilibrar a liberdade de expressão com a proteção de direitos de terceiros na internet.

A nova Resolução, contudo, modifica significativamente essa dinâmica ao introduzir a responsabilidade solidária dos provedores que “não promoverem a indisponibilização imediata” de conteúdos e contas ecasos de risco”. Esses casos, segundo a Resolução, incluem atos antidemocráticos, discurso de ódio, informações inverídicas ou gravemente descontextualizadas, ameaças contra membros da Justiça Eleitoral e conteúdo manipulado por IA.

Além disso, nos termos da nova Resolução, os provedores passarão a ser obrigados a (i) monitorar ininterruptamente os conteúdos compartilhados por seus usuários para impedir a circulação de “fatos notoriamente inverídicos ou gravemente descontextualizados que atinjam a integridade do processo eleitoral”, (ii) veicular e impulsionar conteúdo informativo de forma gratuita e (iii) manter atualizado o repositório de decisões do TSE.

Com efeito, as inovações trazidas pela nova Resolução não apenas ampliam significativamente a responsabilidade dos provedores, como também alteram o papel por eles desempenhado, já que lhes obriga a adotar uma postura ativa na identificação e remoção de conteúdos prejudiciais à dinâmica eleitoral. Com isso, os provedores deixam de ser meros intermediários que hospedam conteúdo de terceiros e passam a desempenhar o papel de “guardiões da veracidade” do material compartilhado em suas plataformas.

Na prática, além de preocupações quanto a um possível abuso regulamentar pelo TSE, a Resolução provoca inquietações multifacetadas. Do ponto de vista jurídico, a exigência de que os provedores avaliem as condutas dos usuários e realizem a remoção imediata de conteúdo cuja ilicitude não é objetivamente aferível – valoração esta que caberia exclusivamente à Justiça Eleitoral – pode gerar receios quanto à remoção excessiva de conteúdo mediante mera notificação de interessados.

Sob a perspectiva técnico-operacional, a implementação de medidas dessa magnitude apresenta desafios consideráveis, demandando dos provedores um investimento significativo em infraestrutura tecnológica para monitorar e remover conteúdo, especialmente diante do prazo exíguo de até 60 dias para implementação estipulado pela Resolução. 

Por fim, mas não menos importante, surgem os dilemas éticos. Afinal, o combate às fake news é uma luta exclusiva dos provedores? Serão essas medidas capazes de reduzir verdadeiramente o impacto da desinformação e promover um ambiente informativo mais íntegro e saudável? 

A resposta, diferentemente do que antecipa o TSE, parece ser negativa. A desinformação, um fenômeno multifacetado impulsionado por uma variedade de fatores – desde dinâmicas sociais complexas até avanços tecnológicos rápidos –, desafia as soluções simplistas propostas pela nova Resolução. A desinformação se espalha em tamanha velocidade que a solução encontrada pelo TSE, desacompanhada do envolvimento de outras camadas da sociedade e de uma agenda regulatória efetiva, que preveja medidas de curto a longo prazo, não pode conter.   

Fato é que, embora a modernização da lei eleitoral para enfrentar os desafios digitais contemporâneos seja válida e necessária, as modificações devem respeitar os princípios constitucionais e democráticos, assegurando que o combate à desinformação não desvirtue o papel e a natureza dos provedores de aplicação de internet e comprometa a liberdade de expressão e a própria função social da internet.  

Continue Reading
Advertisement

Relógio

Grupo do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Portal Informa Paraíba

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias

TWITTER DO PORTAL INFORMA PARAÍBA

www.informaparaiba.com.br

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias.

Página do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Esporte2 horas ago

Nos pênaltis, Sousa vence Botafogo-PB e é campeão Paraibano de 2024

Esporte2 horas ago

Carol Meligeni perde para Siegemund, e Brasil cai para Alemanha mais uma vez na BJK Cup

Esporte2 horas ago

Fla encara Halcones por vaga na final da Champions League de basquete

Esporte3 horas ago

Popó confirma luta contra Vitor Belfort e anuncia quando será o combate

Esporte3 horas ago

Doornbos aconselha Verstappen: “Vá para a Mercedes, a Ford não será a melhor opção

Educação & Cultura3 horas ago

Atlas do IBGE com Brasil no centro vira polêmica: como surgiu o marco zero dos mapas?

Segurança Pública3 horas ago

É falsa informação de que STF extinguiu hora extra aos policiais civis

Judiciário3 horas ago

ADI 6.655: futuro dos cargos comissionados e veredito do STF para tribunais de contas

Judiciário3 horas ago

Último ano de mandato e o aumento na despesa com pessoal

Educação & Cultura3 horas ago

Usufruído ou não, recreio deve ser computado na jornada de professora

Judiciário3 horas ago

Reforma do Código Civil prevê divórcio unilateral direto no cartório

ESTADO4 horas ago

Mais de 68,7 mil doses aplicadas no “Dia D contra a Influenza e Multivacinação” 

CIDADE4 horas ago

Mais de 5,8 mil pessoas foram imunizadas durante o ‘Dia D’ de vacinação na Capital

ESTADO4 horas ago

Governo da Paraíba facilita acesso de pescadores ao Cadastro Nacional da Agricultura Familiar

ESTADO4 horas ago

Programa Opera Paraíba realiza primeira cirurgia de artroplastia total de quadril no Hospital Regional de Picuí

Judiciário4 horas ago

Aborto: a vida começa na concepção – recente resolução do Conselho Federal de Medicina

CIDADE4 horas ago

CPICS Equilíbrio do Ser oferece meditação para gerenciamento do estresse e da ansiedade 

CIDADE4 horas ago

Clube de Vantagens do IPM-JP concede aos aposentados descontos em rede conveniada

ESTADO4 horas ago

Agevisa adequa legislação estadual à nacional e restringe venda livre de álcool a 70% na Paraíba a partir de 30 de abril 

ESTADO4 horas ago

CRMV-PB e Abracrim alertam para maus-tratos contra animais; saiba como denunciar

Esporte4 horas ago

Alex Poatan apaga Jamahal Hill com nocaute avassalador e mantém cinturão dos meio-pesados no UFC 300

Segurança Pública4 horas ago

COMO ANALISAR E EVITAR GOLPES DO PIX

Saúde4 horas ago

UMA SEGUNDA INFECÇÃO POR DENGUE PODE SER PIOR DO QUE A PRIMEIRA?

ECONOMIA4 horas ago

IMPOSTO DE RENDA: RECEITA FEDERAL AUMENTA LIMITE DE ISENÇÃO DE IMÓVEIS

Internacional4 horas ago

Micróbios da Antártida resistem em clima similar ao de Marte

AGRICULTURA & PECUÁRIA4 horas ago

Equipes da Companhia coletam dados para atualizar números da safra de café

AGRICULTURA & PECUÁRIA4 horas ago

Safra de grãos 2023/2024 está estimada em 294,1 milhões de toneladas

AGRICULTURA & PECUÁRIA4 horas ago

Soja: mercado avalia divergência entre projeções de safra do Brasil

AGRICULTURA & PECUÁRIA5 horas ago

Na contramão do país, exportações de milho sobem em Mato Grosso

AGRICULTURA & PECUÁRIA5 horas ago

Produção de tabaco cai 16%

Internacional9 meses ago

Cidade alemã passa a distribuir gratuitamente filtro solar

Internacional10 meses ago

IMPRESSIONANTE – GOVERNO CANADENSE ADMITE: “Os não vacinados estavam certos sobre as vacinas de mRNA”

Judiciário11 meses ago

Escravizados

ENTRETENIMENTO9 meses ago

JIBÓIA

ENTRETENIMENTO10 meses ago

Exorcista: filme “Nefarious” é “o melhor já produzido” sobre possessão demoníaca

Nacional8 meses ago

CNS reconhece religiões afro como complementares ao SUS

ENTRETENIMENTO6 meses ago

Conheça Rocco, um cão mistura de rottweiler com husky siberiano: ‘Parece o Batman’

AGRICULTURA & PECUÁRIA3 meses ago

Com produtor revisando tamanho da safra, 2024 inicia cercado de incertezas para a soja

Nacional12 meses ago

Advogado de Adélio Bispo recebeu R$ 315 mil do PCC, segundo inquérito da PF

Internacional3 meses ago

Secretário-geral da ONU condena atos criminosos no Equador

CONCURSO E EMPREGO3 meses ago

Carreiras em Extinção? Veja Quais Podem Sumir

CIDADE11 meses ago

Sapé: ex-candidato a prefeito Luizinho, vice e coligação são condenados a pagar R$ 300 mil por infringir norma eleitoral e sanitária

Nacional11 meses ago

Bomba: Alexandre de Moraes monitorava todos os passos de funcionários do gabinete de Bolsonaro e da primeira-dama desde 2021, diz Folha

ECONOMIA3 meses ago

Calendário do Bolsa Família 2024: saiba quando você vai receber

Internacional3 meses ago

Fome já é generalizada em Gaza, alerta ONU

Nacional12 meses ago

Exclusivo: imagens mostram baixo contingente de segurança no Planalto e atuação do GSI no 8 de janeiro

AGRICULTURA & PECUÁRIA3 meses ago

Número de IGs cresceu 60% em quatro anos no Brasil

CIDADE3 meses ago

Polêmica em Princesa Isabel: Vereadores aprovam aumento salarial próprio e do Executivo

Judiciário7 meses ago

Informativo destaca não exigência de provas para fixação de indenização mínima por danos morais

Nacional11 meses ago

Lira manda novo recado ao governo Lula: “grande resistência entre os parlamentares”

Judiciário6 meses ago

Entender Direito: especialistas discutem os embargos de divergência

Saúde3 meses ago

OS PRINCIPAIS LEGUMES E VERDURAS QUE AJUDAM A PREVENIR DOENÇAS CRÔNICAS

Internacional3 meses ago

Israel quer controlar e fechar fronteira entre Gaza e Egito

ENTRETENIMENTO3 meses ago

HORTÊNSIAS

Educação & Cultura3 meses ago

Campina Grande entra na disputa e poderá ser escolhida para receber nova Escola de Sargentos do Exército após impasse em Pernambuco

Segurança Pública11 meses ago

Conheça as 6 piores prisões do mundo

Nacional10 meses ago

Relator lê parecer sobre indicação de Cristiano Zanin ao STF; sabatina está marcada para 21 de junho

Internacional3 meses ago

“Perdas, dor e angústia” após ataques aéreos marcam o início do ano na Ucrânia

Educação & Cultura10 meses ago

Novo ensino médio precisa levar em conta realidade de alunos e municípios, aponta debate

Nacional11 meses ago

Repórter da TV Globo é agredida por segurança de Maduro após questionamento

Segurança Pública4 horas ago

COMO ANALISAR E EVITAR GOLPES DO PIX

Saúde4 horas ago

UMA SEGUNDA INFECÇÃO POR DENGUE PODE SER PIOR DO QUE A PRIMEIRA?

ECONOMIA4 horas ago

IMPOSTO DE RENDA: RECEITA FEDERAL AUMENTA LIMITE DE ISENÇÃO DE IMÓVEIS

Internacional2 dias ago

O PIOR LUGAR DO MUNDO PARA SER MULHER?

Saúde2 dias ago

CIÊNCIA PODE ESTAR PERTO DE DESCOBRIR ORIGEM DE TRANSTORNOS ALIMENTARES

Saúde2 dias ago

POR QUE O BRASIL TEM RECORDE DE CASOS DE DENGUE?

Nacional2 dias ago

SOTAQUE CARIOCA: POR QUE SE FALA CHIADO NO RJ?

Saúde2 dias ago

O QUE O CAFÉ FAZ REALMENTE COM O SEU CORPO

ENTRETENIMENTO3 dias ago

RECEITA DA COCADA DE MARACUJÁ

Saúde3 dias ago

IBGE APONTA QUE 60% DA POPULAÇÃO BRASILEIRA ADULTA ESTÁ ACIMA DO PESO

Saúde3 dias ago

OZEMPIC: INJEÇÕES PARA DIABETES AGORA COMO REMÉDIO PARA EMAGRECIMENTO

Internacional3 dias ago

EMPRESA DO REINO UNIDO LANÇA ‘ESCUDO’ QUE DEIXA QUALQUER PESSOA INVISÍVEL

AGRICULTURA & PECUÁRIA3 dias ago

MARÇO DE 2024 FOI O MÊS MAIS QUENTE DA HISTÓRIA

ENTRETENIMENTO4 dias ago

BRASILEIRO CASAM MENOS E FICAM MENOS TEMPO JUNTOS

ENTRETENIMENTO4 dias ago

SEXTO SENTIDO, UM PODER OCULTO?

Saúde4 dias ago

METAIS TÓXICOS EM BEBÊS

Nacional4 dias ago

PREOCUPAÇÃO COM O USO DA IA NAS CAMPANHAS POLÍTICAS VOLTA À TONA

CIÊNCIA & TECNOLOGIA4 dias ago

A CORRIDA PELO CAMINHÃO DO FUTURO

CIÊNCIA & TECNOLOGIA5 dias ago

TV 3.0: COMO SERÁ A TELEVISÃO DO FUTURO NO PAÍS

ENTRETENIMENTO5 dias ago

CRIAÇÃO DE VIEIRAS: A JOIA DO MAR EM CULTIVO SUSTENTÁVEL

Saúde5 dias ago

SINAIS DO PARKINSON PODEM APARECER BEM ANTES DOS TREMORES

Saúde6 dias ago

FEBRE OROPOUCHE: CRESCE CASOS DA DOENÇA COM SINTOMAS PARECIDO COM A DENGUE

AGRICULTURA & PECUÁRIA6 dias ago

PESQUISA DA UFMG TRANSFORMA XIXI EM ADUBO

Saúde1 semana ago

É PRECISO HIGIENIZAR A LATINHA ANTES DE CONSUMIR A BEBIDA?

CIÊNCIA & TECNOLOGIA1 semana ago

ROBÓTICA É PARA TODOS?

Internacional1 semana ago

MERCOSUL QUER FECHAR ACORDOS COMERCIAIS COM OUTROS BLOCOS

ECONOMIA1 semana ago

PARTE DO IMPOSTO DEVIDO PODE SER DOADO

Educação & Cultura1 semana ago

MAIOR MAPA EM 3D DO UNIVERSO PODE REVOLUCIONAR COMPREENSÃO DO COSMOS

ENTRETENIMENTO1 semana ago

RECEITA DO BOLO DE MILHO VERDE

Nacional1 semana ago

COMO O BRASIL ESTÁ SE TORNANDO O PAÍS DOS EVANGÉLICOS

Advertisement
Advertisement

Vejam também

Somos o Portal Informa Paraíba, uma empresa de marketing e portal de informações que oferece um noticioso com assuntos diversos. Nosso objetivo é fornecer conteúdo relevante e atualizado para nossos leitores, mantendo-os informados sobre os acontecimentos mais importantes. Nossa equipe é composta por profissionais experientes e apaixonados por comunicação, que trabalham incansavelmente para oferecer um serviço de qualidade. Além disso, estamos sempre em busca de novas formas de melhorar e inovar, para podermos atender às necessidades e expectativas de nossos clientes. Seja bem-vindo ao nosso mundo de informações e descubra tudo o que o Portal Informa Paraíba tem a oferecer. Fiquem bem informados acessando o Portal Informa Paraíba: www.informaparaiba.com.br