Connect with us

Internacional

O que está por trás da alta de casos de coqueluche na Europa

Doença já infectou 32 mil pessoas no continente de janeiro a março deste ano. Se tendência continuar, os casos de coqueluche poderão aumentar cerca de dez vezes em 2024 em comparação com um ano habitual

No inverno europeu de 2023, especialistas em saúde de todo o continente começaram a notar um fenômeno incomum: os casos de coqueluche estavam aumentando. 

No Reino Unido, por exemplo, o número de casos atingiu o ponto mais alto em duas décadas. Mas isso não estava ocorrendo apenas na Europa. As autoridades de saúde dos EUA também começaram a relatar um aumento.

Somente entre janeiro e março de 2024, foram registrados 32 mil casos de coqueluche na Europa – para comparação, a média anual fica em torno de 38 mil, segundo o Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC), que divulga esse dado desde 2011. Se a tendência continuar, os casos de coqueluche poderão aumentar cerca de dez vezes em 2024 em comparação com um ano habitual.

De acordo com os números apresentados no último relatório do ECDC, a maioria dos casos europeus ocorreu em crianças, faixa etária para a qual a doença é mais mortal.  

Apesar disso, esses números precisam ser interpretados com cautela, pondera Paul Hunter, professor de medicina da Universidade de East Anglia, no Reino Unido. Isso porque o número de casos pode ser, na verdade, ainda maior.

Como os bebês correm risco mais alto quando se trata da doença, eles normalmente têm muito mais probabilidade de receber um diagnóstico do que indivíduos de outras faixas etárias. Muitas pessoas mais velhas, porém, também podem ter contraído coqueluche e não terem sido diagnosticadas.

Por outro lado, Hunter explica que também é possível que haja uma espécie de “efeito de contágio”. Como os médicos estão cada vez mais conscientes da coqueluche, é mais provável que deem um diagnóstico sobre a doença do que no passado – fator que também pode distorcer os números. 

Por que os casos estão aumentando

Especialistas ainda não sabem dizer com certeza por que os casos estão aumentando. Tal como acontece com a maioria dos surtos de doenças infecciosas, isso pode ter relação com uma série de fatores diferentes atuando ao mesmo tempo. 

Juntamente com um declínio da vacinação em bebês, está também a queda constante na imunização durante a gravidez em toda a Europa – o que também ajuda a explicar o grande número de casos em bebês.

Mães não vacinadas durante a gestação não transmitem anticorpos aos bebês recém-nascidos. “Você só começa a vacinar crianças contra a coqueluche por volta das oito semanas”, explica Hunter. “E a maior parte das doenças mais graves ocorre frequentemente antes disso.”

As taxas de vacinação contra a doença durante a gravidez variam amplamente em todo o continente europeu, de acordo com o relatório de maio do ECDC. Na Espanha, cerca de 88% das grávidas foram vacinadas em 2023. Na República Tcheca, onde foi registrado um aumento acentuado nos casos, esse índice foi de apenas 1,6%.

No Reino Unido, a adesão entre as grávidas diminuiu ao longo da última década, de cerca de 70% em 2016 para aproximadamente 60% em 2023. 

O papel da covid-19

Além disso, o aumento pode estar relacionado, pelo menos em parte, ao que as autoridades de saúde chamam de queda na imunidade da população desde a pandemia de covid-19.

Com os protocolos rigorosos adotados durante a pandemia para evitar o SARS-CoV-2 – como uso de máscaras, higiene das mãos, menos aglomeração –, os casos de gripe e estreptococos atingiram mínimos históricos. 

Desde o fim da pandemia, os casos voltaram a aumentar. Mas Hunter diz que isso não explica totalmente o aumento drástico da coqueluche. 

Isso porque a doença não estava presente na população em níveis elevados antes da pandemia – existia, mas era rara, não como a gripe. E os casos de gripe talvez tenham duplicado nos anos desde a pandemia, segundo Hunter – e não aumentado dez vezes, como estamos prestes a ver com a coqueluche. 

Vacina contra coqueluche

O terceiro provável fator complicador para a alta poderia ser as próprias vacinas contra a coqueluche, dizem os especialistas.

O primeiro imunizante contra a doença foi introduzido em meados do século 20 em países desenvolvidos como EUA, Canadá e partes da Europa. Embora tenha sido muito eficaz, foi associado a efeitos colaterais negativos. A queda acentuada na imunidade contra a doença levou a surtos nas décadas de 70 e 80.

Durante o final da década de 90 e início da década de 2000, os países começaram a introduzir uma vacina de segunda geração – desta vez uma injeção acelular (desenvolvidas a partir de fragmentos de uma bactéria), em vez de uma vacina celular.

Embora não tenha provocado os efeitos secundários associados à primeira vacina, essa versão foi ligeiramente menos eficaz, conferindo imunidade por um período de tempo mais curto. 

O que pode ser feito

O aumento de casos apresenta um desafio para os médicos, destaca Andrew Preston, professor e especialista em coqueluche da Universidade de Bath, no Reino Unido. 

Os reforços de vacinação podem ser uma opção para reduzir o contágio, mas “não está totalmente claro com que frequência é possível se imunizar sem perder a eficácia”.

Ou será necessário se acostumar com a ideia de que “desde que consigamos evitar que os bebês fiquem gravemente doentes e morram, todos os outros tenham que lidar com uma tosse crônica de vez em quando?”, destaca Preston.

Existem novas vacinas contra coqueluche, explica, algumas das quais poderiam transferir imunidade “muito superior” em comparação com as duas disponíveis atualmente. 

Mas, segundo ele, seria difícil introduzir essas doses no calendário atual de vacinas. Isso porque o imunizante contra a coqueluche é combinado com outras cinco vacinas numa única dose no Reino Unido e na maior parte da Europa, motivo pelo qual a introdução de uma nova injeção exigiria uma reestruturação. 

“Teríamos que reformular todas as outras vacinas, e isso é uma tarefa monstruosa”, destaca Preston.

A situação no Brasil

No Brasil, a vacina para coqueluche faz parte do calendário de imunização do Sistema Único de Saúde (SUS) e devem ser imunizadas crianças de até 6 anos, 11 meses e 29 dias. Há também uma vacina específica para gestantes e profissionais de saúde que atuam em maternidades e em unidades de internação neonatal, atendendo recém-nascidos e crianças menores de um ano de idade.

Grávidas devem fazer uma dose da vacina do tipo adulto (dTpa) a partir da 20ª semana a cada gestação. A imunidade não é permanente, após cinco a dez anos, em média, da última dose da vacina, a proteção pode ser pouca ou inexistente.

Em 2021, 2022 e 2023 foram confirmados 159, 244 e 214 casos de coqueluche no Brasil, respectivamente. Este ano, foram 31 casos até 22 de abril, de acordo com o Ministério da Saúde.

A coqueluche é uma infecção respiratória e causada pela bactéria Bordetella Pertussis

Os sintomas podem se manifestar em três níveis. No primeiro, o mais leve, são parecidos com os de um resfriado, incluindo mal-estar geral, corrimento nasal, tosse seca e febre baixa. No estágio intermediário, a tosse seca piora e, no estágio mais avançado, pode ser tão intensa que pode comprometer a respiração, provocar vômitos ou cansaço extremo. Geralmente, os sintomas da coqueluche duram entre seis a 10 semanas.

A transmissão ocorre, principalmente, pelo contato direto do doente com uma pessoa não vacinada por meio de gotículas eliminadas por tosse, espirro ou até mesmo ao falar. Em alguns casos, a transmissão pode ocorrer por objetos recentemente contaminados com secreções de pessoas doentes. O tratamento da coqueluche é feito basicamente com antibióticos, sob orientação médica.

Continue Reading
Advertisement

Relógio

Grupo do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Portal Informa Paraíba

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias

TWITTER DO PORTAL INFORMA PARAÍBA

www.informaparaiba.com.br

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias.

Página do Portal Informa Paraíba (Facebook)

AGRICULTURA & PECUÁRIA8 horas ago

O Monstro oculto na Petrobras durante o governo Lula

CIDADE8 horas ago

Lei do município de Sapé sobre a aposentadoria dos servidores é julgada inconstitucional

Politíca8 horas ago

Lei de Jutay proíbe punição a famílias de autistas em condomínios

Politíca8 horas ago

ALPB apreciou mais de 5.500 matérias no primeiro semestre de 2024

Nacional8 horas ago

Procurador Solicita Investigação sobre Repasse de Secretária do Governo Lula para ONG

Politíca1 dia ago

Pesquisa Índice/Fonte83 revela os 70 nomes mais lembrados para Câmara de Vereadores de João Pessoa

Esporte1 dia ago

Reunião de planejamento com a Federação Cearense de Futebol de Travinha

CIDADE1 dia ago

Visita de Nilvan Ferreira às UPAEs em Recife: fortalecendo a saúde pública

Nacional1 dia ago

Cadê o Lula?

Internacional1 dia ago

Esfera gigante na China pronta para desvendar os segredos do universo

Nacional1 dia ago

O feirão de Arthur Lira

Judiciário1 dia ago

Entenda as três teses em julgamento do STF sobre descriminalização de maconha

Politíca2 dias ago

“RESULTADOS PODEM NÃO AGRADAR, MAS ELEIÇÕES LIVRES SÃO A FORÇA DA DEMOCRACIA”

Educação & Cultura2 dias ago

PISA: O BRASIL NO RANKING INTERNACIONAL

ENTRETENIMENTO2 dias ago

CHICO BUARQUE: 80 ANOS DE CRIATIVIDADE

CIÊNCIA & TECNOLOGIA2 dias ago

COMO NVIDIA VIROU A EMPRESA MAIS VALIOSA DO MUNDO?

AGRICULTURA & PECUÁRIA2 dias ago

TECNOLOGIA AJUDA NO MANEJO E PREVENÇÃO DE DOENÇAS

Internacional2 dias ago

Faixa de Gaza é marcada pelo definhamento infantil, alerta a ONU

Internacional2 dias ago

No Dia Mundial do Refugiado, ONU faz chamado urgente à solidariedade

Internacional2 dias ago

Cinco fatos sobre a seca causada pelo El Niño no sul da África

Internacional2 dias ago

ONU destaca subnotificação e estigma da violência sexual em conflitos

Internacional2 dias ago

ONU mobiliza ajuda para o Haiti em meio à temporada severa de furacões

Internacional2 dias ago

Uso de armamento pesado por Israel em Gaza levanta preocupações sobre violação das leis da guerra

Politíca2 dias ago

Pesquisa eleitoral em João Pessoa–PB para 2024: cenário atual e detalhes da consulta

Segurança Pública2 dias ago

Operação conjunta em João Pessoa resulta em prisão de traficantes e apreensão de drogas

AGRICULTURA & PECUÁRIA2 dias ago

Câmara aprova suspensão de dívidas para agricultores gaúchos afetados por enchentes

ECONOMIA3 dias ago

Nível de competitividade do Brasil cai, aproximando-se da Venezuela, diz Revista Exame

CIÊNCIA & TECNOLOGIA3 dias ago

Apple explica: por que o Apple Intelligence só roda em iPhones mais novos?

ENTRETENIMENTO3 dias ago

Morre Chrystian, cantor que fez dupla com Ralf

CIÊNCIA & TECNOLOGIA3 dias ago

ChatGPT, Gemini e Copilot: como usar o IA no trabalho?

Internacional11 meses ago

Cidade alemã passa a distribuir gratuitamente filtro solar

ENTRETENIMENTO12 meses ago

Exorcista: filme “Nefarious” é “o melhor já produzido” sobre possessão demoníaca

AGRICULTURA & PECUÁRIA6 meses ago

Com produtor revisando tamanho da safra, 2024 inicia cercado de incertezas para a soja

ENTRETENIMENTO11 meses ago

JIBÓIA

Internacional5 meses ago

Secretário-geral da ONU condena atos criminosos no Equador

ENTRETENIMENTO9 meses ago

Conheça Rocco, um cão mistura de rottweiler com husky siberiano: ‘Parece o Batman’

CONCURSO E EMPREGO6 meses ago

Carreiras em Extinção? Veja Quais Podem Sumir

Nacional11 meses ago

CNS reconhece religiões afro como complementares ao SUS

ECONOMIA6 meses ago

Calendário do Bolsa Família 2024: saiba quando você vai receber

Internacional6 meses ago

Fome já é generalizada em Gaza, alerta ONU

AGRICULTURA & PECUÁRIA6 meses ago

Número de IGs cresceu 60% em quatro anos no Brasil

CIDADE6 meses ago

Polêmica em Princesa Isabel: Vereadores aprovam aumento salarial próprio e do Executivo

Saúde6 meses ago

OS PRINCIPAIS LEGUMES E VERDURAS QUE AJUDAM A PREVENIR DOENÇAS CRÔNICAS

Internacional6 meses ago

Israel quer controlar e fechar fronteira entre Gaza e Egito

Judiciário10 meses ago

Informativo destaca não exigência de provas para fixação de indenização mínima por danos morais

Judiciário9 meses ago

Entender Direito: especialistas discutem os embargos de divergência

Educação & Cultura6 meses ago

Campina Grande entra na disputa e poderá ser escolhida para receber nova Escola de Sargentos do Exército após impasse em Pernambuco

ENTRETENIMENTO6 meses ago

HORTÊNSIAS

Internacional6 meses ago

“Perdas, dor e angústia” após ataques aéreos marcam o início do ano na Ucrânia

CIÊNCIA & TECNOLOGIA6 meses ago

Vale a pena usar um gerador de conteúdo para redes sociais?

Educação & Cultura12 meses ago

Novo ensino médio precisa levar em conta realidade de alunos e municípios, aponta debate

Nacional6 meses ago

TCU pede que ministra da Saúde pague R$ 11 milhões a cofres públicos

ENTRETENIMENTO5 meses ago

PASSEIO MOSTRA COMO É UM BORBOLETÁRIO

Judiciário1 mês ago

Juízes comemoram inclusão do Judiciário entre atividades de risco

ENTRETENIMENTO4 meses ago

1º Cabedelo MotoFest: prepare-se para uma explosão de emoções na praia do Jacaré!

Internacional3 meses ago

China

CIÊNCIA & TECNOLOGIA11 meses ago

Como sair do grupo de WhatsApp anonimamente e ninguém ver

ESTADO7 meses ago

Energisa reúne empresas de telecomunicações para tratar sobre segurança na disposição de cabos em postes 

Nacional10 meses ago

EXCLUSIVO – Leia na íntegra o pronunciamento de 7 de setembro de Lula

ENTRETENIMENTO11 meses ago

Assistam ao filme “Tropa de elite 2 – O inimigo agora é outro” e reflitam

Politíca2 dias ago

“RESULTADOS PODEM NÃO AGRADAR, MAS ELEIÇÕES LIVRES SÃO A FORÇA DA DEMOCRACIA”

Educação & Cultura2 dias ago

PISA: O BRASIL NO RANKING INTERNACIONAL

ENTRETENIMENTO2 dias ago

CHICO BUARQUE: 80 ANOS DE CRIATIVIDADE

CIÊNCIA & TECNOLOGIA2 dias ago

COMO NVIDIA VIROU A EMPRESA MAIS VALIOSA DO MUNDO?

AGRICULTURA & PECUÁRIA2 dias ago

TECNOLOGIA AJUDA NO MANEJO E PREVENÇÃO DE DOENÇAS

Saúde3 dias ago

ESPECIALISTAS CRITICAM A MUDANÇA NA LEI DO ABORTO

ENTRETENIMENTO3 dias ago

TURISMO RURAL EM ROTA

ENTRETENIMENTO3 dias ago

TOMÁS DE AQUINO: O SANTO QUE TROUXE RAZÃO PARA A FÉ

Segurança Pública3 dias ago

REGULAMENTAR O USO DE DROGAS PODE SER NECESSÁRIO

Saúde3 dias ago

PL DO ABORTO: O QUE PODE MUDAR NA LEI QUE IGUALA ABORTO A HOMICÍDIO

AGRICULTURA & PECUÁRIA1 semana ago

ANÁLISE DO CANCELAMENTO DO LEILÃO DE ARROZ PELA CONAB

ENTRETENIMENTO1 semana ago

DIA DE SANTO ANTÔNIO: O SANTO É MESMO CASAMENTEIRO?

Internacional1 semana ago

QUAL O NOVO PERFIL DO PARLAMENTO EUROPEU?

Nacional1 semana ago

LULA VOLTA A DEFENDER TAXAÇÃO DOS MAIS RICOS

CIÊNCIA & TECNOLOGIA1 semana ago

O NEUROCIENTISTA QUE NÃO ACREDITA NO LIVRE-ARBÍTRIO

Saúde1 semana ago

BRADICININA: REMÉDIO CONTRA A PRESSÃO ALTA

CIÊNCIA & TECNOLOGIA1 semana ago

BRASIL É O PRIMEIRO PAÍS A TER TECNOLOGIA ANTI-ROUBO EM CELULARES

ECONOMIA1 semana ago

ALIMENTOS PUXAM INFLAÇÃO PARA CIMA EM MAIO

Segurança Pública1 semana ago

MARCAS DE PERFUMES DE LUXO ESTÃO ENVOLVIDAS COM TRABALHO INFANTIL

CIDADE1 semana ago

PROJETO SUBSTITUI CARROÇA POR TRICICLO NA COLETA DE RECICLÁVEIS

Saúde1 semana ago

FDA CONCLUI QUE MEDICAMENTO PARA ALZHEIMER É EFICAZ

ECONOMIA1 semana ago

EMPRESÁRIOS VÃO AO SENADO PEDIR DERRUBADA DE MP QUE LIMITA CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS

Internacional1 semana ago

ELEIÇÕES PARA O PARLAMENTO EUROPEU TEM VITÓRIA DO CENTRO E AVANÇO DA DIREITA

CIÊNCIA & TECNOLOGIA1 semana ago

O QUE ESTÁ POR TRÁS DA ATUAL CORRIDA NUCLEAR?

Saúde1 semana ago

CANABINDOL

ENTRETENIMENTO1 semana ago

Vídeos reúnem pássaros com a plumagem mais magnífica e colorida

CIÊNCIA & TECNOLOGIA2 semanas ago

EMPRESAS PRIVADAS ENTRAM NA CORRIDA ESPACIAL

Internacional2 semanas ago

A EUROPA ESTÁ CANSADA DE TANTO TURISTA

Internacional2 semanas ago

RASTAFÁRI, MOVIMENTO RELIGIOSO QUE COMEÇOU NA JAMAICA

Judiciário2 semanas ago

AÇÕES CONTRA PLANOS DE SAÚDE CRESCEM 21% EM MAIO

Advertisement
Advertisement

Vejam também

Somos o Portal Informa Paraíba, uma empresa de marketing e portal de informações que oferece um noticioso com assuntos diversos. Nosso objetivo é fornecer conteúdo relevante e atualizado para nossos leitores, mantendo-os informados sobre os acontecimentos mais importantes. Nossa equipe é composta por profissionais experientes e apaixonados por comunicação, que trabalham incansavelmente para oferecer um serviço de qualidade. Além disso, estamos sempre em busca de novas formas de melhorar e inovar, para podermos atender às necessidades e expectativas de nossos clientes. Seja bem-vindo ao nosso mundo de informações e descubra tudo o que o Portal Informa Paraíba tem a oferecer. Fiquem bem informados acessando o Portal Informa Paraíba: www.informaparaiba.com.br