Connect with us

ECONOMIA

Índice de Preços ao Produtor (IPP) é de 0,45% em maio 

Setor de alimentos foi o de maior destaque no índice geral, com influência de 0,45 ponto percentual

Em maio de 2024, os preços da indústria variaram 0,45% frente a abril, quarto resultado positivo seguido nesse indicador. Nessa comparação, 15 das 24 atividades industriais tiveram variações positivas de preços. O acumulado no ano foi de 1,37%, enquanto o acumulado em 12 meses ficou em 0,17%. Em maio de 2023, o IPP havia sido -2,88%.

O Índice de Preços ao Produtor (IPP) das Indústrias Extrativas e de Transformação mede os preços de produtos “na porta de fábrica”, sem impostos e fretes, e abrange as grandes categorias econômicas.

Em maio de 2024, os preços da indústria variaram 0,45% frente a abril deste ano. Quinze das 24 atividades industriais investigadas na pesquisa apresentaram variações positivas de preço ante o mês imediatamente anterior. Em comparação, 21 atividades haviam apresentado maiores preços médios em abril em relação ao mês anterior, quando a variação deste mesmo indicador também havia sido positiva para a indústria geral.

As quatro variações mais intensas foram em indústrias extrativas (-4,98%); máquinas, aparelhos e materiais elétricos (1,91%); alimentos (1,88%); e vestuário (1,76%).

O setor de alimentos foi o de maior destaque na composição do resultado agregado, na comparação com abril. A atividade foi responsável por 0,45 ponto percentual (p.p.) de influência na variação de 0,45% da indústria geral. Ainda neste quesito, outras atividades que também sobressaíram foram indústrias extrativas, com -0,25 p.p. de influência, metalurgia (0,09 p.p.) e papel e celulose (0,06 p.p.).

acumulado no ano, que compara os preços do mês de referência aos de dezembro do ano anterior, atingiu variação de 1,37%. Em 2023, a taxa acumulada até o mês de maio havia sido de –3,84%. O valor da taxa acumulada no ano até este mês de referência é o quarto menor já registrado para um mês de maio desde o início da série histórica, em 2014.

Em maio de 2024, entre as atividades que tiveram as maiores variações no acumulado no ano, sobressaíram: papel e celulose (9,73%), metalurgia (7,45%), farmacêutica (6,85%) e calçados e produtos de couro (5,85%). Na composição do resultado agregado da indústria, na perspectiva deste mesmo indicador (acumulado no ano), as principais influências foram registradas em metalurgia: 0,43 p.p., papel e celulose: 0,29 p.p., refino de petróleo e biocombustíveis: -0,23 p.p. e outros produtos químicos: 0,18 p.p.

O acumulado em 12 meses foi de 0,17% em maio. No mês anterior, a taxa havia sido de –3,15%. Os setores com as quatro maiores variações de preços na comparação de maio com o mesmo mês do ano anterior foram: impressão (7,08%); papel e celulose (7,04%); vestuário (6,74%); e calçados e produtos de couro (4,81%). Já os setores de maior influência no resultado agregado dessa mesma comparação foram: alimentos (-0,24 p.p.); papel e celulose (0,22 p.p.); outros produtos químicos (-0,16 p.p.); e vestuário (0,11 p.p.).

Entre as grandes categorias econômicas, a variação de preços em maio frente a abril de 2024 repercutiu assim: 0,07% de variação em bens de capital (BK); -0,20% em bens intermediários (BI); e 1,50% em bens de consumo (BC), sendo que a variação observada nos bens de consumo duráveis (BCD) foi de 0,01%, ao passo que nos bens de consumo semiduráveis e não duráveis (BCND) foi de 1,81%.

Ainda nesse indicador, a principal influência foi exercida por bens de consumo, cujo peso na composição do índice geral foi de 37,23% e respondeu por 0,55 p.p. da variação de 0,45% nas indústrias extrativas e de transformação. Completam a lista, bens intermediários, com influência de -0,11 p.p. e bens de capital com 0,01 p.p.. No caso de bens de consumo, a influência observada em maio se divide em 0,00 p.p., que se deveu à variação nos preços de bens de consumo duráveis, e 0,55 p.p. associado à variação de bens de consumo semiduráveis e não duráveis.

No acumulado do ano, houve variação de 1,20% em bens de capital; 0,17% em bens intermediários; e 3,25% em bens de consumo – sendo que bens de consumo duráveis acumulou variação de 1,08%, enquanto bens de consumo semiduráveis e não duráveis, 3,70%.

Em termos de influência no resultado acumulado no ano, bens de capital foi responsável por 0,09 p.p. dos 1,37% verificados na indústria geral até maio deste ano. Bens intermediários, por seu turno, respondeu por 0,09 p.p., enquanto bens de consumo exerceu influência de 1,19 p.p. no resultado agregado da indústria, influência que se divide em 0,07 p.p. devidos às variações nos preços de bens de consumo duráveis e 1,12 p.p. causados pelas variações de bens de consumo semiduráveis e não duráveis.

No acumulado em 12 meses, a variação de preços de bens de capital foi de -0,25% em maio/2024. Os preços dos bens intermediários, por sua vez, variaram -0,59% neste intervalo de um ano e a variação em bens de consumo foi de 1,39%, sendo que bens de consumo duráveis apresentou variação de preços de 1,69% e bens de consumo semiduráveis e não duráveis de 1,33%.

No que diz respeito às influências no resultado agregado, com peso de 37,23% no cálculo do índice geral, bens de consumo foi responsável por 0,51 p.p. dos 0,17% de variação acumulada em 12 meses na indústria, neste mês de referência. No resultado de maio de 2024, houve, ainda, influência de -0,02 p.p. de bens de capital e de -0,33 p.p. de bens intermediários.

O resultado de bens de consumo, em particular, foi influenciado em 0,10 p.p. por bens de consumo duráveis e em 0,41 p.p. por bens de consumo semiduráveis e não duráveis, este último com peso de 83,34% no cômputo do índice daquela grande categoria.

Indústrias extrativas: pelo terceiro mês consecutivo, os preços do setor recuaram diante do mês anterior, -4,98% (a taxa mais intensa entre as três). Com isso, o acumulado no ano passou para o campo negativo, -3,42%, o que não acontecia desde julho de 2023 (-1,45%). A título de comparação, em maio de 2023, a variação acumulada era de 4,82%. No acumulado em 12 meses, a variação voltou ao campo positivo, em 0,54%, o que aconteceu em cinco dos seis meses entre dezembro de 2023 e maio de 2024 – a exceção foi abril, com -4,05%.

O destaque dado ao setor se deveu ao fato de apresentar, na comparação entre maio e abril, a maior variação (negativa, no caso) e a segunda influência (-0,25 p.p., em 0,45%).

Os dois produtos de maior peso no cálculo (80,50%) – “óleo bruto de petróleo” e “min. ferro e seus concentrados, exc. pelotizado/sinterizado” –, ao contrário do que vinha ocorrendo em meses anteriores, tiveram seus preços variando no mesmo sentido, com os de maio em níveis menores que os de abril.

Alimentos: assim como ocorreu em abril, a variação foi positiva, agora em 1,88%, a maior desde outubro de 2023, 1,98%. No acumulado no ano, a variação passou para o campo positivo, 0,10%, abaixo da de janeiro de 2023, 0,49% (em maio de 2023, estava em -1,76%), a última no campo positivo. Já no acumulado em 12 meses, como se observa desde abril de 2023, a comparação aponta para uma variação negativa, -0,96%, a menos intensa após maio de 2023 (-2,40%).

O setor se destacou por ter sido a terceira maior variação entre todas as atividades industriais. Com isso, posicionou-se como a primeira influência (0,45 p.p., em 0,45%). Foi também a primeira influência no acumulado em 12 meses (-0,24 p.p., em 0,17%).

Os quatro produtos que mais se destacaram, em termos de influência, no resultado mensal, responderam por 0,95 p.p., em 1,88%. Apenas um deles está ao mesmo tempo entre os destaques em termos de variação e influência: “leite esterilizado / UHT / Longa Vida”. A tendência de alta na cadeia do leite está atrelada a uma menor oferta do produto, que responde a um período de calor e seca.

Em termos de influência, além do produto já citado, completam a lista de destaque: “resíduos da extração de soja”, “açúcar VHP (very high polarization)” e “arroz semibranqueado ou branqueado, mesmo polido ou brunido”. A queda no preço do açúcar está em linha com o avanço da colheita de cana-de-açúcar. Os preços dos derivados de soja aceleraram em resposta tanto a uma maior demanda, tanto interna quanto externa, quanto a depreciação do real frente ao dólar (0,1%, na passagem de abril para maio, 4,8%, no acumulado no ano, e 3,0%, no acumulado em 12 meses). Por fim, o aumento no preço do arroz respondeu à limitação logística de escoamento da produção no Rio Grande do Sul.

Vestuário: a atividade apresentou a quarta variação mais intensa no índice mensal, de 1,76%, levando o acumulado no ano a 5,29%, e o terceiro maior resultado no acumulado em 12 meses, de 6,74%. Vale dizer que o resultado mensal é o quarto positivo no ano, perdendo em intensidade apenas para o de março, 2,67%.

Os produtos com maiores variações em maio frente a abril foram “camisetas (“T-Shirts”) e camisetas interiores” e “cuecas e semelhantes, de malha”, com resultados positivos; “camisas e semelhantes femininas, exceto de malha” e “camisas e semelhantes masculinas, exceto de malha”, com resultados negativos. Do ponto de vista da influência, “camisas e semelhantes femininas, exceto de malha” é substituído por “blusas, camisas e semelhantes, de malha, de uso feminino”, cujo impacto é positivo. Os quatro produtos de maior influência responderam por 1,84 p.p., em 1,76%, ou seja, a influência conjunta dos outros 14 produtos é negativa (-0,08 p.p.).

Papel e celulose: a atividade apresentou o maior acumulado no ano, de 9,73%, e o segundo maior acumulado em 12 meses, de 7,04%. Já o resultado mensal foi de 1,71%, acompanhando a tendência de crescimento dos preços da matéria prima (celulose) no mercado internacional, embora com intensidade menor que a observada nos meses de março e abril de 2024, além da depreciação do real frente ao dólar (0,1%, na passagem de abril para maio, 4,8%, no acumulado no ano, e 3,0%, no acumulado em 12 meses).

Os produtos com maiores variações positivas foram “papel kraft para embalagem não revestido” e “pasta química madeira, à soda/sulfato, exc. pasta dissolução”. Com resultados negativos, “absorventes e tampões higiênicos de qualquer matéria” e “cadernos”. Já as maiores influências vieram de: “absorventes e tampões higiênicos de qualquer matéria”, “papel higiênico”, “papel escrita, impressão, outros fins gráficos não revestido” e “pasta química madeira, à soda/sulfato, exc. pasta dissolução”. Em conjunto responderam por 1,70 p.p., de 1,71%, ou seja, a variação se deve em grande parte aos quatro produtos, cabendo 0,01 p.p. para os demais sete produtos.

Refino de petróleo e biocombustíveis: pelo quarto mês consecutivo, na comparação entre os preços do mês contra o mês anterior, a variação foi positiva, dessa vez em 0,09%, a menos intensa das quatro. Com isso o acumulado no ano saiu de -2,28%, em abril, para -2,19%, em maio (no mesmo mês de 2023, o acumulado era de -18,12%). No acumulado em 12 meses, depois de 14 resultados negativos, o de maio passou ao campo positivo, 1,02%.

O destaque dado ao setor se deveu ao fato de ter sido a terceira influência no acumulado no ano (-0,23 p.p., em 1,37%).

Os quatro produtos que mais influenciaram o resultado mensal responderam por 0,08 p.p., em 0,09%. Chama a atenção que todos são produtos cujo peso no cálculo não é tão grande, haja vista que dois, “óleo diesel” e “gasolina, exceto para aviação”, respondem por mais de 65% do setor, e eles não estão entre os quatro.

Outros produtos químicos: os preços ao produtor de químicos recuaram 0,63% em média na passagem de abril para maio, recuo que seguiu três altas seguidas em meses anteriores. Com os menores preços do mês o acumulado no ano desacelerou a 2,38% e o acumulado em 12 meses, por seu turno, chegou a -2,05%, taxa menos intensa da sequência deflacionária desse indicador, que teve início no final de 2022.

O resultado de maio está muito relacionado com a dinâmica dos preços na petroquímica cujo mercado internacional e doméstico deu sinais de arrefecimento no mês, com níveis de estoque equilibrados na cadeia consumidora. Nesse contexto, o grupo econômico de resinas e elastômeros apresentou recuo médio de 3,83% na comparação com abril. Em termos de influência no resultado agregado do setor, “propeno (propileno) não saturado” e “polietileno de baixa densidade (PEBD)” foram destaques pelo impacto de seus menores preços.

Destaque por apresentar o terceiro maior peso no cálculo do IPP (7,77%), a indústria química também esteve entre as quatro maiores influências setoriais nos resultados de mais longo prazo da pesquisa, 0,18 p.p. no acumulado no ano e -0,16 p.p. na comparação com maio de 2023, essa última muito devida ao resultado em fertilizantes e defensivos agrícolas.

Metalurgia: em maio, a variação de preços da atividade foi de 1,51% em relação ao mês anterior, atingindo o sexto resultado positivo consecutivo neste indicador e fazendo a atividade se destacar como a terceira maior influência nesse tipo de comparação entre todos os setores analisados na pesquisa (0,09 p.p. em 0,45%). Com isso, nos cinco primeiros meses de 2024, a atividade acumula uma alta de 7,45%, se destacando como a segunda maior variação e sendo influência mais intensa nesse indicador (0,43 p.p. em 1,37%) dentre todos os setores. Já no indicador acumulado em 12 meses, a atividade permanece no campo negativo, com os preços em maio de 2024 estando, em média, 1,55% menores que os de maio de 2023.

Dos quatro produtos de maior influência no índice mensal, os três que seguiram na mesma direção do setor e apresentaram resultados positivos são do grupo de metais não ferrosos: “chapas e tiras, de alumínio, de espessura superior a 0,2mm”, “alumínio não ligado em formas brutas” e “barras, perfis e vergalhões de cobre e de ligas de cobre”. O produto que se destacou na direção oposta da atividade, com impacto negativo, é do grupo de siderurgia: “lingotes, blocos, tarugos ou placas de aços ao carbono”. Esses quatro produtos de maior influência em maio frente a abril impactaram o resultado da atividade em 0,77 p.p., cabendo, então, 0,74 p.p. aos demais 20 produtos analisados.

O grupo de metais não ferrosos, que pautou o resultado do mês, também tem sido importante para explicar os resultados dos indicadores de mais longo prazo. Suas variações costumam estar ligadas às cotações das bolsas internacionais e têm sido impactadas, principalmente, por variações da cotação do alumínio, do ouro e, mais recentemente, pelo aumento do cobre. E vale lembrar também da importância da taxa de câmbio para explicar o resultado do setor: em maio, o dólar apresentou uma leve variação de 0,1% frente ao real, mas já acumula uma alta de 4,8% em 2024 e de 3,0% nos últimos 12 meses.

Saiba mais sobre o IPP

O IPP acompanha a mudança média dos preços de venda recebidos pelos produtores domésticos de bens e serviços, e sua evolução ao longo do tempo, sinalizando as tendências inflacionárias de curto prazo no país.

Trata-se de um indicador essencial para o acompanhamento macroeconômico e um valioso instrumento analítico para tomadores de decisão, públicos ou privados.

A pesquisa investiga, em pouco mais de 2.100 empresas, os preços recebidos pelo produtor, isentos de impostos, tarifas e fretes, definidos segundo as práticas comerciais mais usuais. Cerca de 6 mil preços são coletados mensalmente. As tabelas completas do IPP estão disponíveis no Sidra. A próxima divulgação do IPP, referente a junho, será em 30 de julho.

Como saber os dados mais atuais da economia brasileira? • IBGE Explica

Fonte: IBGE

Continue Reading
Advertisement

Relógio

Grupo do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Portal Informa Paraíba

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias

TWITTER DO PORTAL INFORMA PARAÍBA

www.informaparaiba.com.br

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias.

Página do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Nacional24 horas ago

Governo Lula usa notícia do governo Temer para dizer que preços de frutas estão baixos

CIDADE2 dias ago

Lazer e entretenimento para a criançada neste fim de semana

CIDADE2 dias ago

Em Madrid, Cícero e Dinho buscam ampliar convênio com Agência Espanhola

Politíca2 dias ago

TV Arapuan realiza dia 8 de agosto o primeiro debate entre candidatos à prefeitura de João Pessoa

Politíca2 dias ago

Nilvan Ferreira avança em Santa Rita e recebe apoio da ex-deputada Estefânia Maroja

CIDADE2 dias ago

André Ribeiro faz “DigAí Campina” de casa cheia na Zona Leste

CIDADE2 dias ago

Projeto ‘Escola de Gente Grande’ mantém inscrições abertas

Educação & Cultura2 dias ago

Nova lei concede licença a estudantes de ensino superior que se tornem pais

Internacional2 dias ago

Maduro fala em ‘banho de sangue’ se perder eleição; opositora denuncia suposto atentado

Internacional2 dias ago

Trump faz discurso de aceitação em convenção mais longo da história dos EUA

CIÊNCIA & TECNOLOGIA2 dias ago

Apagão cibernético global paralisa voos e afeta TVs, bancos e outros serviços

Judiciário2 dias ago

Brasil terá 155 milhões de eleitores nas eleições municipais deste ano

Judiciário2 dias ago

Mendonça reconsidera decisão que suspendeu punição a federações

ECONOMIA2 dias ago

Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 2

Educação & Cultura2 dias ago

Prouni terá mais de 240 mil bolsas no segundo semestre

Nacional2 dias ago

Michelle critica declaração de Lula sobre violência contra mulher

Esporte2 dias ago

Flamengo e Palmeiras se enfrentarão nas oitavas da Copa do Brasil

Nacional2 dias ago

Comentário machista de Lula gera polêmica ao relacionar torcedores Corintianos e violência contra as Mulheres

CIÊNCIA & TECNOLOGIA3 dias ago

Sonda solar da NASA atinge velocidade 500 vezes superior à do som

CIÊNCIA & TECNOLOGIA3 dias ago

Como saber se o celular está com vírus? Descubra agora

Esporte3 dias ago

Maior rival, Daniel Cormier sai em defesa de Jon Jones após acusação de agressão a agente antidoping

Esporte3 dias ago

Com Flamengo x Palmeiras, sorteio define jogos das oitavas de final da Copa do Brasil

Esporte3 dias ago

Fenômeno Caitlin Clark quebra recorde com duplo-duplo gigante na WNBA

Esporte3 dias ago

‘Em 2025 será difícil para Pecco Bagnaia, mas também para Marc Márquez’ – Jorge Lorenzo

Nacional3 dias ago

Lula pede garantia de benefícios ao discutir cortes no orçamento de 2025

Segurança Pública3 dias ago

Estupros batem novo recorde no Brasil

ECONOMIA3 dias ago

Fazenda revê projeção da inflação de 3,7% para 3,9% no ano e mantém previsão de crescimento de 2,5%

CIÊNCIA & TECNOLOGIA3 dias ago

Clone do Canva, Microsoft Designer agora está liberado para todos

Esporte3 dias ago

Quais os horários do GP da Hungria da Fórmula 1 2024

Nacional3 dias ago

Governo Lula impõe sigilo de 100 anos a declaração de conflito de interesse de ministro

Internacional12 meses ago

Cidade alemã passa a distribuir gratuitamente filtro solar

AGRICULTURA & PECUÁRIA6 meses ago

Com produtor revisando tamanho da safra, 2024 inicia cercado de incertezas para a soja

Internacional6 meses ago

Secretário-geral da ONU condena atos criminosos no Equador

ENTRETENIMENTO10 meses ago

Conheça Rocco, um cão mistura de rottweiler com husky siberiano: ‘Parece o Batman’

ENTRETENIMENTO12 meses ago

JIBÓIA

CONCURSO E EMPREGO7 meses ago

Carreiras em Extinção? Veja Quais Podem Sumir

Nacional12 meses ago

CNS reconhece religiões afro como complementares ao SUS

ECONOMIA7 meses ago

Calendário do Bolsa Família 2024: saiba quando você vai receber

Internacional7 meses ago

Fome já é generalizada em Gaza, alerta ONU

CIDADE7 meses ago

Polêmica em Princesa Isabel: Vereadores aprovam aumento salarial próprio e do Executivo

AGRICULTURA & PECUÁRIA7 meses ago

Número de IGs cresceu 60% em quatro anos no Brasil

Saúde7 meses ago

OS PRINCIPAIS LEGUMES E VERDURAS QUE AJUDAM A PREVENIR DOENÇAS CRÔNICAS

Internacional7 meses ago

Israel quer controlar e fechar fronteira entre Gaza e Egito

Judiciário11 meses ago

Informativo destaca não exigência de provas para fixação de indenização mínima por danos morais

Judiciário10 meses ago

Entender Direito: especialistas discutem os embargos de divergência

Educação & Cultura7 meses ago

Campina Grande entra na disputa e poderá ser escolhida para receber nova Escola de Sargentos do Exército após impasse em Pernambuco

ENTRETENIMENTO7 meses ago

HORTÊNSIAS

Internacional7 meses ago

“Perdas, dor e angústia” após ataques aéreos marcam o início do ano na Ucrânia

CIÊNCIA & TECNOLOGIA7 meses ago

Vale a pena usar um gerador de conteúdo para redes sociais?

Nacional7 meses ago

TCU pede que ministra da Saúde pague R$ 11 milhões a cofres públicos

ENTRETENIMENTO6 meses ago

PASSEIO MOSTRA COMO É UM BORBOLETÁRIO

Judiciário2 meses ago

Juízes comemoram inclusão do Judiciário entre atividades de risco

ENTRETENIMENTO5 meses ago

1º Cabedelo MotoFest: prepare-se para uma explosão de emoções na praia do Jacaré!

CIÊNCIA & TECNOLOGIA12 meses ago

Como sair do grupo de WhatsApp anonimamente e ninguém ver

ESTADO8 meses ago

Energisa reúne empresas de telecomunicações para tratar sobre segurança na disposição de cabos em postes 

Nacional11 meses ago

EXCLUSIVO – Leia na íntegra o pronunciamento de 7 de setembro de Lula

ENTRETENIMENTO12 meses ago

Assistam ao filme “Tropa de elite 2 – O inimigo agora é outro” e reflitam

CIÊNCIA & TECNOLOGIA12 meses ago

SÍLVIO MEIRA FALA SOBRE A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

Internacional4 meses ago

China

CONCURSO E EMPREGO9 meses ago

Concurso da PMPB pode ser suspenso? Jurista avalia

AGRICULTURA & PECUÁRIA2 semanas ago

QUEIJO AZUL, FEITO COM LEITE DE OVELHA, GANHA SELO ARTESANAL

Nacional2 semanas ago

DESMATAMENTO CAI NA AMAZÔNIA, MAS CRESCE NO CERRADO

CONCURSO E EMPREGO2 semanas ago

EMPRESA PREVÊ MULHERES EM 50% DOS CARGOS DE GESTÃO

ECONOMIA2 semanas ago

PIX TERÁ OPÇÃO DE PAGAMENTO POR APROXIMAÇÃO

Internacional2 semanas ago

O IMPACTO DA TROCA NO PODER DO REINO UNIDO APÓS 14 ANOS

Educação & Cultura2 semanas ago

ENEM DOS CONCURSOS: NOVO EDITAL É DIVULGADO COM POLÍTICA DE REEMBOLSO

AGRICULTURA & PECUÁRIA2 semanas ago

GOVERNO FEDERAL ANUNCIA PLANO SAFRA 2024/2025

Nacional2 semanas ago

SECA NO PANTANAL PODE CHEGAR A PONTO DE NÃO RETORNO

Saúde3 semanas ago

ESTUDO COMPROVA EFICÁCIA DE MEDICAMENTO CONTRA O CÂNCER DE PULMÃO

ENTRETENIMENTO3 semanas ago

RECEITA DO BOLO TENTAÇÃO

CIÊNCIA & TECNOLOGIA3 semanas ago

RELIGIÃO E CIÊNCIA

ECONOMIA3 semanas ago

BC MUDA MECANISMO DE RESSARCIMENTO A VÍTIMAS DE FRAUDES

ENTRETENIMENTO3 semanas ago

MANACÁ-DA-SERRA COMO CULTIVAR

Saúde3 semanas ago

BRASILEIRA DESCOBRE AÇÃO DE PROTEÍNA EM CASOS GRAVES DE COVID

ECONOMIA3 semanas ago

COMO IRÁ FUNCIONAR A NOVA META DE INFLAÇÃO DO BRASIL

CONCURSO E EMPREGO3 semanas ago

ENVELHECIMENTO MUDA DEMANDAS E VAGAS NO MERCADO DE TRABALHO

Internacional3 semanas ago

BOLÍVIA EM TENSÃO: ENTENDA EM 4 PONTOS A CRISE POLÍTICA NO PAÍS VIZINHO

ENTRETENIMENTO3 semanas ago

SAVANNAH: O HÍBRIDO SELVAGEM DE GATO COM SERVAL

Educação & Cultura4 semanas ago

FIM DA GREVE NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS

CONCURSO E EMPREGO4 semanas ago

BRASIL TEM MAIS DE 2 MILHÕES DE VAGAS EM CARGOS TÉCNICOS SOBRANDO

Nacional4 semanas ago

COMO MILHARES DE FAMÍLIAS GAÚCHAS FICARAM MAIS POBRES DO DIA PARA A NOITE

ENTRETENIMENTO4 semanas ago

ESTROGONOFE DE TILÁPIA FEITO NO FORNO VAI TE SURPREENDER

ENTRETENIMENTO4 semanas ago

TRÊS DICAS PRA CUIDAR BEM DAS ORQUÍDEAS

Politíca1 mês ago

“RESULTADOS PODEM NÃO AGRADAR, MAS ELEIÇÕES LIVRES SÃO A FORÇA DA DEMOCRACIA”

Educação & Cultura1 mês ago

PISA: O BRASIL NO RANKING INTERNACIONAL

ENTRETENIMENTO1 mês ago

CHICO BUARQUE: 80 ANOS DE CRIATIVIDADE

CIÊNCIA & TECNOLOGIA1 mês ago

COMO NVIDIA VIROU A EMPRESA MAIS VALIOSA DO MUNDO?

AGRICULTURA & PECUÁRIA1 mês ago

TECNOLOGIA AJUDA NO MANEJO E PREVENÇÃO DE DOENÇAS

Saúde1 mês ago

ESPECIALISTAS CRITICAM A MUDANÇA NA LEI DO ABORTO

ENTRETENIMENTO1 mês ago

TURISMO RURAL EM ROTA

Advertisement
Advertisement

Vejam também

Somos o Portal Informa Paraíba, uma empresa de marketing e portal de informações que oferece um noticioso com assuntos diversos. Nosso objetivo é fornecer conteúdo relevante e atualizado para nossos leitores, mantendo-os informados sobre os acontecimentos mais importantes. Nossa equipe é composta por profissionais experientes e apaixonados por comunicação, que trabalham incansavelmente para oferecer um serviço de qualidade. Além disso, estamos sempre em busca de novas formas de melhorar e inovar, para podermos atender às necessidades e expectativas de nossos clientes. Seja bem-vindo ao nosso mundo de informações e descubra tudo o que o Portal Informa Paraíba tem a oferecer. Fiquem bem informados acessando o Portal Informa Paraíba: www.informaparaiba.com.br