Connect with us

Internacional

Estupro é usado como arma de guerra no Sudão

Ignorado pelo resto do mundo, conflito no país do norte africano já gera a maior crise de deslocados do mundo. Violência sexual é relatada à DW por mulheres e crianças sobreviventes refugiadas no vizinho Chade

Halima (nome alterado) viveu em vários campos para pessoas deslocadas desde que se lembra. Toda vez que ela acreditava que tinha encontrado um lugar seguro, outro ataque acontecia, fazendo-a se deslocar inúmeras vezes.

As lembranças da vida sob estresse constante não a deixam dormir, diz ela à DW.

Em junho de 2023, as Forças de Apoio Rápido (FAR) – grupo paramilitar formado principalmente por milicianos da Janjawid, conhecidos por combater grupos étnicos insurgentes em nome do Exército – atacaram a área onde Halima vivia com a família em El Geneina, a capital de Darfur Ocidental.

Ela ouviu os milicianos chegarem em suas motocicletas. “Eles me encontraram em meu quarto”, relata. “Quatro deles me ameaçaram com armas. Um deles me estrangulou e me estuprou.”

Halima sofreu vários ferimentos, mas conseguiu escapar ao cruzar a fronteira com o Chade. Lá ela se sentiu segura, mas não conseguiu encontrar a ajuda médica de que tanto precisava depois da violência que passou.

Muitas mulheres e crianças refugiadas no Chade falaram sobre o assunto, e os relatos de violência sexual dentro dos acampamentos também têm aumentado.

Refugiada sudanesa exibe cartão de ajuda internacional em acampamento no Chad: nem no exterior elas estão a salvo

Violência étnica e de gênero 

A maioria das pessoas que fugiu da fronteira de um Sudão devastado pela guerra está agora em campos no leste do Chade, em lugares como Adre.

Halima é uma delas. Ela acredita que a FAR a estuprou principalmente por ela pertencer ao grupo étnico Massalit, que era maioria da cidade de El Geneina até ser atacado brutalmente no ano passado. 

Outra jovem do acampamento, Hadija (nome alterado), tem a mesma impressão de Halima.

Ela se lembra de como seu agressor perguntou a que etnia ela pertencia. “Eu não disse que era Massalit, eu disse que pertencia aos Fur.”

Ele ameaçou matá-la se ela fosse Massalit, acrescentando que os Massalit jamais seriam donos de qualquer terra no Sudão no futuro.

Hawa (nome alterado) sobreviveu a um ataque semelhante em junho de 2023.

Ela conta à DW que um integrante da FAR entrou na casa dela e atirou em seu primo de 20 anos. Em seguida, ela ouviu a mãe e a tia serem espancadas.

“Eu apanhei também, com um chicote, uma vara. Depois, ele me jogou na cama e me estuprou”.

Hawa só conseguiu encontrar um hospital dias depois. Ela precisou tomar pontos após o ataque e ainda sente dor ao caminhar.

Uma jovem sudanesa sobrevivente de violência sexual em frente ao seu abrigo em Adre, no Chade

Human Rights Watch alerta para possível genocídio

As histórias de mulheres que sobreviveram à violência são documentadas pela  ONG internacional de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch. A entidade alerta que o que acontece com o povo Massalit em Darfur Ocidental pode ser um genocídio.

Procurada, A FAR não quis se pronunciar.

A maior crise de deslocamento do mundo

Em um relatório sobre violência baseada em gênero publicado no final de 2023, a Agência da ONU para Refugiados (Acnur) informou que mulheres e meninas no Sudão tiveram de suportar o peso das consequências do conflito no país, incluindo um aumento “alarmante” nos casos de violência sexual.

Muitas das pessoas que buscam asilo em outros lugares dizem que sofreram ou testemunharam assédio, sequestro, estupro, agressão sexual, exploração sexual e outras formas de violência durante suas jornadas em busca de segurança.

Há mais de um ano, as Forças Armadas do Sudão têm lutado contra a FAR em uma batalha brutal pelo controle do país.

O conflito forçou milhões de pessoas a fugirem de suas casas desde abril de 2023, elevando o número de pessoas deslocadas para cerca de 12 milhões até junho de 2024.

Todos os dias, milhares de sudaneses tentam sair de Darfur Ocidental para o Chade para escapar da guerra e da violência em seu país

O Comitê Internacional de Resgate (IRC) informa que mais de 2 milhões de pessoas buscaram refúgio em países vizinhos desde o início do conflito. Mas a grande maioria delas permanece no Sudão – mais de 10 milhões de pessoas, o equivalente à praticamente a população inteira do Rio Grande do Sul. Trata-se da maior crise de deslocamento do mundo.

As organizações de ajuda humanitária destacam que há uma enorme escassez de financiamento para lidar com a crise no Sudão e em toda a região.

Dificuldades na entrega de assistência humanitária expõem mulheres e criança a ainda mais violência

Abdirahman Ali, diretor nacional da ONG CARE International para o Sudão, confirma o rápido aumento da taxa de violência de gênero relatada em todo o país, especialmente nas áreas que testemunham maior violência, como Darfur, Cartum e o estado de Al Jazirah.

Segundo ele, a violência contra meninas e mulheres continua, principalmente nos campos de refugiados, e está sendo exacerbada por dificuldades na entrega emergencial de alimentos, água e assistência médica.

Pessoas fazem fila para se registrar para uma possível ajuda alimentar em um acampamento para deslocados internos na região central do Sudão

O maior desafio, afirma Ali, é transportar suprimentos de saúde e nutrição através da fronteira do Chade com o Sudão para os deslocados internos.

“Há muitas áreas onde não podemos acessar ou mesmo prestar assistência devido ao conflito em curso e às restrições que impedem trabalhadores humanitários de chegar às pessoas necessitadas”, relata.

De acordo com o IRC, 90% das pessoas que cruzam as fronteiras da região em busca de segurança são mulheres e crianças. Uma em cada cinco dessas crianças pequenas sofre desnutrição aguda.

Muitos bebês morrem de desnutrição no campo de El Fasher, no norte de Darfur

O apoio psicológico às pessoas afetadas pela violência de gênero também é difícil de obter, diz Ali: “Há vários deslocamentos. Comunidades e refugiados se mudam de um local para outro, o que dificulta os esforços para fornecer apoio contínuo à população.” 

Fuga para Chade e para outros lugares

Antes do início do conflito, o Sudão já passava por uma grave crise humanitária causada pela instabilidade política de longo prazo e pelas pressões econômicas no país.

A guerra apenas agravou essas condições, deixando quase 25 milhões de pessoas – mais da metade da população do Sudão – em situação de necessidade, de acordo com o IRC.

Mais de 600 mil pessoas cruzaram a fronteira com o Chade, que já abrigava 400 mil refugiados sudaneses antes da eclosão do conflito, em abril de 2023.

É por isso que o IRC também expandiu os serviços de apoio para os refugiados sudaneses nos países vizinhos além do Chade, incluindo Uganda, Etiópia e Sudão do Sul. 

Organizações de ajuda humanitária afirmam ter dificuldades para fornecer nutrição e outros suprimentos a mulheres deslocadas internamente no Sudão

Direito humanitário internacional ignorado

Abdirahman Ali, da CARE International, exige que as partes envolvidas no conflito cumpram suas obrigações de acordo com o direito humanitário internacional para proteger as populações civis e a infraestrutura.

Para que a situação dos direitos humanos melhore, explica, os trabalhadores humanitários que prestam assistência também precisam receber garantias.

“É necessário que as partes em conflito se dirijam à mesa de negociações e garantam que essa crise seja interrompida”, diz ele. “Ela está causando um sofrimento humano indescritível ao povo do Sudão”.

Apesar do trauma, Hawa e Halima esperam voltar às suas vidas anteriores; Hawa sonha em concluir seus estudos em economia para trabalhar “como contadora ou administradora de empresas”.

Halima também quer retomar os estudos. “Se a situação melhorar, quero ir para a universidade”, conta. “Sou parteira, mas quero me tornar médica”.

Continue Reading
Advertisement

Relógio

Grupo do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Portal Informa Paraíba

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias

TWITTER DO PORTAL INFORMA PARAÍBA

www.informaparaiba.com.br

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias.

Página do Portal Informa Paraíba (Facebook)

CIDADE11 horas ago

Lazer e entretenimento para a criançada neste fim de semana

CIDADE11 horas ago

Em Madrid, Cícero e Dinho buscam ampliar convênio com Agência Espanhola

Politíca11 horas ago

TV Arapuan realiza dia 8 de agosto o primeiro debate entre candidatos à prefeitura de João Pessoa

Politíca12 horas ago

Nilvan Ferreira avança em Santa Rita e recebe apoio da ex-deputada Estefânia Maroja

CIDADE12 horas ago

André Ribeiro faz “DigAí Campina” de casa cheia na Zona Leste

CIDADE13 horas ago

Projeto ‘Escola de Gente Grande’ mantém inscrições abertas

Educação & Cultura13 horas ago

Nova lei concede licença a estudantes de ensino superior que se tornem pais

Internacional13 horas ago

Maduro fala em ‘banho de sangue’ se perder eleição; opositora denuncia suposto atentado

Internacional13 horas ago

Trump faz discurso de aceitação em convenção mais longo da história dos EUA

CIÊNCIA & TECNOLOGIA13 horas ago

Apagão cibernético global paralisa voos e afeta TVs, bancos e outros serviços

Judiciário13 horas ago

Brasil terá 155 milhões de eleitores nas eleições municipais deste ano

Judiciário13 horas ago

Mendonça reconsidera decisão que suspendeu punição a federações

ECONOMIA13 horas ago

Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 2

Educação & Cultura13 horas ago

Prouni terá mais de 240 mil bolsas no segundo semestre

Nacional13 horas ago

Michelle critica declaração de Lula sobre violência contra mulher

Esporte14 horas ago

Flamengo e Palmeiras se enfrentarão nas oitavas da Copa do Brasil

Nacional15 horas ago

Comentário machista de Lula gera polêmica ao relacionar torcedores Corintianos e violência contra as Mulheres

CIÊNCIA & TECNOLOGIA17 horas ago

Sonda solar da NASA atinge velocidade 500 vezes superior à do som

CIÊNCIA & TECNOLOGIA17 horas ago

Como saber se o celular está com vírus? Descubra agora

Esporte17 horas ago

Maior rival, Daniel Cormier sai em defesa de Jon Jones após acusação de agressão a agente antidoping

Esporte17 horas ago

Com Flamengo x Palmeiras, sorteio define jogos das oitavas de final da Copa do Brasil

Esporte17 horas ago

Fenômeno Caitlin Clark quebra recorde com duplo-duplo gigante na WNBA

Esporte17 horas ago

‘Em 2025 será difícil para Pecco Bagnaia, mas também para Marc Márquez’ – Jorge Lorenzo

Nacional17 horas ago

Lula pede garantia de benefícios ao discutir cortes no orçamento de 2025

Segurança Pública17 horas ago

Estupros batem novo recorde no Brasil

ECONOMIA17 horas ago

Fazenda revê projeção da inflação de 3,7% para 3,9% no ano e mantém previsão de crescimento de 2,5%

CIÊNCIA & TECNOLOGIA17 horas ago

Clone do Canva, Microsoft Designer agora está liberado para todos

Esporte17 horas ago

Quais os horários do GP da Hungria da Fórmula 1 2024

Nacional18 horas ago

Governo Lula impõe sigilo de 100 anos a declaração de conflito de interesse de ministro

Judiciário19 horas ago

Os 90 anos de nossa ‘Constituição efêmera’

Internacional12 meses ago

Cidade alemã passa a distribuir gratuitamente filtro solar

AGRICULTURA & PECUÁRIA6 meses ago

Com produtor revisando tamanho da safra, 2024 inicia cercado de incertezas para a soja

Internacional6 meses ago

Secretário-geral da ONU condena atos criminosos no Equador

ENTRETENIMENTO10 meses ago

Conheça Rocco, um cão mistura de rottweiler com husky siberiano: ‘Parece o Batman’

ENTRETENIMENTO12 meses ago

JIBÓIA

CONCURSO E EMPREGO7 meses ago

Carreiras em Extinção? Veja Quais Podem Sumir

Nacional12 meses ago

CNS reconhece religiões afro como complementares ao SUS

ECONOMIA7 meses ago

Calendário do Bolsa Família 2024: saiba quando você vai receber

Internacional7 meses ago

Fome já é generalizada em Gaza, alerta ONU

CIDADE7 meses ago

Polêmica em Princesa Isabel: Vereadores aprovam aumento salarial próprio e do Executivo

AGRICULTURA & PECUÁRIA7 meses ago

Número de IGs cresceu 60% em quatro anos no Brasil

Saúde7 meses ago

OS PRINCIPAIS LEGUMES E VERDURAS QUE AJUDAM A PREVENIR DOENÇAS CRÔNICAS

Internacional7 meses ago

Israel quer controlar e fechar fronteira entre Gaza e Egito

Judiciário11 meses ago

Informativo destaca não exigência de provas para fixação de indenização mínima por danos morais

Judiciário10 meses ago

Entender Direito: especialistas discutem os embargos de divergência

Educação & Cultura7 meses ago

Campina Grande entra na disputa e poderá ser escolhida para receber nova Escola de Sargentos do Exército após impasse em Pernambuco

ENTRETENIMENTO7 meses ago

HORTÊNSIAS

Internacional7 meses ago

“Perdas, dor e angústia” após ataques aéreos marcam o início do ano na Ucrânia

CIÊNCIA & TECNOLOGIA7 meses ago

Vale a pena usar um gerador de conteúdo para redes sociais?

Nacional7 meses ago

TCU pede que ministra da Saúde pague R$ 11 milhões a cofres públicos

ENTRETENIMENTO6 meses ago

PASSEIO MOSTRA COMO É UM BORBOLETÁRIO

Judiciário2 meses ago

Juízes comemoram inclusão do Judiciário entre atividades de risco

ENTRETENIMENTO5 meses ago

1º Cabedelo MotoFest: prepare-se para uma explosão de emoções na praia do Jacaré!

CIÊNCIA & TECNOLOGIA12 meses ago

Como sair do grupo de WhatsApp anonimamente e ninguém ver

ESTADO8 meses ago

Energisa reúne empresas de telecomunicações para tratar sobre segurança na disposição de cabos em postes 

Nacional11 meses ago

EXCLUSIVO – Leia na íntegra o pronunciamento de 7 de setembro de Lula

ENTRETENIMENTO12 meses ago

Assistam ao filme “Tropa de elite 2 – O inimigo agora é outro” e reflitam

Internacional4 meses ago

China

CIÊNCIA & TECNOLOGIA12 meses ago

SÍLVIO MEIRA FALA SOBRE A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

CONCURSO E EMPREGO9 meses ago

Concurso da PMPB pode ser suspenso? Jurista avalia

AGRICULTURA & PECUÁRIA2 semanas ago

QUEIJO AZUL, FEITO COM LEITE DE OVELHA, GANHA SELO ARTESANAL

Nacional2 semanas ago

DESMATAMENTO CAI NA AMAZÔNIA, MAS CRESCE NO CERRADO

CONCURSO E EMPREGO2 semanas ago

EMPRESA PREVÊ MULHERES EM 50% DOS CARGOS DE GESTÃO

ECONOMIA2 semanas ago

PIX TERÁ OPÇÃO DE PAGAMENTO POR APROXIMAÇÃO

Internacional2 semanas ago

O IMPACTO DA TROCA NO PODER DO REINO UNIDO APÓS 14 ANOS

Educação & Cultura2 semanas ago

ENEM DOS CONCURSOS: NOVO EDITAL É DIVULGADO COM POLÍTICA DE REEMBOLSO

AGRICULTURA & PECUÁRIA2 semanas ago

GOVERNO FEDERAL ANUNCIA PLANO SAFRA 2024/2025

Nacional2 semanas ago

SECA NO PANTANAL PODE CHEGAR A PONTO DE NÃO RETORNO

Saúde3 semanas ago

ESTUDO COMPROVA EFICÁCIA DE MEDICAMENTO CONTRA O CÂNCER DE PULMÃO

ENTRETENIMENTO3 semanas ago

RECEITA DO BOLO TENTAÇÃO

CIÊNCIA & TECNOLOGIA3 semanas ago

RELIGIÃO E CIÊNCIA

ECONOMIA3 semanas ago

BC MUDA MECANISMO DE RESSARCIMENTO A VÍTIMAS DE FRAUDES

ENTRETENIMENTO3 semanas ago

MANACÁ-DA-SERRA COMO CULTIVAR

Saúde3 semanas ago

BRASILEIRA DESCOBRE AÇÃO DE PROTEÍNA EM CASOS GRAVES DE COVID

ECONOMIA3 semanas ago

COMO IRÁ FUNCIONAR A NOVA META DE INFLAÇÃO DO BRASIL

CONCURSO E EMPREGO3 semanas ago

ENVELHECIMENTO MUDA DEMANDAS E VAGAS NO MERCADO DE TRABALHO

Internacional3 semanas ago

BOLÍVIA EM TENSÃO: ENTENDA EM 4 PONTOS A CRISE POLÍTICA NO PAÍS VIZINHO

ENTRETENIMENTO3 semanas ago

SAVANNAH: O HÍBRIDO SELVAGEM DE GATO COM SERVAL

Educação & Cultura3 semanas ago

FIM DA GREVE NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS

CONCURSO E EMPREGO3 semanas ago

BRASIL TEM MAIS DE 2 MILHÕES DE VAGAS EM CARGOS TÉCNICOS SOBRANDO

Nacional3 semanas ago

COMO MILHARES DE FAMÍLIAS GAÚCHAS FICARAM MAIS POBRES DO DIA PARA A NOITE

ENTRETENIMENTO3 semanas ago

ESTROGONOFE DE TILÁPIA FEITO NO FORNO VAI TE SURPREENDER

ENTRETENIMENTO3 semanas ago

TRÊS DICAS PRA CUIDAR BEM DAS ORQUÍDEAS

Politíca4 semanas ago

“RESULTADOS PODEM NÃO AGRADAR, MAS ELEIÇÕES LIVRES SÃO A FORÇA DA DEMOCRACIA”

Educação & Cultura4 semanas ago

PISA: O BRASIL NO RANKING INTERNACIONAL

ENTRETENIMENTO4 semanas ago

CHICO BUARQUE: 80 ANOS DE CRIATIVIDADE

CIÊNCIA & TECNOLOGIA4 semanas ago

COMO NVIDIA VIROU A EMPRESA MAIS VALIOSA DO MUNDO?

AGRICULTURA & PECUÁRIA4 semanas ago

TECNOLOGIA AJUDA NO MANEJO E PREVENÇÃO DE DOENÇAS

Saúde1 mês ago

ESPECIALISTAS CRITICAM A MUDANÇA NA LEI DO ABORTO

ENTRETENIMENTO1 mês ago

TURISMO RURAL EM ROTA

Advertisement
Advertisement

Vejam também

Somos o Portal Informa Paraíba, uma empresa de marketing e portal de informações que oferece um noticioso com assuntos diversos. Nosso objetivo é fornecer conteúdo relevante e atualizado para nossos leitores, mantendo-os informados sobre os acontecimentos mais importantes. Nossa equipe é composta por profissionais experientes e apaixonados por comunicação, que trabalham incansavelmente para oferecer um serviço de qualidade. Além disso, estamos sempre em busca de novas formas de melhorar e inovar, para podermos atender às necessidades e expectativas de nossos clientes. Seja bem-vindo ao nosso mundo de informações e descubra tudo o que o Portal Informa Paraíba tem a oferecer. Fiquem bem informados acessando o Portal Informa Paraíba: www.informaparaiba.com.br