Connect with us

Judiciário

Meu “namorido” me enrola há mais de cinco anos…

A lei não reclama prazo certo para a constituição de união estável, mas deixa claros os requisitos que devem ser analisados com base nos contornos do caso concreto

Um sem número de pessoas pode estar vivendo em União Estável mesmo sem saber: consciente ou inconscientemente a insegurança de saber se efetivamente o “laço” que une as pessoas é ou não de união estável é um problema que via de regra pode ser evitado e é muito importante considerar isso tudo já que a Lei possui disposições acerca da União Estável, seus efeitos e as orientações jurisprudenciais há muito estão consolidadas no sentido de conferir proteção à União Estável, cumprindo a promessa da Constituição Federal de 1988.

Inicialmente é preciso destacar que União Estável não “começou” com o Código Civil em 2002. O referido Código (que inclusive está em vias de atualização) traz o regramento da União Estável no art. 1.723, todavia, há muito tempo a “união livre” vinha sendo reconhecida seja com base em construção jurisprudencial, seja com base nos diplomas legais anteriores, tudo isso visando conferir proteção ao relacionamento mantido por homem e mulher que não estivesse rotulado e formalizado como Casamento. A Constituição Federal de 1988 assim dispõe:

“Art. 226. A família, base da sociedade, tem especial proteção do Estado.

(…) § 3º.. Para efeito da proteção do Estado, é reconhecida a união estável entre o homem e a mulher como entidade familiar, devendo a lei facilitar sua conversão em casamento”.

A regulamentação da referida disposição, por sua vez, veio com a Lei Federal 9.278/96 e, muito antes, o STF já em 1964 exarada o verbete Sumular 380 que já construía alguma proteção a quem vivia em “união livre”, sem formalização de casamento, aludindo à “Sociedade de Fato”:

“Comprovada a existência de SOCIEDADE DE FATO entre os concubinos, é cabível a sua dissolução judicial, com a PARTILHA do patrimônio adquirido pelo esforço comum”.

Realmente um caminho muito grande foi trilhado até chegarmos à proteção assegurada nos dias atuais, sendo certo que a análise da jurisprudência de algumas décadas revela o retrato sofrido experimentado por quem vivia naquela situação naquela época:

“EMBARGOS. CONCUBINATO. SOCIEDADE DE FATO. DISSOLUCAO DE SOCIEDADE. INDENIZACAO POR SERVICOS PRESTADOS PELA CONCUBINA. Concubinato. Inexistencia de sociedade de fato, alias, reconhecida pela propria Embargante. Inaplicabilidade à especie da” Sumula “n. 380 do Egregio S.T.F., que reconhece ser cabivel a dissolucao judicial da Sociedade de Fato, quando comprovada a sua existencia, com a partilha do patrimonio adquirido pelo esforco comum, o que inocorre, na especie. Impossibilidade de se transformar o Julgador em Legislador, CRIANDO DIREITOS QUE A LEI NÃO RECONHECE, para dar à ex-concubina, dissolvido o concubinato, um PENSIONAMENTO, até o fim de sua vida, á titulo de indenizacao pelos servicos prestados, como concubina. Embargos Infringentes rejeitados, para confirmar-se o V. Acordao Embargado que, provendo a Apelacao do varao, julgou IMPROCEDENTE a ação proposta pela ex-concubina. (RCB) Vencidos os Des. Doreste Baptista e Fernando Celso”.

TJRJ. 1987.005.04059. Julgado em: 23/11/1988.

No cenário atual posto pelo Código Civil de 2002 é tratada no art. 1.723 que reza:

“Art. 1.723. É reconhecida como entidade familiar a união estável entre o homem e a mulher, configurada na convivência pública, contínua e duradoura e estabelecida com o objetivo de constituição de família”.

Como se observa, a Lei não reclama prazo certo para a constituição de união estável, mas deixa claros os requisitos que devem ser analisados com base nos contornos do caso concreto: convivência pública, contínua e duradoura, com o objetivo de constituição de família. A relação que ostenta os caracteres reclamados em Lei merece proteção como afirmado na CRFB, não podendo haver qualquer discriminação entre as formas de família, seja aquela rotulada pelo Casamento, seja aquela rotulada pela União Estável. Nesse sentido, a valiosa doutrina do saudoso mestre ZENO VELOSO (Código Civil Comentado. Vol XVII. 2003) ensina:

“Na real verdade, quer do ponto de vista jurídico, ou moral, ético, político, social, econômico, tanto é FAMÍLIA a que se funda no casamento como a que provém de uniões duradouras, sérias, informais, merecendo uma e outra o mesmo acatamento, RESPEITO e DIGNIDADE. (…) Toda família brasileira, a partir de 1988, qualquer que tenha sido sua ORIGEM ou modo de criação, está submetida ao PRINCÍPIO DA IGUALDADE, tem a mesma IMPORTÂNCIA e DIGNIDADE, merece o mesmo RESPEITO e acatamento, graças à Lei Fundamental do país, e graças a Deus, sobretudo”.

Como dito, o ponto nodal da questão é se comprovar a União Estável já que diferentemente do Casamento, na união livre não há “Certidão de União Estável” (podendo haver Contrato de União Estável – seja por Escritura, seja por Documento Particular – mas que não é requisito para sua configuração).

Uma vez comprovada a União Estável, poderá tocar aos envolvidos, no caso de dissolução em vida da União Estável (o que se poderia comparar a um “Divórcio”, Casamento fosse) direito à PARTILHA DE BENS – e esse direito deve ser aquilatado à luz do regime de bens aplicável à relação de acordo com as peculiaridades do caso concreto e principalmente se existente um CONTRATO ESCRITO que estipule regime de bens, como autoriza o atual art. 1.725 do CC/2002 – assim como à forma de aquisição, já que em alguns casos os bens podem ser transferidos propositalmente a um dos companheiros com CLÁUSULAS que os imunizem a eventuais efeitos patrimoniais em desfavor do (a) seu (sua) companheiro (a) – assim como PENSIONAMENTO, se efetivamente o binômio necessidade e possibilidade restar demonstrado, conforme regras do art. 1.694 do mesmo CCB, uma vez que a obrigação de prestar alimentar entre os ex-companheiros decorre do dever de mútua assistência nascido da relação de convivência havida entre eles.

No caso de dissolução “causa mortis” da União Estável, uma vez comprovada a relação, poderá tocar aos envolvidos não só direito à MEAÇÃO como também à HERANÇA, pelo menos atualmente, sem prejuízo do DIREITO DE HABITAÇÃO e eventual PENSÃO POR MORTE, em sede de direito previdenciário.

É importante anotar que a realização destes direitos pode ser resolvida na VIA EXTRAJUDICIAL desde que inexistente o litígio, como apregoa a redação atual dos arts. 18. e 19 da Resolução CNJ 35/2007 que regulamenta o INVENTÁRIO EXTRAJUDICIAL:

“Art. 18. O (A) companheiro (a) que tenha direito à sucessão é parte, observada a necessidade de ação judicial se o autor da herança não deixar outro sucessor ou não houver consenso de todos os herdeiros, inclusive quanto ao reconhecimento da união estável.

Art. 19. A meação de companheiro (a) pode ser reconhecida na escritura pública, desde que todos os herdeiros e interessados na herança, absolutamente capazes, estejam de acordo” .

Nossas críticas já foram feitas diretamente ao CNJ (0001596-43.2023.2.00.0000) principalmente à redação do art. 18. acima e em breve aguardamos aperfeiçoamento da norma para extirpar o atual tratamento discriminatório na regulamentação extrajudicial.

POR FIM, em que pese nossa sólida e permanente recomendação em adotar um CONTRATO DE UNIÃO ESTÁVEL para inclusive fins de comprovação (seja ele por ESCRITURA PÚBLICA, seja por Instrumento Particular, como autorizado em Lei) fica sempre a valiosa orientação em ainda assim formar um bom conjunto probatório já que eventualmente esse será o principal ponto para demonstrar a situação fática e garantir direitos, tanto na dissolução em vida quanto na dissolução “causa mortis” da União Estável, como ratifica a acertada decisão do TJGO:

“APELAÇÃO CÍVEL. AÇÃO DECLARATÓRIA DE UNIÃO ESTÁVEL POST MORTEM. ELEMENTOS CARACTERIZADORES. ÔNUS DA PROVA. 1. Nos termos da legislação civil, diversamente do casamento, que se comprova com a respectiva certidão, a declaração judicial da união estável, por se trata de estado de fato, depende de PROVA PLENA e convincente de seus elementos caracterizadores, vale dizer, a convivência estável, duradoura, pública e notória, e o desejo de constituição de família, ainda que sem prole, cujo ônus de produzi-la compete a quem alega, ao teor do art. 373 , inciso I , do CPC . ESCRITURA PÚBLICA DE DECLARAÇÃO DE UNIÃO ESTÁVEL. VALOR PROBANTE RELATIVO. CONTEÚDO. PRESUNÇÃO DE VERACIDADE. INEXISTÊNCIA. 2. A escritura pública de declaração, embora dotada de fé pública, faz prova de sua formação e dos fatos presenciados pelo tabelião que a lavrou, mas NÃO DO CONTEÚDO declarado pelas partes, conforme emana do art. 405 , do CPC . 3. A existência de escritura pública não afasta a necessidade de comprovação em juízo da alegada união estável, por outros meios de prova, quando contestada. CASO CONCRETO. AUSÊNCIA DE PROVAS DO INTUITO DE CONSTITUIR FAMÍLIA. NAMORO QUALIFICADO PELA COABITAÇÃO. UNIÃO ESTÁVEL NÃO COMPROVADA. SENTENÇA DE IMPROCEDÊNCIA DO PEDIDO. MANUTENÇÃO. 4. O simples fato de as partes coabitarem por determinado período não induz, inexoravelmente, à configuração da união estável, consoante entendimento consolidado no STJ. 5. O que distingue a união estável de outras relações em que há afetividade, intimidade e duração prolongada no tempo é o intuito de constituir uma vida em família (affectio societatis familiar), assim entendida como um projeto de convivência estreita e diuturna com compartilhamento de todas as questões no âmbito social, comunitário e familiar. 6. Na hipótese em que o conjunto probatório dos autos NÃO É CAPAZ de atestar a existência da comunhão de vidas semelhante ao casamento, com laço afetivo duradouro, público e contínuo entre os conviventes, mister a ratificação da sentença que julgou improcedente a pretensão de reconhecimento da união estável, porquanto não preenchidos seus requisitos fundamentais. RECURSO CONHECIDO E DESPROVIDO”.

TJGO. 03754847820138090029 . J. em: 28/09/2018.

Sobre o autor

Imagem do autor Julio Martins

Julio Martins

Advogado (OAB/RJ 197.250) com extensa experiência em Direito Notarial, Registral, Imobiliário, Sucessório e Família. Atualmente é Presidente da COMISSÃO DE PROCEDIMENTOS EXTRAJUDICIAIS da 8ª Subseção da OAB/RJ – OAB São Gonçalo/RJ. É ex-Escrevente e ex-Substituto em Serventias Extrajudiciais no Rio de Janeiro, com mais de 21 anos de experiência profissional (1998-2019) e atualmente Advogado atuante tanto no âmbito Judicial quanto no Extrajudicial especialmente em questões solucionadas na esfera extrajudicial (Divórcio e Partilha, União Estável, Escrituras, Inventário, Usucapião etc), assim como em causas Previdenciárias.

Continue Reading
Advertisement

Relógio

Grupo do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Portal Informa Paraíba

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias

TWITTER DO PORTAL INFORMA PARAÍBA

www.informaparaiba.com.br

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias.

Página do Portal Informa Paraíba (Facebook)

CIDADE11 horas ago

Lazer e entretenimento para a criançada neste fim de semana

CIDADE11 horas ago

Em Madrid, Cícero e Dinho buscam ampliar convênio com Agência Espanhola

Politíca11 horas ago

TV Arapuan realiza dia 8 de agosto o primeiro debate entre candidatos à prefeitura de João Pessoa

Politíca12 horas ago

Nilvan Ferreira avança em Santa Rita e recebe apoio da ex-deputada Estefânia Maroja

CIDADE12 horas ago

André Ribeiro faz “DigAí Campina” de casa cheia na Zona Leste

CIDADE13 horas ago

Projeto ‘Escola de Gente Grande’ mantém inscrições abertas

Educação & Cultura13 horas ago

Nova lei concede licença a estudantes de ensino superior que se tornem pais

Internacional13 horas ago

Maduro fala em ‘banho de sangue’ se perder eleição; opositora denuncia suposto atentado

Internacional13 horas ago

Trump faz discurso de aceitação em convenção mais longo da história dos EUA

CIÊNCIA & TECNOLOGIA13 horas ago

Apagão cibernético global paralisa voos e afeta TVs, bancos e outros serviços

Judiciário13 horas ago

Brasil terá 155 milhões de eleitores nas eleições municipais deste ano

Judiciário13 horas ago

Mendonça reconsidera decisão que suspendeu punição a federações

ECONOMIA14 horas ago

Caixa paga Bolsa Família a beneficiários com NIS de final 2

Educação & Cultura14 horas ago

Prouni terá mais de 240 mil bolsas no segundo semestre

Nacional14 horas ago

Michelle critica declaração de Lula sobre violência contra mulher

Esporte14 horas ago

Flamengo e Palmeiras se enfrentarão nas oitavas da Copa do Brasil

Nacional15 horas ago

Comentário machista de Lula gera polêmica ao relacionar torcedores Corintianos e violência contra as Mulheres

CIÊNCIA & TECNOLOGIA17 horas ago

Sonda solar da NASA atinge velocidade 500 vezes superior à do som

CIÊNCIA & TECNOLOGIA17 horas ago

Como saber se o celular está com vírus? Descubra agora

Esporte17 horas ago

Maior rival, Daniel Cormier sai em defesa de Jon Jones após acusação de agressão a agente antidoping

Esporte17 horas ago

Com Flamengo x Palmeiras, sorteio define jogos das oitavas de final da Copa do Brasil

Esporte17 horas ago

Fenômeno Caitlin Clark quebra recorde com duplo-duplo gigante na WNBA

Esporte17 horas ago

‘Em 2025 será difícil para Pecco Bagnaia, mas também para Marc Márquez’ – Jorge Lorenzo

Nacional17 horas ago

Lula pede garantia de benefícios ao discutir cortes no orçamento de 2025

Segurança Pública17 horas ago

Estupros batem novo recorde no Brasil

ECONOMIA17 horas ago

Fazenda revê projeção da inflação de 3,7% para 3,9% no ano e mantém previsão de crescimento de 2,5%

CIÊNCIA & TECNOLOGIA18 horas ago

Clone do Canva, Microsoft Designer agora está liberado para todos

Esporte18 horas ago

Quais os horários do GP da Hungria da Fórmula 1 2024

Nacional18 horas ago

Governo Lula impõe sigilo de 100 anos a declaração de conflito de interesse de ministro

Judiciário19 horas ago

Os 90 anos de nossa ‘Constituição efêmera’

Internacional12 meses ago

Cidade alemã passa a distribuir gratuitamente filtro solar

AGRICULTURA & PECUÁRIA6 meses ago

Com produtor revisando tamanho da safra, 2024 inicia cercado de incertezas para a soja

Internacional6 meses ago

Secretário-geral da ONU condena atos criminosos no Equador

ENTRETENIMENTO10 meses ago

Conheça Rocco, um cão mistura de rottweiler com husky siberiano: ‘Parece o Batman’

ENTRETENIMENTO12 meses ago

JIBÓIA

CONCURSO E EMPREGO7 meses ago

Carreiras em Extinção? Veja Quais Podem Sumir

Nacional12 meses ago

CNS reconhece religiões afro como complementares ao SUS

ECONOMIA7 meses ago

Calendário do Bolsa Família 2024: saiba quando você vai receber

Internacional7 meses ago

Fome já é generalizada em Gaza, alerta ONU

CIDADE7 meses ago

Polêmica em Princesa Isabel: Vereadores aprovam aumento salarial próprio e do Executivo

AGRICULTURA & PECUÁRIA7 meses ago

Número de IGs cresceu 60% em quatro anos no Brasil

Saúde7 meses ago

OS PRINCIPAIS LEGUMES E VERDURAS QUE AJUDAM A PREVENIR DOENÇAS CRÔNICAS

Internacional7 meses ago

Israel quer controlar e fechar fronteira entre Gaza e Egito

Judiciário11 meses ago

Informativo destaca não exigência de provas para fixação de indenização mínima por danos morais

Judiciário10 meses ago

Entender Direito: especialistas discutem os embargos de divergência

Educação & Cultura7 meses ago

Campina Grande entra na disputa e poderá ser escolhida para receber nova Escola de Sargentos do Exército após impasse em Pernambuco

ENTRETENIMENTO7 meses ago

HORTÊNSIAS

Internacional7 meses ago

“Perdas, dor e angústia” após ataques aéreos marcam o início do ano na Ucrânia

CIÊNCIA & TECNOLOGIA7 meses ago

Vale a pena usar um gerador de conteúdo para redes sociais?

Nacional7 meses ago

TCU pede que ministra da Saúde pague R$ 11 milhões a cofres públicos

ENTRETENIMENTO6 meses ago

PASSEIO MOSTRA COMO É UM BORBOLETÁRIO

Judiciário2 meses ago

Juízes comemoram inclusão do Judiciário entre atividades de risco

ENTRETENIMENTO5 meses ago

1º Cabedelo MotoFest: prepare-se para uma explosão de emoções na praia do Jacaré!

CIÊNCIA & TECNOLOGIA12 meses ago

Como sair do grupo de WhatsApp anonimamente e ninguém ver

ESTADO8 meses ago

Energisa reúne empresas de telecomunicações para tratar sobre segurança na disposição de cabos em postes 

Nacional11 meses ago

EXCLUSIVO – Leia na íntegra o pronunciamento de 7 de setembro de Lula

ENTRETENIMENTO12 meses ago

Assistam ao filme “Tropa de elite 2 – O inimigo agora é outro” e reflitam

Internacional4 meses ago

China

CIÊNCIA & TECNOLOGIA12 meses ago

SÍLVIO MEIRA FALA SOBRE A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

CONCURSO E EMPREGO9 meses ago

Concurso da PMPB pode ser suspenso? Jurista avalia

AGRICULTURA & PECUÁRIA2 semanas ago

QUEIJO AZUL, FEITO COM LEITE DE OVELHA, GANHA SELO ARTESANAL

Nacional2 semanas ago

DESMATAMENTO CAI NA AMAZÔNIA, MAS CRESCE NO CERRADO

CONCURSO E EMPREGO2 semanas ago

EMPRESA PREVÊ MULHERES EM 50% DOS CARGOS DE GESTÃO

ECONOMIA2 semanas ago

PIX TERÁ OPÇÃO DE PAGAMENTO POR APROXIMAÇÃO

Internacional2 semanas ago

O IMPACTO DA TROCA NO PODER DO REINO UNIDO APÓS 14 ANOS

Educação & Cultura2 semanas ago

ENEM DOS CONCURSOS: NOVO EDITAL É DIVULGADO COM POLÍTICA DE REEMBOLSO

AGRICULTURA & PECUÁRIA2 semanas ago

GOVERNO FEDERAL ANUNCIA PLANO SAFRA 2024/2025

Nacional2 semanas ago

SECA NO PANTANAL PODE CHEGAR A PONTO DE NÃO RETORNO

Saúde3 semanas ago

ESTUDO COMPROVA EFICÁCIA DE MEDICAMENTO CONTRA O CÂNCER DE PULMÃO

ENTRETENIMENTO3 semanas ago

RECEITA DO BOLO TENTAÇÃO

CIÊNCIA & TECNOLOGIA3 semanas ago

RELIGIÃO E CIÊNCIA

ECONOMIA3 semanas ago

BC MUDA MECANISMO DE RESSARCIMENTO A VÍTIMAS DE FRAUDES

ENTRETENIMENTO3 semanas ago

MANACÁ-DA-SERRA COMO CULTIVAR

Saúde3 semanas ago

BRASILEIRA DESCOBRE AÇÃO DE PROTEÍNA EM CASOS GRAVES DE COVID

ECONOMIA3 semanas ago

COMO IRÁ FUNCIONAR A NOVA META DE INFLAÇÃO DO BRASIL

CONCURSO E EMPREGO3 semanas ago

ENVELHECIMENTO MUDA DEMANDAS E VAGAS NO MERCADO DE TRABALHO

Internacional3 semanas ago

BOLÍVIA EM TENSÃO: ENTENDA EM 4 PONTOS A CRISE POLÍTICA NO PAÍS VIZINHO

ENTRETENIMENTO3 semanas ago

SAVANNAH: O HÍBRIDO SELVAGEM DE GATO COM SERVAL

Educação & Cultura3 semanas ago

FIM DA GREVE NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS

CONCURSO E EMPREGO3 semanas ago

BRASIL TEM MAIS DE 2 MILHÕES DE VAGAS EM CARGOS TÉCNICOS SOBRANDO

Nacional3 semanas ago

COMO MILHARES DE FAMÍLIAS GAÚCHAS FICARAM MAIS POBRES DO DIA PARA A NOITE

ENTRETENIMENTO3 semanas ago

ESTROGONOFE DE TILÁPIA FEITO NO FORNO VAI TE SURPREENDER

ENTRETENIMENTO3 semanas ago

TRÊS DICAS PRA CUIDAR BEM DAS ORQUÍDEAS

Politíca4 semanas ago

“RESULTADOS PODEM NÃO AGRADAR, MAS ELEIÇÕES LIVRES SÃO A FORÇA DA DEMOCRACIA”

Educação & Cultura4 semanas ago

PISA: O BRASIL NO RANKING INTERNACIONAL

ENTRETENIMENTO4 semanas ago

CHICO BUARQUE: 80 ANOS DE CRIATIVIDADE

CIÊNCIA & TECNOLOGIA4 semanas ago

COMO NVIDIA VIROU A EMPRESA MAIS VALIOSA DO MUNDO?

AGRICULTURA & PECUÁRIA4 semanas ago

TECNOLOGIA AJUDA NO MANEJO E PREVENÇÃO DE DOENÇAS

Saúde1 mês ago

ESPECIALISTAS CRITICAM A MUDANÇA NA LEI DO ABORTO

ENTRETENIMENTO1 mês ago

TURISMO RURAL EM ROTA

Advertisement
Advertisement

Vejam também

Somos o Portal Informa Paraíba, uma empresa de marketing e portal de informações que oferece um noticioso com assuntos diversos. Nosso objetivo é fornecer conteúdo relevante e atualizado para nossos leitores, mantendo-os informados sobre os acontecimentos mais importantes. Nossa equipe é composta por profissionais experientes e apaixonados por comunicação, que trabalham incansavelmente para oferecer um serviço de qualidade. Além disso, estamos sempre em busca de novas formas de melhorar e inovar, para podermos atender às necessidades e expectativas de nossos clientes. Seja bem-vindo ao nosso mundo de informações e descubra tudo o que o Portal Informa Paraíba tem a oferecer. Fiquem bem informados acessando o Portal Informa Paraíba: www.informaparaiba.com.br