Connect with us

CIÊNCIA & TECNOLOGIA

Como Brett Johnson fraudava cartões de crédito e ganhava US$ 40 mil por dia

Seu primeiro crime foi aos 10 anos de idade, quando, sem ter o que comer em casa, roubou de um mercado. Aos poucos, percebeu que era fácil fazer isso e começou a voltar para casa com brinquedos, eletrônicos, roupas e artigos domésticos. Décadas depois, ele estava à frente de um dos maiores esquemas internacionais de roubo de cartões de crédito, ganhando US$ 40 mil por dia.

Essa é a história de Brett Johnson contada em um minidoc do site Mashable, focado em um dos maiores fraudadores “carders” do final dos anos 1990 e início dos 2000, uma época em que os golpes dessa categoria ainda eram incipientes e a segurança digital ainda não era pauta. Enquanto lojistas ainda faziam cópias em papel carbono de cartões usados nas lojas e o e-commerce dava seus primeiros passos, ele viu o que era um negócio esparso se transformar em uma base criminosa consistente sob sua influência.

Saltar para o mundo do cibercrime foi um pulo. Ele vinha de uma família de golpistas e a mãe, ao ver os roubos praticados no mercado local, não apenas o incentivava como quis aprender com ele. O dinheiro usado na venda das mercadorias furtadas garantiu sua entrada na Universidade do Kentucky, nos Estados Unidos, onde ele teve seu primeiro contato com o ShadowCrew, um dos primeiros fóruns de discussão sobre delitos virtuais de que se tem notícia.

Brett Johnson em entrevista para minidoc da Mashable, que revelou seu caminho como um dos maiores nomes das fraudes com cartões de crédito (Imagem: Reprodução/Felipe Demartini)

Era um negócio baseado na confiança e nas identidades falsas — não apenas na forma de nicks que escondiam as identidades dos usuários, mas também pelo fato de que documentos falsificados eram, realmente, o principal negócio dos participantes. Johnson passou a agir como uma espécie de intermediário que traria mais credibilidade às negociações: ele seria o responsável por avaliar a qualidade das cópias e enviá-las aos compradores, garantindo uma transação tranquila para ambos os lados.

Gradualmente, os documentos falsos foram sendo substituídos por algo bem mais lucrativo: bases de dados de cartões de créditos, que na época eram usadas para criar plásticos falsos. Novamente, estamos falando de uma época em que o comércio eletrônico ainda dava seus primeiros passos e, como hoje, dinheiro no bolso vale mais do que quinquilharias da Amazon para os criminosos. Johnson continuava atestando que tudo funcionava e estava correto, enquanto o FBI, de repente, encontrava uma pista das mais valiosas.

Albert Gonzalez, conhecido online como CumbaJohnny, foi preso pela polícia após passar mais de 40 minutos em frente a um caixa eletrônico sacando dinheiro, algo que os oficiais acharam suspeito. Identificado, ele foi acusado de ser o líder do ShadowCrew, em uma detenção que caiu como uma luva para agentes federais que começavam a olhar, meio sem rumo, para o fórum online. A prisão foi providencial não apenas por isso, mas também pela apreensão de alguém que, para salvar a própria pele, se tornaria um valioso informante.

O ShadowCrew funcionava na base da confiança, e foi ela que Gonzalez decidiu explorar para entregar o que o FBI precisava. Aos amigos criminosos, ele disse que as autoridades estavam de olho no fórum e que, para isso, todos deveriam utilizar uma VPN dali em diante — rede privada essa que, justamente, era o que permitiria às autoridades interceptarem todas as comunicações, informações e negócios dos golpistas. A ideia foi aceita pela comunidade, e os policiais passaram a ter uma mina de ouro nas mãos.

Pulando do barco

Em uma época em que o e-commerce ainda caminhava e a polícia não sabia muito bem o que fazer, carders ganhavam US$ 40 mil por dia clonando cartões de crédito (Imagem: Reprodução/Felipe Demartini)

No dia 26 de outubro de 2004, o FBI lançou o que era, até ali, a maior operação contra cibercrimes de sua história. Coordenando esforços com polícias internacionais, os agentes prenderam 33 pessoas, sendo 21 em oito estados dos EUA e outras sete em seis países. A investigação que durou 17 meses também levou à apreensão de mais de 100 computadores, que somavam 2 TB de dados. Mas Brett Johnson não estava entre os detidos.

Ele escapou bem a tempo da operação, quando, ao mesmo tempo em que o ShadowCrew implementava sua VPN “segura”, outro trabalho trouxe a ele interceptações de e-mails das autoridades citando o fórum e alguns de seus usuários. Ele se despediu e anunciou sua aposentadoria do mundo dos “carders”, o que deu a ele alguns meses de respiro até que a continuidade da investigação levou à sua prisão em fevereiro de 2005.

Como “líder” do ShadowCrew, ele também se tornou um informante valioso para o Serviço Secreto dos EUA. O minidoc o coloca como carder de 1998 a 2006, sendo que no ano derradeiro ele trabalhou a serviço do FBI. Ou não exatamente, já que nos 10 meses agindo do lado da lei ele também percebeu que era fácil usar toda aquela infraestrutura para continuar agindo no mundo do cibercrime e obtendo ganhos próprios.

“Os oficiais que me acompanhavam não tinham o conhecimento técnico e ficaram entediados rapidamente. Então pensei, por que não?”, explicou Johnson no documentário. As agências oficiais não conversavam à época, o que fez com que Johnson acabasse sendo alvo de uma investigação dos agentes federais ao mesmo tempo em que “trabalhava” ao lado do Serviço Secreto norte-americano. Em quatro meses de trabalho, ele levantou US$ 600 mil e pretendia fugir para o Brasil, onde acreditava que jamais seria descoberto. Mas não deu tempo. Ao final daquele ano, ele diz ter acordado um dia com seu nome na lista dos mais procurados do FBI e policiais na porta de sua casa.

Reportagem da revista Wired revelou métodos de Brett Johnson e acabou “salvando sua vida” na prisão (Imagem: Reprodução/Felipe Demartini)

Ao ser preso e levado para penitenciárias federais, Johnson se viu diante de outro mundo, no qual “cibercriminoso” era sinônimo de pedófilo, e, para evitar problemas, falavam que haviam sido presos por fraudes bancárias. Era exatamente o motivo pelo qual estava preso e ele sabia o que acontecia com acusados de envolvimento com menores na cadeia.

Uma reportagem da revista Wired sobre a operação de 2004 viria para salvar sua vida, ou não. De suposto pedófilo, Johnson se tornou um informante, o famoso “X9”, ainda que nenhum dos delatados por ele estivesse na mesma penitenciária. Ele passou a ensinar outros sobre as fraudes que cometia e seus métodos, o que acabou salvando sua pele e evitando envolvimento com gangues ou atos de violência atrás das grades.

Mudanças de abordagem

A falta de comunicação entre diferentes setores do governo dos Estados Unidos no que tocava o cibercrime levou à criação da NCFTA (Aliança Nacional de Treinamento e Forênsica Cibernática, na sigla em inglês). O órgão é voltado à troca de informações e métodos entre diferentes agências oficiais, bem como universidades e a iniciativa privada. A NCFTA também foi a responsável por lidar com os reflexos do fim do ShadowCrew.

O domínio usado pelo fórum foi tomado pelo FBI, que substituiu a página inicial das discussões com informações sobre as penas dadas a quem cometia os crimes ali realizados, junto com uma frase ameaçadora: “se você está envolvido nisso, fale com a gente antes que falemos com você”. O resultado foi um espalhamento dos cibercriminosos e o surgimento de sites fechados e altamente restritos, sobre os quais as autoridades não tinham nenhum controle ou acesso.

Surge, então, uma era de infiltrados, da qual o agente do FBI Keith Mularski foi um dos mais prolíficos. Entre os principais frutos de suas ações está a queda do Dark Market, um fórum de discussões sobre crimes virtuais que chegou a ser hospedado em servidores do próprio governo após a infiltração do oficial, e que foi considerado por muitos como o sucessor espiritual do ShadowCrew antes de ser fechado definitivamente.

Enquanto isso, após cumprir sua pena, Brett Johnson se via sem emprego e sem rumo. Conforme os termos de sua condicional, ele não poderia utilizar computadores ou lidar com cartões de crédito, as únicas coisas que sabia fazer na vida. No documentário, ele disse ter esgotado suas economias por completo, usando o último dinheiro que tinha para comprar comida para seu gato e um pacote de cartões de créditos clonados, com os quais comprou alimentos.

Ele foi preso mais uma vez e cumpriu outros 10 meses. Já com a pena plenamente paga e sem termos de condicional, ele buscou uma ajuda inusitada. Pelo LinkedIn, entrou em contato com Mularski e se ofereceu não como informante, mas como consultor. O agente aceitou o pedido e acreditou nas palavras do agora, ex-carder de que “queria ter um trabalho legalizado”.

Ele começou a dar aulas sobre sua história e métodos, falando sobre segurança digital e proteções necessárias para o sistema bancário. Hoje, Brett Johnson é palestrante e acumula em seu currículo não apenas trabalhos para o governo feitos de forma “oficial”, como também passagens por grandes empresas de tecnologia como consultor.

Fonte: Mashable

Continue Reading
Advertisement

Relógio

Grupo do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Portal Informa Paraíba

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias

TWITTER DO PORTAL INFORMA PARAÍBA

www.informaparaiba.com.br

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias.

Página do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Judiciário12 horas ago

OAB sobe tom contra Moraes e busca Câmara em meio à disputa entre Poderes

Nacional12 horas ago

Lira diz que governo Lula planta mentiras e Padilha é incompetente

Nacional12 horas ago

Governo Lula adota postura diplomática ambígua após ataque do Irã a Israel

Esporte16 horas ago

Nos pênaltis, Sousa vence Botafogo-PB e é campeão Paraibano de 2024

Esporte16 horas ago

Carol Meligeni perde para Siegemund, e Brasil cai para Alemanha mais uma vez na BJK Cup

Esporte16 horas ago

Fla encara Halcones por vaga na final da Champions League de basquete

Esporte16 horas ago

Popó confirma luta contra Vitor Belfort e anuncia quando será o combate

Esporte17 horas ago

Doornbos aconselha Verstappen: “Vá para a Mercedes, a Ford não será a melhor opção

Educação & Cultura17 horas ago

Atlas do IBGE com Brasil no centro vira polêmica: como surgiu o marco zero dos mapas?

Segurança Pública17 horas ago

É falsa informação de que STF extinguiu hora extra aos policiais civis

Judiciário17 horas ago

ADI 6.655: futuro dos cargos comissionados e veredito do STF para tribunais de contas

Judiciário17 horas ago

Último ano de mandato e o aumento na despesa com pessoal

Educação & Cultura17 horas ago

Usufruído ou não, recreio deve ser computado na jornada de professora

Judiciário17 horas ago

Reforma do Código Civil prevê divórcio unilateral direto no cartório

ESTADO17 horas ago

Mais de 68,7 mil doses aplicadas no “Dia D contra a Influenza e Multivacinação” 

CIDADE17 horas ago

Mais de 5,8 mil pessoas foram imunizadas durante o ‘Dia D’ de vacinação na Capital

ESTADO17 horas ago

Governo da Paraíba facilita acesso de pescadores ao Cadastro Nacional da Agricultura Familiar

ESTADO17 horas ago

Programa Opera Paraíba realiza primeira cirurgia de artroplastia total de quadril no Hospital Regional de Picuí

Judiciário17 horas ago

Aborto: a vida começa na concepção – recente resolução do Conselho Federal de Medicina

CIDADE17 horas ago

CPICS Equilíbrio do Ser oferece meditação para gerenciamento do estresse e da ansiedade 

CIDADE17 horas ago

Clube de Vantagens do IPM-JP concede aos aposentados descontos em rede conveniada

ESTADO17 horas ago

Agevisa adequa legislação estadual à nacional e restringe venda livre de álcool a 70% na Paraíba a partir de 30 de abril 

ESTADO18 horas ago

CRMV-PB e Abracrim alertam para maus-tratos contra animais; saiba como denunciar

Esporte18 horas ago

Alex Poatan apaga Jamahal Hill com nocaute avassalador e mantém cinturão dos meio-pesados no UFC 300

Segurança Pública18 horas ago

COMO ANALISAR E EVITAR GOLPES DO PIX

Saúde18 horas ago

UMA SEGUNDA INFECÇÃO POR DENGUE PODE SER PIOR DO QUE A PRIMEIRA?

ECONOMIA18 horas ago

IMPOSTO DE RENDA: RECEITA FEDERAL AUMENTA LIMITE DE ISENÇÃO DE IMÓVEIS

Internacional18 horas ago

Micróbios da Antártida resistem em clima similar ao de Marte

AGRICULTURA & PECUÁRIA18 horas ago

Equipes da Companhia coletam dados para atualizar números da safra de café

AGRICULTURA & PECUÁRIA18 horas ago

Safra de grãos 2023/2024 está estimada em 294,1 milhões de toneladas

Internacional9 meses ago

Cidade alemã passa a distribuir gratuitamente filtro solar

Internacional10 meses ago

IMPRESSIONANTE – GOVERNO CANADENSE ADMITE: “Os não vacinados estavam certos sobre as vacinas de mRNA”

Judiciário11 meses ago

Escravizados

ENTRETENIMENTO9 meses ago

JIBÓIA

ENTRETENIMENTO10 meses ago

Exorcista: filme “Nefarious” é “o melhor já produzido” sobre possessão demoníaca

Nacional8 meses ago

CNS reconhece religiões afro como complementares ao SUS

ENTRETENIMENTO6 meses ago

Conheça Rocco, um cão mistura de rottweiler com husky siberiano: ‘Parece o Batman’

AGRICULTURA & PECUÁRIA3 meses ago

Com produtor revisando tamanho da safra, 2024 inicia cercado de incertezas para a soja

Nacional12 meses ago

Advogado de Adélio Bispo recebeu R$ 315 mil do PCC, segundo inquérito da PF

Internacional3 meses ago

Secretário-geral da ONU condena atos criminosos no Equador

CONCURSO E EMPREGO3 meses ago

Carreiras em Extinção? Veja Quais Podem Sumir

CIDADE11 meses ago

Sapé: ex-candidato a prefeito Luizinho, vice e coligação são condenados a pagar R$ 300 mil por infringir norma eleitoral e sanitária

Nacional11 meses ago

Bomba: Alexandre de Moraes monitorava todos os passos de funcionários do gabinete de Bolsonaro e da primeira-dama desde 2021, diz Folha

Internacional3 meses ago

Fome já é generalizada em Gaza, alerta ONU

ECONOMIA3 meses ago

Calendário do Bolsa Família 2024: saiba quando você vai receber

Nacional12 meses ago

Exclusivo: imagens mostram baixo contingente de segurança no Planalto e atuação do GSI no 8 de janeiro

AGRICULTURA & PECUÁRIA3 meses ago

Número de IGs cresceu 60% em quatro anos no Brasil

CIDADE3 meses ago

Polêmica em Princesa Isabel: Vereadores aprovam aumento salarial próprio e do Executivo

Judiciário7 meses ago

Informativo destaca não exigência de provas para fixação de indenização mínima por danos morais

Nacional11 meses ago

Lira manda novo recado ao governo Lula: “grande resistência entre os parlamentares”

Judiciário6 meses ago

Entender Direito: especialistas discutem os embargos de divergência

Saúde3 meses ago

OS PRINCIPAIS LEGUMES E VERDURAS QUE AJUDAM A PREVENIR DOENÇAS CRÔNICAS

Internacional3 meses ago

Israel quer controlar e fechar fronteira entre Gaza e Egito

ENTRETENIMENTO3 meses ago

HORTÊNSIAS

Educação & Cultura3 meses ago

Campina Grande entra na disputa e poderá ser escolhida para receber nova Escola de Sargentos do Exército após impasse em Pernambuco

Segurança Pública11 meses ago

Conheça as 6 piores prisões do mundo

Nacional10 meses ago

Relator lê parecer sobre indicação de Cristiano Zanin ao STF; sabatina está marcada para 21 de junho

Internacional3 meses ago

“Perdas, dor e angústia” após ataques aéreos marcam o início do ano na Ucrânia

Educação & Cultura10 meses ago

Novo ensino médio precisa levar em conta realidade de alunos e municípios, aponta debate

Nacional11 meses ago

Repórter da TV Globo é agredida por segurança de Maduro após questionamento

Segurança Pública18 horas ago

COMO ANALISAR E EVITAR GOLPES DO PIX

Saúde18 horas ago

UMA SEGUNDA INFECÇÃO POR DENGUE PODE SER PIOR DO QUE A PRIMEIRA?

ECONOMIA18 horas ago

IMPOSTO DE RENDA: RECEITA FEDERAL AUMENTA LIMITE DE ISENÇÃO DE IMÓVEIS

Internacional3 dias ago

O PIOR LUGAR DO MUNDO PARA SER MULHER?

Saúde3 dias ago

CIÊNCIA PODE ESTAR PERTO DE DESCOBRIR ORIGEM DE TRANSTORNOS ALIMENTARES

Saúde3 dias ago

POR QUE O BRASIL TEM RECORDE DE CASOS DE DENGUE?

Nacional3 dias ago

SOTAQUE CARIOCA: POR QUE SE FALA CHIADO NO RJ?

Saúde3 dias ago

O QUE O CAFÉ FAZ REALMENTE COM O SEU CORPO

ENTRETENIMENTO4 dias ago

RECEITA DA COCADA DE MARACUJÁ

Saúde4 dias ago

IBGE APONTA QUE 60% DA POPULAÇÃO BRASILEIRA ADULTA ESTÁ ACIMA DO PESO

Saúde4 dias ago

OZEMPIC: INJEÇÕES PARA DIABETES AGORA COMO REMÉDIO PARA EMAGRECIMENTO

Internacional4 dias ago

EMPRESA DO REINO UNIDO LANÇA ‘ESCUDO’ QUE DEIXA QUALQUER PESSOA INVISÍVEL

AGRICULTURA & PECUÁRIA4 dias ago

MARÇO DE 2024 FOI O MÊS MAIS QUENTE DA HISTÓRIA

ENTRETENIMENTO5 dias ago

BRASILEIRO CASAM MENOS E FICAM MENOS TEMPO JUNTOS

ENTRETENIMENTO5 dias ago

SEXTO SENTIDO, UM PODER OCULTO?

Saúde5 dias ago

METAIS TÓXICOS EM BEBÊS

Nacional5 dias ago

PREOCUPAÇÃO COM O USO DA IA NAS CAMPANHAS POLÍTICAS VOLTA À TONA

CIÊNCIA & TECNOLOGIA5 dias ago

A CORRIDA PELO CAMINHÃO DO FUTURO

CIÊNCIA & TECNOLOGIA6 dias ago

TV 3.0: COMO SERÁ A TELEVISÃO DO FUTURO NO PAÍS

ENTRETENIMENTO6 dias ago

CRIAÇÃO DE VIEIRAS: A JOIA DO MAR EM CULTIVO SUSTENTÁVEL

Saúde6 dias ago

SINAIS DO PARKINSON PODEM APARECER BEM ANTES DOS TREMORES

Saúde6 dias ago

FEBRE OROPOUCHE: CRESCE CASOS DA DOENÇA COM SINTOMAS PARECIDO COM A DENGUE

AGRICULTURA & PECUÁRIA6 dias ago

PESQUISA DA UFMG TRANSFORMA XIXI EM ADUBO

Saúde1 semana ago

É PRECISO HIGIENIZAR A LATINHA ANTES DE CONSUMIR A BEBIDA?

CIÊNCIA & TECNOLOGIA1 semana ago

ROBÓTICA É PARA TODOS?

Internacional1 semana ago

MERCOSUL QUER FECHAR ACORDOS COMERCIAIS COM OUTROS BLOCOS

ECONOMIA1 semana ago

PARTE DO IMPOSTO DEVIDO PODE SER DOADO

Educação & Cultura1 semana ago

MAIOR MAPA EM 3D DO UNIVERSO PODE REVOLUCIONAR COMPREENSÃO DO COSMOS

ENTRETENIMENTO2 semanas ago

RECEITA DO BOLO DE MILHO VERDE

Nacional2 semanas ago

COMO O BRASIL ESTÁ SE TORNANDO O PAÍS DOS EVANGÉLICOS

Advertisement
Advertisement

Vejam também

Somos o Portal Informa Paraíba, uma empresa de marketing e portal de informações que oferece um noticioso com assuntos diversos. Nosso objetivo é fornecer conteúdo relevante e atualizado para nossos leitores, mantendo-os informados sobre os acontecimentos mais importantes. Nossa equipe é composta por profissionais experientes e apaixonados por comunicação, que trabalham incansavelmente para oferecer um serviço de qualidade. Além disso, estamos sempre em busca de novas formas de melhorar e inovar, para podermos atender às necessidades e expectativas de nossos clientes. Seja bem-vindo ao nosso mundo de informações e descubra tudo o que o Portal Informa Paraíba tem a oferecer. Fiquem bem informados acessando o Portal Informa Paraíba: www.informaparaiba.com.br