Connect with us

CIÊNCIA & TECNOLOGIA

Regulação das plataformas digitais, anonimato e o sistema constitucional brasileiro

Significado jurídico-constitucional da vedação do anonimato no art. 5º, IV CF e suas consequências práticas

Outubro de 1859. Estava escrito, na edição semanal do Jornal O espelho: “a palavra, esse dom divino que fez do homem simples matéria organizada, um ente superior na criação, a palavra foi sempre uma reforma. Falada na tribuna é prodigiosa, é criadora, mas é o monólogo; escrita no livro, é ainda criadora, é ainda prodigiosa, mas é ainda o monólogo; esculpida no jornal, é prodigiosa e criadora, mas não é o monólogo, é a discussão”. Uma crônica que trata do poder transformador da imprensa, do diálogo e da esperança na humanidade. O autor, hoje sabemos, era Machado de Assis, mas o leitor da época se deparava com o vazio ao final da leitura: nenhuma assinatura.

A relação entre o anonimato, liberdade de expressão do pensamento e democracia é bem estreita. Os norte-americanos foram convencidos por Publius das virtudes da Constituição escrita. Sob o manto desse pseudônimo falavam Alexander Hamilton, John Jay e James Madison. Com base no anonimato surgiu o direito constitucional tal qual o conhecemos. Os tempos mudaram, os perigos e medos aumentaram. Hoje, a figura e a palavra anônimas são fontes de receio.

Por que alguém teria interesse em não assinar um texto de sua própria autoria? Esse não seria um indício de que quem escreve tem más intenções, que quer se esconder nas sobras do anonimato para atacar suas vítimas? Não seria plausível ou até legítimo supor que quem se utiliza da palavra anônima é potencialmente um autor perverso, sem escrúpulos e que sua fala deve ser censurada, não importa o conteúdo?

Desde 1891, o direito constitucional brasileiro segue essa lógica. Desde então, à exceção da Emenda constitucional n. 1/1969 à Constituição de 1967, os textos constitucionais brasileiros garantem a livre manifestação do pensamento, vedado o anonimato (art. 5º, IV CF). Trata-se de dispositivo constitucional, cuja parte final (“in fine” ou 2º subperíodo) que é frequentemente interpretado como uma cláusula de exclusão da proteção constitucional à liberdade de expressão do pensamento, de tal sorte a gerar algo sui generis no debate nacional quando comparado ao direito estrangeiro e internacional e a criar um desafio ao bom senso: uma mesma expressão de ideia ou opinião acompanhadas de seus eventuais suportes fáticos pode ser considerada proibida ou garantida, a depender de o autor ter ou não ter se identificado.

Um exemplo dessa compreensão envolveu o atual Governador de São Paulo. Em 2016, João Dória processou o Facebook para remover uma página que convocava os leitores a participarem de uma virada cultural em sua casa. No caso, mesmo considerando que o conteúdo da manifestação não configurava ilícito, o magistrado determinou a identificação do responsável com base na vedação do anonimato. Em seu entender, a Constituição Federal incontestavelmente veda o anonimato por força do seu art. 5º, IV.[1]

Outro exemplo, ainda mais recente, está na fala do Senador Ângelo Coronel (relator do PL 2630/20, conhecido como “PL das Fake News”), para quem a “nossa Constituição não está sendo cumprida. É vedado o anonimato. Não podemos permitir hoje que a pessoa entre numa plataforma, abra sua conta, crie um nome falso, crie uma caricatura e saia daí em diante depreciando, denegrindo, ferindo a honra das pessoas”.[2] No substitutivo por ele apresentado, propunha-se a exigência de identificação prévia, com documento de identidade válido e número de celular cadastrado no Brasil, de todos os usuários da respectiva plataforma (art. 7º).[3] Essa proposta não foi mantida no texto aprovado pelo Senado, mas nada impede que ela seja ressuscitada pela Câmara dos Deputados.

Nadando contra a maré, há quem defenda que não é possível fazer uma leitura da Constituição brasileira que vede completamente a expressão anônima. Existe, afinal, o sigilo da fonte, o sigilo de deliberações do júri e se admitem denúncias anônimas. Isso não significaria que o anonimato é de algum modo admitido e, às vezes, até ordenado (contexto do tribunal do júri)?[4]

Há alguns problemas aqui. Primeiro, porque, em que pese fazer parte de outros direitos fundamentais (art. 5º, IX c.c. XIV CF e art. 5º, IX c.c. XIII CF), o sigilo da fonte diz respeito ao modo de colheita das informações – assim como a prova não equivale à fonte da prova; a informação não é igual à fonte da informação. Segundo, porque em denúncias anônimas não se comunicam pensamentos ou ideias; são, ao contrário, comunicados fatos, que estão protegidos pelo sigilo das comunicações interindividuais (art. 5º, XII CF).

No meio do tiro cerrado e sem poder se defender, quem sofre é a liberdade de expressão do pensamento, que deixa de ter parâmetros constitucionais claros, e o titular do direito, que não sabe mais se pode ou não se exprimir sem se identificar. É preciso, então, investigar e refletir novamente sobre o significado jurídico-constitucional específico da vedação prevista no art. 5º, IV CF, a fim de realocar sua compreensão sobre bases mais sólidas.

Para isso, devemos desatar uma confusão bem comum. É comum se dizer que os direitos fundamentais previstos no art. 5º, IV e 5º, IX CF são complementares.[5] Por esse entendimento, o resultado é a exclusão da proteção constitucional em relação a obras de arte (quadros, esculturas, músicas, obras literárias, teatrais, cinematográficas etc.) anônimas, por exemplo.

Mas nem é necessário nem correto pensar assim, seja porque muitas obras de arte expressam apenas impressões e sensações do artista e não necessariamente pensamentos cuja manifestação é especificamente protegida pelo art. 5º, IV CF, seja porque nem toda obra de arte é divulgada (manifestada) por seu criador, sem que com isso deixe de ser arte. Por isso, o primeiro ponto que deve ser lembrado é que a vedação do anonimato se refere apenas ao direito fundamental de livre manifestação do pensamento. Em termos práticos, isso significa que quando uma situação ensejar a incidência concorrente de outros direitos fundamentais, como o do art. 5º, IX CF, a vedação em tela será relativamente inócua, pois absolutamente não se refere à liberdade de comunicação social e artística.[6]

Fora isso, quando a Constituição fala em “vedação do anonimato”, o conteúdo da norma por ela determinada representa um dever de identificação daquele(a) que pretende expressar seu pensamento (sinônimo de opinião = juízo de valor). O enquadramento dogmático dessa aparente cláusula restritiva poderia variar. Infelizmente, grande parte da literatura especializada absolutamente não se preocupa com tal enquadramento jurídico-dogmático que, todavia, é imprescindível à sua correta interpretação por órgãos judiciais, especialmente pelo “juiz constitucional” (STF).

Uma das alternativas viáveis, talvez a mais promissora em face do propósito de salvar uma escolha redacional do constituinte especialmente infeliz, é enxergar nela um dever fundamental (de identificação) acoplado à liberdade individual (liberdade de manifestação do pensamento).[7]

Veja-se que o art. 5º CF está alocado no Capítulo I do Título II da Constituição, que trata não apenas dos direitos, mas também dos deveres fundamentais. Entre as variadas espécies de deveres, existem aqueles que acompanham o direito fundamental do titular.[8] Esse é o caso da vedação do anonimato. Disso são tiradas algumas consequências.

Primeiro, deveres fundamentais não são autoaplicáveis. Uma intermediação legislativa para se exigir uma ação qualquer do particular é imprescindível, esteja ela prevista ou não na Constituição como dever fundamental. Isso não somente porque o art. 5º, §1º CF assegura aplicabilidade imediata apenas às normas definidoras de “direitos”, mas não de “deveres” fundamentais. Ao contrário, também porque o conteúdo de deveres é geral e indeterminado, característica da qual resulta a impossibilidade de sua exigência por via judicial sem violação do princípio da separação das funções (“poderes”) estatais. Isso quer dizer que, na ausência de intermediação legislativa, não é possível impor o dever de identificação a quem se expressa.

Enfim, a depender da abrangência da exigência imposta por lei e da quantidade de informações solicitadas para a identificação dos que expressam seu pensamento, haverá uma gradação da intervenção na própria liberdade de manifestação de pensamento – se para se manifestar for exigido a transferência de todos os dados da vida privada, muito provavelmente todos se calarão. Por isso é necessário tomar ciência do efeito resfriador, ou desencorajador (Chilling effect), que as determinações de identificação pessoal como concretização desse dever fundamental (de identificação) podem causar sobre o livre trânsito de ideias e a possibilidade de exercício autônomo e consciente da correspondente liberdade individual por seu titular. Essas são as linhas elementares que precisam ser consideradas para operacionalizar corretamente o inciso IV e, assim, permitir a reconstrução de sua função dogmática.

Continue Reading
Advertisement

Relógio

Grupo do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Portal Informa Paraíba

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias

TWITTER DO PORTAL INFORMA PARAÍBA

www.informaparaiba.com.br

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias.

Página do Portal Informa Paraíba (Facebook)

ECONOMIA3 horas ago

Nota técnica da Consultoria da Câmara questiona projeções do governo sobre as contas públicas na LDO de 2025

Segurança Pública3 horas ago

Comissão aumenta pena para estelionato praticado contra mulher

Segurança Pública3 horas ago

Comissão aprova projeto que permite prender agressor de mulher em flagrante após registro da ocorrência

Segurança Pública3 horas ago

Comissão aprova projeto que disciplina atuação coercitiva de agente socioeducativo

CIDADE7 horas ago

IBGE destaca ações junto aos municípios em Reunião Geral da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP)

Segurança Pública7 horas ago

Defesa Civil Estadual realiza inspeção em municípios atingidos pelas chuvas

Internacional7 horas ago

Agora: Israel realiza ofensiva contra o Irã, informa emissora americana ABC

CIÊNCIA & TECNOLOGIA7 horas ago

Novo Adobe Express mobile traz IA generativa para democratizar a criatividade

CIÊNCIA & TECNOLOGIA7 horas ago

WhatsApp: novo recurso vai dedurar usuários que estiveram online

CIÊNCIA & TECNOLOGIA7 horas ago

Veja 8 dicas para tornar o Microsoft Outlook um pouco menos complicado de usar

AGRICULTURA & PECUÁRIA7 horas ago

Arroba do boi gordo volta a subir; veja preços e cotações

AGRICULTURA & PECUÁRIA7 horas ago

Comissão da Câmara aprova auxílio-internet para agricultores

AGRICULTURA & PECUÁRIA7 horas ago

Citricultores enfrentam ataque de mosca-das-frutas

AGRICULTURA & PECUÁRIA7 horas ago

Cotação do café arábica finaliza a sessão desta 5ª feira com baixas na Bolsa de NY

Esporte8 horas ago

Treze repatria jogador que conquistou o acesso pelo clube em 2018

Esporte8 horas ago

Tsarukyan revela que juiz responsável por marcar vitória de Do Bronx se desculpou por equívoco

Esporte8 horas ago

Mateo Ponte marca e Botafogo vence a primeira no Brasileiro

Nacional8 horas ago

Elon Musk Acusa Alexandre De Moraes De Interferir Nas Eleições Brasileiras

Nacional8 horas ago

‘Pacheco é o presidente mais covarde da história do Congresso’, diz presidente do Novo

Nacional8 horas ago

Dallagnol: “Congresso dos EUA revelam padrão apavorante”

Nacional8 horas ago

Após jantar com ministros, Lula inicia peregrinação de articulações para defender o STF

Esporte8 horas ago

COB anuncia primeiros atletas do programa Vivência Olímpica

ESTADO8 horas ago

Paraíba recebe Menção Honrosa no prêmio Arara Azul por trabalho de promoção do turismo 

ESTADO8 horas ago

João Azevêdo prestigia evento do Sebrae que premiou práticas empreendedoras de municípios paraibanos

Educação & Cultura8 horas ago

Projeto Limite do Visível tem inscrições abertas com 400 vagas para o segundo semestre

Judiciário8 horas ago

Comissão de juristas entrega proposta de revisão do Código Civil ao Senado

AGRICULTURA & PECUÁRIA8 horas ago

Empaer realiza vacinação dos rebanhos das estações experimentais contra febre aftosa

Judiciário9 horas ago

Promotoria vai realizar audiência sobre situação das aulas em escola de Boa Vista

Judiciário9 horas ago

MPPB recomenda medidas para eventos festivos em cinco municípios

AGRICULTURA & PECUÁRIA9 horas ago

Governo da Paraíba destina mais de R$ 8 milhões para pagamento do Garantia-Safra a agricultores de 135 municípios

Internacional9 meses ago

Cidade alemã passa a distribuir gratuitamente filtro solar

Internacional10 meses ago

IMPRESSIONANTE – GOVERNO CANADENSE ADMITE: “Os não vacinados estavam certos sobre as vacinas de mRNA”

Judiciário11 meses ago

Escravizados

ENTRETENIMENTO9 meses ago

JIBÓIA

ENTRETENIMENTO10 meses ago

Exorcista: filme “Nefarious” é “o melhor já produzido” sobre possessão demoníaca

Nacional8 meses ago

CNS reconhece religiões afro como complementares ao SUS

AGRICULTURA & PECUÁRIA3 meses ago

Com produtor revisando tamanho da safra, 2024 inicia cercado de incertezas para a soja

ENTRETENIMENTO7 meses ago

Conheça Rocco, um cão mistura de rottweiler com husky siberiano: ‘Parece o Batman’

Internacional3 meses ago

Secretário-geral da ONU condena atos criminosos no Equador

CONCURSO E EMPREGO4 meses ago

Carreiras em Extinção? Veja Quais Podem Sumir

ECONOMIA4 meses ago

Calendário do Bolsa Família 2024: saiba quando você vai receber

CIDADE12 meses ago

Sapé: ex-candidato a prefeito Luizinho, vice e coligação são condenados a pagar R$ 300 mil por infringir norma eleitoral e sanitária

Internacional4 meses ago

Fome já é generalizada em Gaza, alerta ONU

Nacional11 meses ago

Bomba: Alexandre de Moraes monitorava todos os passos de funcionários do gabinete de Bolsonaro e da primeira-dama desde 2021, diz Folha

AGRICULTURA & PECUÁRIA4 meses ago

Número de IGs cresceu 60% em quatro anos no Brasil

CIDADE4 meses ago

Polêmica em Princesa Isabel: Vereadores aprovam aumento salarial próprio e do Executivo

Judiciário8 meses ago

Informativo destaca não exigência de provas para fixação de indenização mínima por danos morais

Nacional11 meses ago

Lira manda novo recado ao governo Lula: “grande resistência entre os parlamentares”

Judiciário7 meses ago

Entender Direito: especialistas discutem os embargos de divergência

Saúde4 meses ago

OS PRINCIPAIS LEGUMES E VERDURAS QUE AJUDAM A PREVENIR DOENÇAS CRÔNICAS

Internacional4 meses ago

Israel quer controlar e fechar fronteira entre Gaza e Egito

ENTRETENIMENTO4 meses ago

HORTÊNSIAS

Educação & Cultura4 meses ago

Campina Grande entra na disputa e poderá ser escolhida para receber nova Escola de Sargentos do Exército após impasse em Pernambuco

Segurança Pública11 meses ago

Conheça as 6 piores prisões do mundo

Nacional10 meses ago

Relator lê parecer sobre indicação de Cristiano Zanin ao STF; sabatina está marcada para 21 de junho

Internacional4 meses ago

“Perdas, dor e angústia” após ataques aéreos marcam o início do ano na Ucrânia

Educação & Cultura10 meses ago

Novo ensino médio precisa levar em conta realidade de alunos e municípios, aponta debate

Nacional11 meses ago

Repórter da TV Globo é agredida por segurança de Maduro após questionamento

CIÊNCIA & TECNOLOGIA4 meses ago

Vale a pena usar um gerador de conteúdo para redes sociais?

Nacional11 meses ago

URGENTE: Receita diz que joias sauditas dadas a Bolsonaro são isentas de cobrança de imposto 

Educação & Cultura11 horas ago

CURSOS PRIVADOS SÃO INFERIORES À EDUCAÇÃO PÚBLICA, APONTA MEC

CIÊNCIA & TECNOLOGIA11 horas ago

CIENTISTAS ESTUDAM PESSOAS CENTENÁRIAS EM BUSCA DO SEGREDO DA LONGEVIDADE

Internacional11 horas ago

EMBRANQUECIMENTO DAS BARREIRAS DE CORAL CAUSAM MORTALIDADE DE VIDA MARINHA

ENTRETENIMENTO11 horas ago

BASENJI: O MISTERIOSO CÃO AFRICANO COM 4000 ANOS DE HISTÓRIA

Educação & Cultura11 horas ago

BALSEIROS DO RIO URUGUAI – 2006

Educação & Cultura4 dias ago

REI DOS VESTIBULARES: ADOLESCENTE DE 15 ANOS É APROVADO EM 18 UNIVERSIDADES

ENTRETENIMENTO4 dias ago

JUMENTO NORDESTINO: A VERDADE SOBRE O HERÓI DO SERTÃO

Internacional4 dias ago

COINCIDÊNCIAS, O INEXPLICÁVEL

Politíca4 dias ago

200 ANOS DO SENADO

CIDADE4 dias ago

ESTUDO DA UFAL REVELA EXPANSÃO DAS ÁREAS ÁRIDAS NO NORDESTE BRASILEIRO

Segurança Pública5 dias ago

COMO ANALISAR E EVITAR GOLPES DO PIX

Saúde5 dias ago

UMA SEGUNDA INFECÇÃO POR DENGUE PODE SER PIOR DO QUE A PRIMEIRA?

ECONOMIA5 dias ago

IMPOSTO DE RENDA: RECEITA FEDERAL AUMENTA LIMITE DE ISENÇÃO DE IMÓVEIS

Internacional1 semana ago

O PIOR LUGAR DO MUNDO PARA SER MULHER?

Saúde1 semana ago

CIÊNCIA PODE ESTAR PERTO DE DESCOBRIR ORIGEM DE TRANSTORNOS ALIMENTARES

Saúde1 semana ago

POR QUE O BRASIL TEM RECORDE DE CASOS DE DENGUE?

Nacional1 semana ago

SOTAQUE CARIOCA: POR QUE SE FALA CHIADO NO RJ?

Saúde1 semana ago

O QUE O CAFÉ FAZ REALMENTE COM O SEU CORPO

ENTRETENIMENTO1 semana ago

RECEITA DA COCADA DE MARACUJÁ

Saúde1 semana ago

IBGE APONTA QUE 60% DA POPULAÇÃO BRASILEIRA ADULTA ESTÁ ACIMA DO PESO

Saúde1 semana ago

OZEMPIC: INJEÇÕES PARA DIABETES AGORA COMO REMÉDIO PARA EMAGRECIMENTO

Internacional1 semana ago

EMPRESA DO REINO UNIDO LANÇA ‘ESCUDO’ QUE DEIXA QUALQUER PESSOA INVISÍVEL

AGRICULTURA & PECUÁRIA1 semana ago

MARÇO DE 2024 FOI O MÊS MAIS QUENTE DA HISTÓRIA

ENTRETENIMENTO1 semana ago

BRASILEIRO CASAM MENOS E FICAM MENOS TEMPO JUNTOS

ENTRETENIMENTO1 semana ago

SEXTO SENTIDO, UM PODER OCULTO?

Saúde1 semana ago

METAIS TÓXICOS EM BEBÊS

Nacional1 semana ago

PREOCUPAÇÃO COM O USO DA IA NAS CAMPANHAS POLÍTICAS VOLTA À TONA

CIÊNCIA & TECNOLOGIA1 semana ago

A CORRIDA PELO CAMINHÃO DO FUTURO

CIÊNCIA & TECNOLOGIA2 semanas ago

TV 3.0: COMO SERÁ A TELEVISÃO DO FUTURO NO PAÍS

ENTRETENIMENTO2 semanas ago

CRIAÇÃO DE VIEIRAS: A JOIA DO MAR EM CULTIVO SUSTENTÁVEL

Advertisement
Advertisement

Vejam também

Somos o Portal Informa Paraíba, uma empresa de marketing e portal de informações que oferece um noticioso com assuntos diversos. Nosso objetivo é fornecer conteúdo relevante e atualizado para nossos leitores, mantendo-os informados sobre os acontecimentos mais importantes. Nossa equipe é composta por profissionais experientes e apaixonados por comunicação, que trabalham incansavelmente para oferecer um serviço de qualidade. Além disso, estamos sempre em busca de novas formas de melhorar e inovar, para podermos atender às necessidades e expectativas de nossos clientes. Seja bem-vindo ao nosso mundo de informações e descubra tudo o que o Portal Informa Paraíba tem a oferecer. Fiquem bem informados acessando o Portal Informa Paraíba: www.informaparaiba.com.br