Connect with us

Nacional

Planalto não vai recomendar mudança na meta fiscal zero, diz líder do governo

O Poder Executivo decidiu não recomendar mudanças na meta de déficit zero prevista no texto original do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias — LDO (PLN 4/2023). A informação é do líder do governo no Congresso Nacional, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). O prazo para a proposição de emendas de parlamentares, comissões e bancadas estaduais à LDO termina nesta sexta-feira (17).

Segundo Randolfe, o resultado primário zero “não é uma meta somente do Executivo”. O parlamentar cobrou do Poder Legislativo a votação de matérias que possam elevar a arrecadação da União e afastar a possibilidade de déficit em 2024.

— O déficit zero é responsabilidade de todos os Poderes da república. Por isso, esperamos do Legislativo a apreciação de algumas medidas. Se aprovadas, não há que se falar em mudança da meta. O governo não encaminhará nenhuma proposta de mudança do déficit primário e continua apontando para a meta de déficit zero — disse Randolfe.

O líder defende a votação das seguintes matérias:

  • medida provisória (MP) 1.185/2023, que autoriza a cobrança do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) sobre incentivos fiscais federais concedidos por entes da federação;
  • Projeto de Lei (PL) 4.173/2023, que tributa rendimentos de aplicações financeiras, lucros e dividendos de entidades controladas no exterior (offshores);
  • PL 3.626/2023, que regula as apostas de quota fixa em eventos esportivos, também conhecidas como bets; e
  • PL 4.258/2023, que veda a dedução dos juros sobre capital próprio da base de cálculo do IRPJ e da CSLL a partir de 2024.

Apesar de o líder do governo negar a tentativa de mudança na meta, o deputado Lindbergh Farias (PT-RJ), que é vice-líder do bloco, apresentou duas emendas à LDO sobre o assunto. A primeira prevê um déficit equivalente a 0,75% do produto interno bruto (PIB), enquanto a segunda admite um saldo negativo de 1% do PIB nas contas públicas.

Segundo Lindbergh Farias, a meta de déficit zero levaria o governo a iniciar 2024 com um contingenciamento de até R$ 53 bilhões. “Mesmo com a proposta de déficit de 0,5%, estima-se um contingenciamento de até R$ 40 bilhões. O governo já vai iniciar o próximo ano amarrado no fiscal”, argumenta o parlamentar.

Meta difícil

Em outubro, durante café da manhã com jornalistas, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, disse que “dificilmente” o governo conseguiria zerar o déficit primário em 2024.

— Tudo que a gente puder fazer para cumprir a meta fiscal a gente vai cumprir. O que eu posso dizer é que ela não precisa ser zero, o país não precisa disso. Eu não vou estabelecer uma meta fiscal que me obrigue a começar o ano fazendo corte de bilhões nas obras que são prioritárias para esse país — disse o presidente na ocasião.

A possibilidade de alteração na meta divide opiniões no Senado. O líder do governo na Casa, senador Jaques Wagner (PT-BA), é contra a mudança por meio de emenda à LDO.

— Não acho que precise mudar a meta. Se eu disser que é 0,5% (do PIB), amanhã alguém vai dizer: “Não dá para esticar para 1%?”. Prefiro manter a meta. Se amanhã a gente não conseguir atingir, o mundo não vem abaixo. Vai ter uma explicação sobre por que não atingiu — disse Jaques Wagner.

Para o senador Humberto Costa (PT-PE), a meta “pode sofrer mudança a qualquer tempo”.

— Não vejo a necessidade de se colocar imediatamente na LDO. É óbvio que será difícil se conquistar a meta de déficit zero, mas não é impossível. Temos que dar um crédito de confiança ao ministro da Fazenda, Fernando Haddad, para que ele continue a buscar esse déficit zero. Caso não seja possível, que ele próprio tome a iniciativa de apresentar um número para um eventual déficit. Não existe um número ideal, mas quanto menor melhor — afirmou.

Para a senadora Tereza Cristina (PP-MS), as emendas apresentadas pelo deputado Lindbergh Farias indicam “falta de articulação do governo”.

— Se um deputado do PT propõe uma emenda já querendo “furar” o teto, isso mostra que o governo é gastador e que há uma desarticulação. Acho que eles precisam se entender porque a sociedade espera por isso. Só tenho visto o governo pensar em gastar, e não em melhorar a qualidade do gasto ou cortar gastos — disse.

O líder da oposição na Casa, senador Rogério Marinho, avalia que cabe ao Poder Executivo, e não ao Legislativo, “colocar a digital” em uma eventual mudança na meta fiscal.

— Foi o governo que estabeleceu essa meta, através da votação do arcabouço (Lei Complementar 200, de 2023). Na oportunidade, eu já havia afirmado que o governo estava enganando a opinião pública e o mercado. Não precisou nem terminar o ano para que a farsa fosse descoberta. O que o deputado [Lindbergh Farias] deve querer é que a responsabilidade pela mudança da meta fique no Congresso Nacional. Mas por que o Congresso Nacional precisa colocar a digital nesse despautério? Deixa que o governo constate o óbvio: que ele não vai cumprir a meta — afirmou.

O que diz a LDO

De acordo com o PLN 4/2023, a elaboração e a execução do Orçamento de 2024 “devem ser compatíveis com a meta de resultado primário de R$ 0,00 (zero real)”. O projeto admite um “intervalo de tolerância” equivalente a 0,25 ponto percentual do PIB para baixo ou para cima. A meta é considerada descumprida se o resultado primário nominal ficar abaixo de R$ 28,7 bilhões.

O resultado primário é calculado pela diferença entre receitas e despesas, excluídas receitas e despesas com juros. Caso a diferença seja positiva, trata-se de superávit primário. Se for negativa, ocorre déficit primário.

Para garantir o cumprimento da meta fixada na LDO, o Poder Executivo pode adotar o contingenciamento de despesas discricionárias. A limitação restringe tanto os investimentos quanto o custeio em geral.

Desde o início do ano, o Poder Executivo editou cinco decretos que dispõem sobre a programação orçamentária e financeira e estabelecem o cronograma de execução mensal de desembolsos — conhecidos como decretos de contingenciamento. Ao todo, eles bloqueiam R$ 3,81 bilhões em despesas discricionárias para o cumprimento dos limites de gastos. Despesas obrigatórias estão preservadas.

Os R$ 3,81 bilhões bloqueados representam 0,2% das despesas totais sujeitas a limite e 1,96% do total das despesas discricionárias do Poder Executivo. O último decreto, editado em setembro, contingenciou R$ 588,7 milhões.

Continue Reading
Advertisement

Relógio

Grupo do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Portal Informa Paraíba

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias

TWITTER DO PORTAL INFORMA PARAÍBA

www.informaparaiba.com.br

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias.

Página do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Politíca2 horas ago

Pesquisa Índice/Fonte83 revela os 70 nomes mais lembrados para Câmara de Vereadores de João Pessoa

Esporte4 horas ago

Reunião de planejamento com a Federação Cearense de Futebol de Travinha

CIDADE5 horas ago

Visita de Nilvan Ferreira às UPAEs em Recife: fortalecendo a saúde pública

Nacional6 horas ago

Cadê o Lula?

Internacional7 horas ago

Esfera gigante na China pronta para desvendar os segredos do universo

Nacional7 horas ago

O feirão de Arthur Lira

Judiciário8 horas ago

Entenda as três teses em julgamento do STF sobre descriminalização de maconha

Politíca19 horas ago

“RESULTADOS PODEM NÃO AGRADAR, MAS ELEIÇÕES LIVRES SÃO A FORÇA DA DEMOCRACIA”

Educação & Cultura19 horas ago

PISA: O BRASIL NO RANKING INTERNACIONAL

ENTRETENIMENTO19 horas ago

CHICO BUARQUE: 80 ANOS DE CRIATIVIDADE

CIÊNCIA & TECNOLOGIA19 horas ago

COMO NVIDIA VIROU A EMPRESA MAIS VALIOSA DO MUNDO?

AGRICULTURA & PECUÁRIA19 horas ago

TECNOLOGIA AJUDA NO MANEJO E PREVENÇÃO DE DOENÇAS

Internacional20 horas ago

Faixa de Gaza é marcada pelo definhamento infantil, alerta a ONU

Internacional20 horas ago

No Dia Mundial do Refugiado, ONU faz chamado urgente à solidariedade

Internacional20 horas ago

Cinco fatos sobre a seca causada pelo El Niño no sul da África

Internacional20 horas ago

ONU destaca subnotificação e estigma da violência sexual em conflitos

Internacional20 horas ago

ONU mobiliza ajuda para o Haiti em meio à temporada severa de furacões

Internacional20 horas ago

Uso de armamento pesado por Israel em Gaza levanta preocupações sobre violação das leis da guerra

Politíca21 horas ago

Pesquisa eleitoral em João Pessoa–PB para 2024: cenário atual e detalhes da consulta

Segurança Pública22 horas ago

Operação conjunta em João Pessoa resulta em prisão de traficantes e apreensão de drogas

AGRICULTURA & PECUÁRIA23 horas ago

Câmara aprova suspensão de dívidas para agricultores gaúchos afetados por enchentes

ECONOMIA2 dias ago

Nível de competitividade do Brasil cai, aproximando-se da Venezuela, diz Revista Exame

CIÊNCIA & TECNOLOGIA2 dias ago

Apple explica: por que o Apple Intelligence só roda em iPhones mais novos?

ENTRETENIMENTO2 dias ago

Morre Chrystian, cantor que fez dupla com Ralf

CIÊNCIA & TECNOLOGIA2 dias ago

ChatGPT, Gemini e Copilot: como usar o IA no trabalho?

CIÊNCIA & TECNOLOGIA2 dias ago

A Terra atravessou uma nuvem interestelar, modificando sua atmosfera

CIÊNCIA & TECNOLOGIA2 dias ago

Organize os seus contatos do Gmail com essas 10 dicas

Segurança Pública2 dias ago

Aprovada exigência de certidão criminal negativa para trabalhar com crianças

Educação & Cultura2 dias ago

Projeto que inclui abordagem feminina em currículo escolar vai à CE

Segurança Pública2 dias ago

CDH aprova aumento de penas por abuso sexual de crianças e adolescentes

Internacional11 meses ago

Cidade alemã passa a distribuir gratuitamente filtro solar

ENTRETENIMENTO12 meses ago

Exorcista: filme “Nefarious” é “o melhor já produzido” sobre possessão demoníaca

AGRICULTURA & PECUÁRIA5 meses ago

Com produtor revisando tamanho da safra, 2024 inicia cercado de incertezas para a soja

ENTRETENIMENTO11 meses ago

JIBÓIA

Internacional5 meses ago

Secretário-geral da ONU condena atos criminosos no Equador

ENTRETENIMENTO9 meses ago

Conheça Rocco, um cão mistura de rottweiler com husky siberiano: ‘Parece o Batman’

CONCURSO E EMPREGO6 meses ago

Carreiras em Extinção? Veja Quais Podem Sumir

Nacional11 meses ago

CNS reconhece religiões afro como complementares ao SUS

ECONOMIA6 meses ago

Calendário do Bolsa Família 2024: saiba quando você vai receber

Internacional6 meses ago

Fome já é generalizada em Gaza, alerta ONU

AGRICULTURA & PECUÁRIA6 meses ago

Número de IGs cresceu 60% em quatro anos no Brasil

CIDADE6 meses ago

Polêmica em Princesa Isabel: Vereadores aprovam aumento salarial próprio e do Executivo

Saúde6 meses ago

OS PRINCIPAIS LEGUMES E VERDURAS QUE AJUDAM A PREVENIR DOENÇAS CRÔNICAS

Internacional6 meses ago

Israel quer controlar e fechar fronteira entre Gaza e Egito

Judiciário10 meses ago

Informativo destaca não exigência de provas para fixação de indenização mínima por danos morais

Judiciário9 meses ago

Entender Direito: especialistas discutem os embargos de divergência

Educação & Cultura6 meses ago

Campina Grande entra na disputa e poderá ser escolhida para receber nova Escola de Sargentos do Exército após impasse em Pernambuco

ENTRETENIMENTO6 meses ago

HORTÊNSIAS

Internacional6 meses ago

“Perdas, dor e angústia” após ataques aéreos marcam o início do ano na Ucrânia

CIÊNCIA & TECNOLOGIA6 meses ago

Vale a pena usar um gerador de conteúdo para redes sociais?

Educação & Cultura12 meses ago

Novo ensino médio precisa levar em conta realidade de alunos e municípios, aponta debate

Nacional6 meses ago

TCU pede que ministra da Saúde pague R$ 11 milhões a cofres públicos

ENTRETENIMENTO5 meses ago

PASSEIO MOSTRA COMO É UM BORBOLETÁRIO

Educação & Cultura12 meses ago

EXCLUSIVO: Gilson Souto Maior lança em julho ‘História da Imprensa na Paraíba’

Judiciário1 mês ago

Juízes comemoram inclusão do Judiciário entre atividades de risco

Internacional3 meses ago

China

ENTRETENIMENTO4 meses ago

1º Cabedelo MotoFest: prepare-se para uma explosão de emoções na praia do Jacaré!

CIÊNCIA & TECNOLOGIA11 meses ago

Como sair do grupo de WhatsApp anonimamente e ninguém ver

ESTADO7 meses ago

Energisa reúne empresas de telecomunicações para tratar sobre segurança na disposição de cabos em postes 

Nacional10 meses ago

EXCLUSIVO – Leia na íntegra o pronunciamento de 7 de setembro de Lula

Politíca19 horas ago

“RESULTADOS PODEM NÃO AGRADAR, MAS ELEIÇÕES LIVRES SÃO A FORÇA DA DEMOCRACIA”

Educação & Cultura19 horas ago

PISA: O BRASIL NO RANKING INTERNACIONAL

ENTRETENIMENTO19 horas ago

CHICO BUARQUE: 80 ANOS DE CRIATIVIDADE

CIÊNCIA & TECNOLOGIA19 horas ago

COMO NVIDIA VIROU A EMPRESA MAIS VALIOSA DO MUNDO?

AGRICULTURA & PECUÁRIA19 horas ago

TECNOLOGIA AJUDA NO MANEJO E PREVENÇÃO DE DOENÇAS

Saúde2 dias ago

ESPECIALISTAS CRITICAM A MUDANÇA NA LEI DO ABORTO

ENTRETENIMENTO2 dias ago

TURISMO RURAL EM ROTA

ENTRETENIMENTO2 dias ago

TOMÁS DE AQUINO: O SANTO QUE TROUXE RAZÃO PARA A FÉ

Segurança Pública2 dias ago

REGULAMENTAR O USO DE DROGAS PODE SER NECESSÁRIO

Saúde2 dias ago

PL DO ABORTO: O QUE PODE MUDAR NA LEI QUE IGUALA ABORTO A HOMICÍDIO

AGRICULTURA & PECUÁRIA7 dias ago

ANÁLISE DO CANCELAMENTO DO LEILÃO DE ARROZ PELA CONAB

ENTRETENIMENTO7 dias ago

DIA DE SANTO ANTÔNIO: O SANTO É MESMO CASAMENTEIRO?

Internacional7 dias ago

QUAL O NOVO PERFIL DO PARLAMENTO EUROPEU?

Nacional7 dias ago

LULA VOLTA A DEFENDER TAXAÇÃO DOS MAIS RICOS

CIÊNCIA & TECNOLOGIA7 dias ago

O NEUROCIENTISTA QUE NÃO ACREDITA NO LIVRE-ARBÍTRIO

Saúde1 semana ago

BRADICININA: REMÉDIO CONTRA A PRESSÃO ALTA

CIÊNCIA & TECNOLOGIA1 semana ago

BRASIL É O PRIMEIRO PAÍS A TER TECNOLOGIA ANTI-ROUBO EM CELULARES

ECONOMIA1 semana ago

ALIMENTOS PUXAM INFLAÇÃO PARA CIMA EM MAIO

Segurança Pública1 semana ago

MARCAS DE PERFUMES DE LUXO ESTÃO ENVOLVIDAS COM TRABALHO INFANTIL

CIDADE1 semana ago

PROJETO SUBSTITUI CARROÇA POR TRICICLO NA COLETA DE RECICLÁVEIS

Saúde1 semana ago

FDA CONCLUI QUE MEDICAMENTO PARA ALZHEIMER É EFICAZ

ECONOMIA1 semana ago

EMPRESÁRIOS VÃO AO SENADO PEDIR DERRUBADA DE MP QUE LIMITA CRÉDITOS TRIBUTÁRIOS

Internacional1 semana ago

ELEIÇÕES PARA O PARLAMENTO EUROPEU TEM VITÓRIA DO CENTRO E AVANÇO DA DIREITA

CIÊNCIA & TECNOLOGIA1 semana ago

O QUE ESTÁ POR TRÁS DA ATUAL CORRIDA NUCLEAR?

Saúde1 semana ago

CANABINDOL

ENTRETENIMENTO1 semana ago

Vídeos reúnem pássaros com a plumagem mais magnífica e colorida

CIÊNCIA & TECNOLOGIA2 semanas ago

EMPRESAS PRIVADAS ENTRAM NA CORRIDA ESPACIAL

Internacional2 semanas ago

A EUROPA ESTÁ CANSADA DE TANTO TURISTA

Internacional2 semanas ago

RASTAFÁRI, MOVIMENTO RELIGIOSO QUE COMEÇOU NA JAMAICA

Judiciário2 semanas ago

AÇÕES CONTRA PLANOS DE SAÚDE CRESCEM 21% EM MAIO

Advertisement
Advertisement

Vejam também

Somos o Portal Informa Paraíba, uma empresa de marketing e portal de informações que oferece um noticioso com assuntos diversos. Nosso objetivo é fornecer conteúdo relevante e atualizado para nossos leitores, mantendo-os informados sobre os acontecimentos mais importantes. Nossa equipe é composta por profissionais experientes e apaixonados por comunicação, que trabalham incansavelmente para oferecer um serviço de qualidade. Além disso, estamos sempre em busca de novas formas de melhorar e inovar, para podermos atender às necessidades e expectativas de nossos clientes. Seja bem-vindo ao nosso mundo de informações e descubra tudo o que o Portal Informa Paraíba tem a oferecer. Fiquem bem informados acessando o Portal Informa Paraíba: www.informaparaiba.com.br