Connect with us

Internacional

Como a Ucrânia recruta presos para a guerra contra a Rússia

Milhares de condenados ucranianos preferem ir para o front a cumprir pena na prisão. Recrutadores procuram levá-los para suas brigadas, mas insistem que medida é bem diferente da mobilização nos presídios russos

Desde o início da mobilização de presidiários na Ucrânia, em meados de maio de 2024, um em cada nove dos 27 mil detentos foi “liberado antecipadamente a fim de participar de forma direta da defesa do país”, conforme o discurso oficial.

Porém “liberdade” não é o termo certo para a situação dos cerca de 3 mil homens: vigiados pela Guarda Nacional, eles são primeiro levados a um centro de recrutamento, onde assinam um contrato com as Forças Armadas. De lá, partem para os locais de treinamento onde deverão se tornar soldados.

Muitos já queriam ir para o front desde que começou a invasão em grande escala pela Rússia, em 24 de fevereiro de 2022, e se dirigiram à direção de seu presídio, às autoridades competentes, a deputados e a ativistas dos direitos humanos. No entanto, o serviço militar era vedado aos condenados a penas de prisão ou condicionais.

Nos primeiros meses após o início da guerra, foi possível transferir das penitenciárias para as casernas algumas centenas cujos casos ainda não tinham sido levados a juízo. Mas, em seguida, a mobilização de detentos foi suspensa.

Serhiy Ionushas, presidente da Comissão Parlamentar de Execução Penal da Ucrânia, lembra que, na época, Yevgeny Prigozhin, fundador do famigerado Grupo Wagner da Rússia, havia começado a recrutar criminosos nos presídios russos. Por sua vez, o Ministério de Defesa em Moscou criou as Brigadas Storm Z, formadas principalmente por prisioneiros.

De início, houve críticas de caráter ético à perspectiva de o Exército ucraniano também empregar presidiários, prossegue Ionushas. No entanto, no fim de maio de 2024, no pátio de uma prisão na região de Kiev, ele proclamou uma emenda de lei permitindo a mobilização de detentos no país.

Para muitos presos, lutar no front é preferível às condições nas penitenciárias

“Queremos voluntários que vão para o front por decisão consciente”

“No prazo de dois meses, recebemos 4.564 requerimentos de criminosos de todo o país. É mais do que o total que tínhamos planejado”, relata a vice-ministra ucraniana da Justiça, Olena Vysotska. A avaliação dos pedidos dura cerca de uma semana. Presos portadores de ferimentos, do vírus HIV ou de tuberculose são excluídos pelos médicos dos presídios, e a decisão quanto à aptidão dos requerentes ao serviço militar depende do motivo de sua condenação.

Após debates acalorados, os parlamentares decidiram não aceitar nas Forças Armadas os condenados por crimes contra a segurança nacional, terrorismo, homicídio premeditado de duas ou mais vítimas, agressão de policiais ou militares, acidentes de trânsito fatais devido a embriaguez, violência sexual ou delitos de corrupção especialmente graves.

Quem não é logo desqualificado, recebe visita dos oficiais de pessoal das brigadas ucranianas. Falando à DW, um grupo deles acentua a diferença fundamental entre sua função e a mobilização nos presídios russos: a questão não é instigar os detentos para a guerra, mas, sim, encontrar voluntários que teriam optado por lutar no front por uma decisão consciente, especificam. Segundo os registros judiciários, até 18 de junho, a maioria de mais de 2.800 requerimentos havia sido deferida.

O primeiro de todos os casos causou sensação: condenado a três anos por evadir a mobilização, o pintor Oleksandr B., de 36 anos, de Kharkiv, havia apelado ao Supremo Tribunal. Após um mês de prisão em Pervomaisk, notória por suas condições especialmente duras, ele solicitou o alistamento no Exército. Em maio foi liberado e, segundo seu advogado, já está em treinamento.

Para recrutadores, crimes do passado importam menos do que condições psíquicas e disposição ao combate

O comandante de batalhão Dmytro Kukharchuk integra uma equipe de recrutamento, juntamente com um psicólogo militar, um cinegrafista e um soldado mais idoso. Num SUV branco, eles chegam a uma penitenciária com a missão de recrutar dezenas de detentos, a maioria dos quais não está cumprindo sua primeira sentença.

“Nós somos uma das poucas unidades que sabe como lidar com presidiários. Conhecemos a psique deles”, afirma o militar de 34 anos, para quem o estado emocional e psíquico, a disposição ao combate, são mais importantes do que a carga dos crimes do passado: “Os homens que a gente encontra aqui nas prisões querem poder dizer aos filhos, um dia, que durante a guerra não estavam atrás de grades, mas sim defendendo o país.”

“Presos numa instituição são como aranhas dentro de um frasco”

Numa outra brigada, será criado nos próximos meses um batalhão com 600 a 800 ex-presidiários, talvez até tendo um deles como comandante. “A carência é extrema, e ainda vamos ter que esperar pelos homens que os centros de recrutamento mobilizaram. Assim, podemos fechar as lacunas já”, explica o vice-comandante da brigada, que se apresenta como Volodislav.

Na qualidade de ex-advogado, ele não considera os recrutas como criminosos buscando escapar da pena: “Nós trabalhamos com gente motivada a cumprir o seu dever.”

O comandante Kukharchuk vê antes com olhos críticos os planos de reunir ex-detentos num batalhão próprio: “Não vamos formar companhias penais, isso é inaceitável. Tivemos boas experiências combinando os recrutados como outros voluntários.”

Oleh Tsvilyi, diretor da organização de direitos humanos Proteção para os Presos da Ucrânia, partilha dessa opinião. Há dois anos ele se engaja para os detentos poderem integrar o Exército, mas com a condição de serem distribuídos por diferentes divisões: “Presos numa instituição penal são como aranhas dentro de um frasco. Eles vão levar para essas unidades especiais os seus conflitos, sua hierarquia de subculturas e suas inimizades.”

O ativista adverte que não se deve subestimar as subculturas criminosas das penitenciárias, pois há uma espécie de autogestão entre os presos que coexiste numa relação delicada com a administração oficial.

Comandante Volodislav está criando um batalhão só com centenas de ex-presidiários

E há ainda resistência contra a mobilização partindo das diretorias presidiárias: “O financiamento delas depende do número de detentos. Além disso, muitos deles trabalham na produção local, que gera lucros consideráveis para as instituições.”

Tsvilyi escutou também queixas de corrupção por parte de presos, de que os diretores exigiriam suborno para encaminhar os pedidos de soltura antecipada, de olho nos soldos elevados pagos a quem é mobilizado para o front.

Ainda assim, os autores da nova lei permanecem otimistas. O ministro ucraniano da Justiça, Denys Maliuska, estima em 20 mil homens o “potencial de mobilização” dos presídios nacionais. Ele não descarta que as restrições ao recrutamento venham a ser suspensas para determinados delitos, ou que a lei possa ser estendida às mulheres sentenciadas.

Continue Reading
Advertisement

Relógio

Grupo do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Portal Informa Paraíba

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias

TWITTER DO PORTAL INFORMA PARAÍBA

www.informaparaiba.com.br

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias.

Página do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Nacional20 horas ago

MST quer ampliar influência no governo Lula e pretende lançar 700 candidatos nas eleições 2024

Nacional20 horas ago

Maduro responde à Lula com ironia: “Tome um chá de camomila”

Nacional20 horas ago

Pesquisas fora das capitais acendem alerta no PT

Nacional20 horas ago

Lula compara o Brasil pós-Dilma Rousseff à Faixa de Gaza

Nacional20 horas ago

Ministra questiona gastos tributários, mas defende programas sociais

Nacional20 horas ago

Veja quais foram os impostos que subiram no governo Lula

ENTRETENIMENTO21 horas ago

19º Fest Aruanda prorroga inscrições para 2024 até o dia 12 de agosto

CIDADE21 horas ago

João Pessoa registra 75% de média de ocupação hoteleira e cresce movimento no Aeroporto Castro Pinto

Segurança Pública21 horas ago

Operação com uso de motos aquáticas da Polícia Militar prende integrantes de facção em Lucena

CIDADE21 horas ago

Prefeitura de João Pessoa finaliza etapa para obter recursos para projetos de mobilidade, meio ambiente e preservação do Centro Histórico

Educação & Cultura21 horas ago

UFPB oferta vagas para cursos de mestrado e doutorado em sete programas de pós-graduação

Judiciário21 horas ago

Entenda o Processo de Suspensão da CNH

Educação & Cultura21 horas ago

Secretaria da Educação da Paraíba oferta EJA Semipresencial em 10 escolas por todo estado

ESTADO21 horas ago

Detran-PB e UFPB iniciam curso de Educação para o Trânsito e Saúde do Condutor e da Condutora

ESTADO21 horas ago

Paraibanos podem escolher melhor dia para agendar a emissão da Carteira de Identidade Nacional

ESTADO21 horas ago

Governo do Estado promove 3º Ciclo Formativo Alfabetiza Mais Paraíba

Judiciário21 horas ago

STJ Notícias: motorista de aplicativo pode ser suspenso imediatamente por ato grave

Educação & Cultura21 horas ago

TCE-PB estimula adesão ao Pacto Nacional pela Superação do Analfabetismo

Judiciário21 horas ago

Ação intersetorial contra abuso e exploração infantil realiza mais de 900 abordagens em Campina Grande

CIDADE21 horas ago

TJPB invalida de dispositivo de lei municipal que cria adicional por tempo de serviço

Educação & Cultura22 horas ago

Conexão Mundo: estudantes da rede estadual recebem passaportes para intercâmbio no Reino Unido

Educação & Cultura22 horas ago

 EDP abre inscrições gratuitas para cursos profissionalizantes em Pocinhos, na Paraíba

Judiciário22 horas ago

CNH pode ser apreendida por quantidade de dívidas no Serasa; entenda por que

Internacional22 horas ago

Primeira pesquisa entre Kamala e Trump é divulgada; veja números

Judiciário22 horas ago

Novas mudanças: “Lei do farol” nas estradas recebe alterações; veja as regras

CONCURSO E EMPREGO22 horas ago

Energisa Oferece 20 Vagas de Emprego em Diversas Cidades da Paraíba

ECONOMIA22 horas ago

É verdade que beneficiários do Bolsa Família com carro e casa perdem o benefício? Saiba mais!

ECONOMIA23 horas ago

Idosos de 60 a 64 anos agora têm direito a NOVO BENEFÍCIO; Entenda como solicitar

ECONOMIA23 horas ago

Auxílio para donas de casa LIBERADO? Veja o que diz o governo!

ECONOMIA23 horas ago

É possível receber retroativo do Bolsa Família? Entenda em quais casos o benefício é depositado

AGRICULTURA & PECUÁRIA7 meses ago

Com produtor revisando tamanho da safra, 2024 inicia cercado de incertezas para a soja

Internacional7 meses ago

Secretário-geral da ONU condena atos criminosos no Equador

ENTRETENIMENTO10 meses ago

Conheça Rocco, um cão mistura de rottweiler com husky siberiano: ‘Parece o Batman’

CONCURSO E EMPREGO7 meses ago

Carreiras em Extinção? Veja Quais Podem Sumir

Nacional12 meses ago

CNS reconhece religiões afro como complementares ao SUS

ECONOMIA7 meses ago

Calendário do Bolsa Família 2024: saiba quando você vai receber

Internacional7 meses ago

Fome já é generalizada em Gaza, alerta ONU

CIDADE7 meses ago

Polêmica em Princesa Isabel: Vereadores aprovam aumento salarial próprio e do Executivo

AGRICULTURA & PECUÁRIA7 meses ago

Número de IGs cresceu 60% em quatro anos no Brasil

Saúde7 meses ago

OS PRINCIPAIS LEGUMES E VERDURAS QUE AJUDAM A PREVENIR DOENÇAS CRÔNICAS

Internacional7 meses ago

Israel quer controlar e fechar fronteira entre Gaza e Egito

Judiciário11 meses ago

Informativo destaca não exigência de provas para fixação de indenização mínima por danos morais

Judiciário10 meses ago

Entender Direito: especialistas discutem os embargos de divergência

Educação & Cultura7 meses ago

Campina Grande entra na disputa e poderá ser escolhida para receber nova Escola de Sargentos do Exército após impasse em Pernambuco

Internacional7 meses ago

“Perdas, dor e angústia” após ataques aéreos marcam o início do ano na Ucrânia

ENTRETENIMENTO7 meses ago

HORTÊNSIAS

CIÊNCIA & TECNOLOGIA7 meses ago

Vale a pena usar um gerador de conteúdo para redes sociais?

Nacional7 meses ago

TCU pede que ministra da Saúde pague R$ 11 milhões a cofres públicos

ENTRETENIMENTO6 meses ago

PASSEIO MOSTRA COMO É UM BORBOLETÁRIO

Judiciário2 meses ago

Juízes comemoram inclusão do Judiciário entre atividades de risco

ENTRETENIMENTO5 meses ago

1º Cabedelo MotoFest: prepare-se para uma explosão de emoções na praia do Jacaré!

CIÊNCIA & TECNOLOGIA12 meses ago

Como sair do grupo de WhatsApp anonimamente e ninguém ver

ESTADO8 meses ago

Energisa reúne empresas de telecomunicações para tratar sobre segurança na disposição de cabos em postes 

Nacional11 meses ago

EXCLUSIVO – Leia na íntegra o pronunciamento de 7 de setembro de Lula

ENTRETENIMENTO12 meses ago

Assistam ao filme “Tropa de elite 2 – O inimigo agora é outro” e reflitam

Internacional4 meses ago

China

CONCURSO E EMPREGO9 meses ago

Concurso da PMPB pode ser suspenso? Jurista avalia

Nacional11 meses ago

Advogado de hacker fez parceria com autor de livro sobre Lula

Nacional12 meses ago

Publicamente, ex-guerrilheiro que preside a Colômbia alfineta o descondenado que ocupa o Palácio do Planalto

ENTRETENIMENTO8 meses ago

DEZ FLORES PARA LOCAIS ENSOLARADOS

AGRICULTURA & PECUÁRIA2 semanas ago

QUEIJO AZUL, FEITO COM LEITE DE OVELHA, GANHA SELO ARTESANAL

Nacional2 semanas ago

DESMATAMENTO CAI NA AMAZÔNIA, MAS CRESCE NO CERRADO

CONCURSO E EMPREGO2 semanas ago

EMPRESA PREVÊ MULHERES EM 50% DOS CARGOS DE GESTÃO

ECONOMIA3 semanas ago

PIX TERÁ OPÇÃO DE PAGAMENTO POR APROXIMAÇÃO

Internacional3 semanas ago

O IMPACTO DA TROCA NO PODER DO REINO UNIDO APÓS 14 ANOS

Educação & Cultura3 semanas ago

ENEM DOS CONCURSOS: NOVO EDITAL É DIVULGADO COM POLÍTICA DE REEMBOLSO

AGRICULTURA & PECUÁRIA3 semanas ago

GOVERNO FEDERAL ANUNCIA PLANO SAFRA 2024/2025

Nacional3 semanas ago

SECA NO PANTANAL PODE CHEGAR A PONTO DE NÃO RETORNO

Saúde3 semanas ago

ESTUDO COMPROVA EFICÁCIA DE MEDICAMENTO CONTRA O CÂNCER DE PULMÃO

ENTRETENIMENTO3 semanas ago

RECEITA DO BOLO TENTAÇÃO

CIÊNCIA & TECNOLOGIA3 semanas ago

RELIGIÃO E CIÊNCIA

ECONOMIA3 semanas ago

BC MUDA MECANISMO DE RESSARCIMENTO A VÍTIMAS DE FRAUDES

ENTRETENIMENTO3 semanas ago

MANACÁ-DA-SERRA COMO CULTIVAR

Saúde4 semanas ago

BRASILEIRA DESCOBRE AÇÃO DE PROTEÍNA EM CASOS GRAVES DE COVID

ECONOMIA4 semanas ago

COMO IRÁ FUNCIONAR A NOVA META DE INFLAÇÃO DO BRASIL

CONCURSO E EMPREGO4 semanas ago

ENVELHECIMENTO MUDA DEMANDAS E VAGAS NO MERCADO DE TRABALHO

Internacional4 semanas ago

BOLÍVIA EM TENSÃO: ENTENDA EM 4 PONTOS A CRISE POLÍTICA NO PAÍS VIZINHO

ENTRETENIMENTO4 semanas ago

SAVANNAH: O HÍBRIDO SELVAGEM DE GATO COM SERVAL

Educação & Cultura4 semanas ago

FIM DA GREVE NAS UNIVERSIDADES FEDERAIS

CONCURSO E EMPREGO4 semanas ago

BRASIL TEM MAIS DE 2 MILHÕES DE VAGAS EM CARGOS TÉCNICOS SOBRANDO

Nacional4 semanas ago

COMO MILHARES DE FAMÍLIAS GAÚCHAS FICARAM MAIS POBRES DO DIA PARA A NOITE

ENTRETENIMENTO4 semanas ago

ESTROGONOFE DE TILÁPIA FEITO NO FORNO VAI TE SURPREENDER

ENTRETENIMENTO4 semanas ago

TRÊS DICAS PRA CUIDAR BEM DAS ORQUÍDEAS

Politíca1 mês ago

“RESULTADOS PODEM NÃO AGRADAR, MAS ELEIÇÕES LIVRES SÃO A FORÇA DA DEMOCRACIA”

Educação & Cultura1 mês ago

PISA: O BRASIL NO RANKING INTERNACIONAL

ENTRETENIMENTO1 mês ago

CHICO BUARQUE: 80 ANOS DE CRIATIVIDADE

CIÊNCIA & TECNOLOGIA1 mês ago

COMO NVIDIA VIROU A EMPRESA MAIS VALIOSA DO MUNDO?

AGRICULTURA & PECUÁRIA1 mês ago

TECNOLOGIA AJUDA NO MANEJO E PREVENÇÃO DE DOENÇAS

Saúde1 mês ago

ESPECIALISTAS CRITICAM A MUDANÇA NA LEI DO ABORTO

ENTRETENIMENTO1 mês ago

TURISMO RURAL EM ROTA

Advertisement
Advertisement

Vejam também

Somos o Portal Informa Paraíba, uma empresa de marketing e portal de informações que oferece um noticioso com assuntos diversos. Nosso objetivo é fornecer conteúdo relevante e atualizado para nossos leitores, mantendo-os informados sobre os acontecimentos mais importantes. Nossa equipe é composta por profissionais experientes e apaixonados por comunicação, que trabalham incansavelmente para oferecer um serviço de qualidade. Além disso, estamos sempre em busca de novas formas de melhorar e inovar, para podermos atender às necessidades e expectativas de nossos clientes. Seja bem-vindo ao nosso mundo de informações e descubra tudo o que o Portal Informa Paraíba tem a oferecer. Fiquem bem informados acessando o Portal Informa Paraíba: www.informaparaiba.com.br