Connect with us

Educação & Cultura

Autoavaliação mostra que ainda há muito espaço para professor avançar em tecnologia

Aulas remotas aproximaram docente da tecnologia e especialistas dizem que dar o próximo passo depende de maior conscientização, formação específica e acesso a equipamentos

Um assunto muito abordado durante a pandemia de Covid-19 no âmbito da educação foi a formação dos professores. Inúmeras pesquisas mostraram insegurança por parte dos docentes em dar aulas online. Segundo o estudo do Instituto Península, lançado em diferentes momentos da pandemia em 2020, 83,4% dos professores não se sentiam preparados para o ensino remoto com seis semanas de isolamento.

Esses dados reforçam que a adaptação da escola para o mundo online não foi intuitiva e demandou muita paciência, insistência e apoios de diversas naturezas aos docentes, desde técnico com a busca de cursos de informática, até psicológico e emocional para lidar com as novas demandas. Nesse sentido, uma das ferramentas que podem ajudar secretarias de educação a entender em qual nível de compreensão e uso da tecnologia estão seus professores é a Autoavaliação de Competências Digitais de Professores.

Criada pelo CIEB (Centro de Inovação para a Educação Brasileira), a ferramenta consiste em um teste, online e gratuito, composto por perguntas de múltipla escolha que abordam 12 competências digitais divididas em três eixos: pedagógico, cidadania digital e desenvolvimento profissional. Cada competência é mensurada em uma escala de 1 a 5: exposição, familiarização, adaptação, integração e transformação.

Desde que foi lançado, em 2018, mais de 64 mil professores já responderam ao teste. Para Lúcia Dellagnelo, diretora-presidente do CIEB, uma das possibilidades que explicam o aumento de novos cadastros na plataforma no ano passado – na casa de 40% – foi justamente a vivência das professores no mundo online.

Desenvolvimento estadual e municipal
Apesar de ser aberta a qualquer professor que queira realizar o teste, a grande maioria dos respondentes atua nas redes municipal, com 26 mil respondentes, e estadual, com cerca de 37 mil.

Lúcia comenta que, na esfera municipal, a maior parte dos professores se encontra no nível dois das competências digitais, isto é, a familiarização. “Isso indica que as tecnologias digitais são usadas apenas de maneira pontual, sem integração com o currículo. Outro dado importante é que, nesse nível, as tecnologias são entendidas como ferramentas de apoio às atividades de ensino. Ou seja, são utilizadas apenas para buscar recursos e informações durante a preparação das aulas.”

Já os docentes que atuam na rede estadual dividem-se entre os níveis familiarização e adaptação. O terceiro nível indica que as tecnologias são usadas periodicamente e entendidas como recursos complementares para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem.

Independente do caso, Lúcia pontua que ainda há um longo caminho a ser percorrido para que professores possam desenvolver as competências necessárias para que o trabalho com ferramentas tecnológicas de fato ajude na transformação educacional. “O uso das tecnologias deve estar integrado ao planejamento pedagógico e ao currículo. Esta é uma das condições-chave para que as tecnologias digitais tenham impacto na qualidade da educação”, afirma a diretora.

O papel das secretarias
Se virar a chave para o ensino remoto não foi fácil, o cenário que combina aulas presenciais e online, com estratégias personalizadas e tempos diferentes também vai exigir novas habilidades de professores. E o planejamento feito dentro das secretarias para formação continuada precisa levar isso em consideração para que alunos não sejam deixados para trás.

“O relatório também pode ser gerado por etapa de ensino e escolas. Com esses dados, as redes poderiam, inclusive, segmentar os docentes em diferentes níveis, propor formações direcionadas e até incentivar a aprendizagem entre pares nas escolas, incentivando aqueles em níveis mais avançados a contribuir com quem ainda está no início da trajetória”, aponta.

O impacto da pandemia
Foi justamente isso que aconteceu no Ceará. Jacqueline Moraes, professora da rede estadual de ensino e assessora técnico-pedagógica na Coordenadora de Formação Docente e Educação à Distância, explica que a chegada da pandemia fez com que a coordenadoria se mobilizasse para entender as melhores maneiras de apoiar seus professores. Foi nesse processo que conheceram a ferramenta do CIEB que, inclusive, validou um curso que estava sendo desenhado para os professores da rede.

“Estávamos pensando em ofertar um curso que não fosse somente técnico, sobre uso de ferramentas, mas que também discutisse outras questões como o uso consciente e criativo da tecnologia e a reflexão sobre a práxis. A ferramenta do CIEB nos ajudou muito e se tornou a primeira etapa do curso. Nossa ideia é que os professores pudessem refletir, junto com os tutores que acompanharam a formação, sobre em que ponto do desenvolvimento se encontram”, explica Jacqueline.

Se na primeira edição da formação todos foram incentivados a participar, a professora explica que, agora, em uma segunda rodada, os níveis serão itinerários independentes, o que facilita para aqueles que têm mais conhecimento e competências digitais não precisem passar pelos níveis iniciais, por exemplo.

Segundo Jacqueline, os professores estão, atualmente, no nível intermediário. Apesar de ainda terem um caminho a ser desenvolvido, ela reforça que a primeira preocupação da Coordenadoria era mostrar aos docentes a importância de compreenderem e se apropriarem das competências para que possam desenvolvê-las junto a seus estudantes.

“Hoje não chega a 10% a parcela dos nossos professores que ainda estão no nível básico. Muitos já avançaram. Mas, mesmo que sejam poucos, o nosso curso conta com essa parte inicial, porque devemos resgatar e apoiar a todos. A ferramenta do CIEB é de fundamental importância para nos ajudar a perceber e entender como estão as escolas e o que pode ser feito por cada uma delas”, completa.

Diagnóstico, capacitação e equipamentos
Santa Maria, município do Rio Grande do Sul, foi uma das localidades que fez uso da ferramenta de autoavaliação logo quando foi lançada, ainda em 2018. Maritê Neocatto, coordenadora do Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal, comenta que antes da realização do teste, era possível notar que professores tinham grande resistência ao uso de tecnologia, além de medo e receio.

“Os educadores são de outra geração. Os alunos já nasceram em uma época em que a tecnologia faz parte do cotidiano. Então, por mais que sejamos todos inseridos nesse mundo tecnológico, o uso de tecnologia estava envolvido nesse medo.”

Segundo a coordenadora, a realização do teste despertou uma nova onda de interesse e reconhecimento da importância do uso de tecnologia, e a medição das competências dos professores ajudou no desenvolvimento de projetos, como o que foi aprovado pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

“A chegada de equipamentos novos e de formação para 23 escolas de Santa Maria, a partir do Educação Gaúcha Conectada, trouxe uma nova esperança para os professores”, explica Maritê. O projeto trabalha a partir de alguns pilares, como visão do uso de tecnologia, infraestrutura e REDs (recursos educacionais digitais).

Para a coordenadora, o fornecimento de equipamentos a uma escola não é suficiente para promover o uso de tecnologia, bem como apenas a formação dos docentes também não responde a todas as necessidades para a realização do trabalho junto aos alunos. “Os docentes precisam saber como usar os equipamentos, caso contrário eles ficam obsoletos e guardados. Mas também não adianta o professor estar formado e não ter o equipamento. A ferramenta de autoavaliação do CIEB nos ajudou a olhar para esses diferentes eixos, que devem estar em equilíbrio.”

A rede está planejando fazer uma nova rodada de testes na ferramenta no meio deste ano, com o objetivo de avaliar o desenvolvimento de competências em tecnologia depois da vivência na pandemia. “Acredito que os índices vão melhorar consideravelmente. No começo da pandemia, nós auxiliamos os professores a entrar no Zoom de forma gratuita para continuar os encontros com seus estudantes e com colegas docentes. Com o tempo, fomos avançando, conseguimos conta para todos os professores no Google. Hoje todos têm seus endereços de e-mail e suas salas de aula virtuais com os estudantes. É visível o progresso no uso da tecnologia, porque foram obrigados, no bom sentido, a usá-la e estão vendo o quanto isso vai facilitar as aulas mesmo quando voltarmos para o presencial”, afirma Maritê.

Principais resultados – íntegra disponível na Plataforma EdutecPlataforma Edutec - Autoavaliação de ProfessoresCrédito: CIEB

Parceiros

 

Portal Informa Paraíba

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias

Politíca1 hora ago

Durante pronunciamento na CMJP, vereador cobra rapidez na distribuição da merenda escolar para alunos da Rede Municipal de Ensino

Segurança Pública4 horas ago

Saiba o que muda na fiscalização de trânsito a partir do próximo mês

Segurança Pública4 horas ago

Grupo que realizava assaltos no Rio Grande do Norte é preso pela PRF com dois revólveres e munições em Mamanguape

ESTADO4 horas ago

Clodoaldo Beltrão e representantes de municípios do Vale do Paraíba debaterão expansão de linha férrea com superintende da CBTU

Educação & Cultura4 horas ago

Weintraub é condenado a pagar R$ 40 mil por ofensas a professores

CIDADE4 horas ago

Conde recebeu 5 respiradores na tarde desta quinta (04) e vai instalar 8 leitos para Covid-19

ESTADO5 horas ago

TV Assembleia apresentará série especial em comemoração à Semana da Mulher

Nacional7 horas ago

Máscara feita de fibra de crustáceos inativa vírus da Covid-19

Tecnologia7 horas ago

Programa Startup Gov.br acelerará entrega de projetos de transformação digital

Educação & Cultura7 horas ago

Abertas inscrições para Curso de Aperfeiçoamento em Gestão da Educação Municipal

Esporte8 horas ago

Demitido do UFC ao lado de Cigano, Overeem agradece: ‘Foi uma honra’

Esporte8 horas ago

Praia joga para confirmar posição na Superliga; Minas treina para playoffs

Esporte8 horas ago

Valberto Lira recomenda à CBF que suspenda jogos de futebol na Paraíba

Esporte8 horas ago

Rossi: Decisão de seguir na MotoGP depende de resultados até meio do ano

Esporte8 horas ago

F1: GP do Bahrein aberto ao público, desde que vacinado contra Covid-19

Esporte8 horas ago

Corte alemã adia veredito de ação de André Brasil por reclassificação

Esporte8 horas ago

Piqué sofre nova lesão e vira baixa do Barça contra o PSG na Liga dos Campeões

Esporte8 horas ago

Renato Gaúcho rebate Lisca e defende futebol em meio à colapso da saúde

Esporte8 horas ago

STJD rejeita pedido do Vasco para impugnar jogo com o Inter; clube vai recorrer

Segurança Pública8 horas ago

Garotinho tem pena aumentada e fica inelegível por oito anos

Agricultura e Pecuária7 meses ago

Akatsuki: todos os membros, a história e poderes de cada um | Naruto

Agricultura e Pecuária6 meses ago

Saga Crepúsculo: a ordem correta para assistir aos filmes

Internacional6 meses ago

Polícia invade orgia gay “regada a drogas” de padres do Vaticano

Nacional5 meses ago

Como calcular os votos para eleição de vereador 2020

Saúde7 meses ago

Engolir esperma pode ser uma arma contra o coronavírus?

Internacional4 meses ago

Imagens mostram Joe Biden em atitude imprópria com crianças

Internacional7 meses ago

Cidades dos EUA registram confrontos em atos antirracismo

Judiciário7 meses ago

Política Nacional de Turismo não impede cobrança de direitos autorais em estabelecimentos de hospedagem

CIDADE7 meses ago

Tentaram assassinar a pré-candidata a prefeita da cidade do Conde Karla Pimentel

Internacional7 meses ago

Economia alemã tem retração histórica

Nacional7 meses ago

Estados e municípios poderão ter mais prazo para se adequarem à reforma da Previdência

Segurança Pública6 meses ago

Comando Vermelho vira preocupação de Bolsonaro; entenda

Tecnologia1 mês ago

Facebook admite que “cometeu um erro” ao censurar hidroxicloroquina

CIDADE1 mês ago

“Animais jamais serão sacrificados na nossa cidade”, diz prefeito de cidade paraibana de Brejo do Cruz

Nacional7 meses ago

Senadores avaliam queda da arrecadação federal e aumento da previsão de deficit

CIDADE5 meses ago

Juiz vê “gritante contradição” e determina suspensão de pesquisa Datavox em Bayeux sob pena de multa de R$ 100 mil

CIDADE3 meses ago

MAIS UM ESCÂNDALO EM BAYEUX: vereadores são “obrigados” a assinar carta-renúncia e fazer um pré-acordo na tentativa de eleger Noquinha o presidente da Câmara; entenda

Tecnologia2 meses ago

AMPLIAÇÃO DO ACESSO À INTERNET NO CAMPO AUMENTARIA O PIB EM ATÉ 1,2% AO ANO

CIDADE5 meses ago

CONDE – Policia atira por trás e quase assassina Karla Pimentel

Internacional5 meses ago

Presidente alemão entra em quarentena preventiva

Nacional1 dia ago

Relator recomenda prosseguimento de processo contra deputado Daniel Silveira

Nacional1 dia ago

Lira e governadores acertam destinar R$ 14,5 bilhões no Orçamento para a Saúde

Judiciário2 dias ago

Quais os documentos para usucapião?

ECONOMIA3 dias ago

Yuval Harari: “Pandemia foi sucesso científico combinado com fracasso político”

Educação & Cultura3 dias ago

OS DESAFIOS DA EDUCAÇÃO: DO PASSADO PARA O FUTURO

Saúde3 dias ago

CONSUMO DE CAFÉ PODE AJUDAR A EVITAR PROBLEMAS CARDÍACOS

Educação & Cultura5 dias ago

OS PRÓS E CONTRAS DO ENSINO ON-LINE

Nacional5 dias ago

APLICATIVO PERMITE A APOSENTADO FAZER PROVA DE VIDA DO INSS SEM SAIR DE CASA

Tecnologia5 dias ago

ANATEL APROVA EDITAL PARA A IMPLEMENTAÇÃO DO 5G NO BRASIL

Educação & Cultura5 dias ago

IMPACTO NA EDUCAÇÃO BÁSICA VAI MUITO ALÉM DO FECHAMENTO DE ESCOLAS

Tecnologia5 dias ago

PROTÓTIPO PERMITE CONEXÃO DE INTERNET VIA SATÉLITE EM VEÍCULOS

Segurança Pública5 dias ago

BBC REVELA VENDA ILEGAL DE TERRAS NA AMAZÔNIA PELO FACEBOOK

ECONOMIA5 dias ago

INDÚSTRIA DE ALIMENTOS CRESCE E GERA NOVOS EMPREGOS

Nacional1 semana ago

Grupo de trabalho da reforma eleitoral prevê 27 audiências na Câmara e seminários em 4 estados

ECONOMIA1 semana ago

INDÚSTRIA DO 5G DEVE INFLAR PIB GLOBAL EM R$ 38 BILHÕES ATÉ 2030

Saúde1 semana ago

OLFATO E PALADAR PODEM DEMORAR ATÉ 5 MESES A REGRESSAR APÓS COVID-19

Nacional1 semana ago

Lira e Pacheco recebem de Bolsonaro MP que autoriza privatização da Eletrobras

Saúde1 semana ago

ESPECIALISTA EXPLICA COMO NÃO SER ENGANADO NA HORA DA VACINAÇÃO

Tecnologia1 semana ago

CADASTRO ÚNICO

Tecnologia1 semana ago

CARTEIRA DIGITAL DE TRÂNSITO

Parceiros

IP Facebook

INFORMA PARAÍBA

    Parceiros

    Vejam também

    pt_BRPortuguês do Brasil