Connect with us

Educação & Cultura

Etnomatemática para valorizar culturas e diversificar as aulas

Explorar essa perspectiva pode garantir aulas mais ricas, criativas, contribuindo para o engajamento da turma e para um currículo decolonial

Mancala é um jogo africano de semeadura ou de contagem e captura, que não tem como objetivo estimular a competição, mas a cooperação

Se você perguntar o comprimento da frente de uma casa a três pessoas diferentes, pode ser que as respostas não sejam iguais. Se uma delas for uma criança, por exemplo, ela pode medir com os próprios pés. Outra pessoa, com passos e uma terceira, usar uma trena. Assim, uma resposta chegará em pezinhos, outra em passos e a terceira em metros. E qual das três estará correta?  

Do ponto de vista da Matemática padronizada, uma dessas pode ser a melhor, a esperada. Porém, para a etnomatemática, todas são valorizadas e ajudam na construção do conhecimento.

A situação hipotética é a maneira que o professor Getúlio Rocha Silva exemplifica o que é a etnomatemática. Segundo ele, o termo tem diferentes vertentes, mas a concepção mais utilizada no Brasil é a elaborada por Ubiratan D’Ambrosio. A definição, em resumo, diz que a etnomatemática é a arte de conhecer em diversos contextos culturais, explica Getúlio, que tem licenciatura em Matemática, é mestre em Cultura e Sociedade e já trabalhou em redes municipais e estaduais e, hoje, atua no Instituto Federal da Bahia (IFBA). 

“Como as culturas são distintas, a etnomatemática reconhece que os saberes também podem ser”, afirma o professor. No entanto, admitir um saber não impede de compreender o outro. E mais do que isso, levar parte dessa variedade para a escola pode garantir aulas mais diversas, criativas, contribuindo para o engajamento da turma, para a recomposição de aprendizagens e, principalmente, para fazer frente a um currículo eurocêntrico, aplicando as leis 10.639 e 11.645 nas atividades de Matemática.

Formação docente para atuar com a temática

Para Getúlio, o ensino de Matemática precisa avançar no cumprimento das legislações citadas anteriormente. Ele ressalta que muitos docentes argumentam que a formação inicial pouco ou nada colabora para a preparação do professor nesse sentido. 

Para Élida de Sousa Peres, professora de Matemática da EEEF Santo Afonso, em Belém (PA), e doutoranda em Ciências da Matemática pela Universidade Federal do Pará (UFPA), esse contato veio com o tempo. Ela se aprofundou na temática durante a monografia, que acabou resultando em um projeto de intervenção pedagógica. “A etnomatemática contribui, na formação docente, no sentido de mostrar ao educador uma maneira diferenciada de trabalhar elementos culturais relacionados aos conteúdos e também para propiciar um discurso do quão importante são as relações étnico-raciais.”

Estratégias para usar a etnomatemática na aplicação das leis 10.639 e 11.645

Existem diversas formas de levar essa perspectiva para a sala de aula. Nos Anos Iniciais e no começo dos Anos Finais, por exemplo, é possível que ao tratar de sistemas de numeração, os docentes investiguem com seus alunos os sistemas de culturas africanas ou indígenas. Se os professores mostrarem que, durante a história da humanidade, existiram diferentes formas de contar, com diferentes bases numéricas, eles já estarão evidenciando que o desenvolvimento da Matemática não foi linear e que o conhecimento também é influenciado pelas diferentes culturas.

Uma abordagem pode ser a partir do povo Guarani, cuja a principal base da contagem é o cinco. Esse fato está relacionado com um padrão reconhecido por eles no caule da mandioca, alimento importante para as culturas indígenas. Quanto aos antigos africanos, Getúlio conta que diversos povos utilizaram diferentes bases numéricas – como a do dois, quatro, 10, 20 – e alguns deles, inclusive, lançaram mão de sistemas compostos por mais de uma base.

Porém, mais do que mostrar as diferenças, esse tipo de debate nas aulas de Matemática ajuda a desconstruir ideias preconceituosas. “As pessoas, em geral, acreditam que indígenas e africanos antigos não sabiam contar. Isso faz com que o conhecimento matemático esteja associado às culturas dominantes. Contudo, sabemos que isso não é verdade”, afirma Getúlio. 

Para exemplificar, o professor cita o imti, do povo Palikur, e o katyba, dos waimiri-atroari. Os dois são calendários para festas – geralmente confeccionados com tiras de caules. “Tanto o imti, quanto o katyba são convites para festas. Os indígenas os utilizavam para contar os dias que faltavam para esses eventos”. Neste caso, a etnomatemática não tem a pretensão de mostrar apenas que as formas de contar são diferentes, mas comprovar que, nessas culturas, assim como em diversas outras, os grupos sociais desenvolveram estratégias para contar e medir.

“Povos africanos antigos também utilizaram marcas em ossos. Nós, em cordas para registro de contagem, o que demonstra que existia uma cultura matemática”, frisa Getúlio.

Além de sistemas de numeração, é possível pensar em outras áreas do componente curricular. A Geometria oferece bons caminhos. “Podemos estudar propriedades matemáticas nas artes indígenas ou africanas, como fez Paulus Gerdes, e mostrar que em outras culturas existiram conhecimentos matemáticos. Essa também é uma forma de combate ao racismo”, diz o professor. 

Cultura Akan, estampas africanas e geometria

Foi costurando o combate ao racismo com conhecimento africano e Matemática que a professora Élida de Sousa Peres passou a trabalhar a tecelagem e símbolos adinkras na perspectiva dos padrões geométricos. 

A simbologia Adinkra – que representa aforismos – é originária da cultura Akan, constituída por grupos étnicos e linguísticos da África Ocidental. Esses grupos são reconhecidos pelas habilidades em tecelagem, destacando-se nos territórios de Gana e Costa do Marfim.

Por meio das estamparias, diz a educadora, é possível explicar para os alunos padrões geométricos e abordar simetria de rotação, reflexão e translação, além de debater resistência, história e cultura afro-brasileira.

Os tecidos trazem símbolos adinkras, que expressam conceitos filosóficos da cultura Akan. Foto: Consulado Geral de Angola/SP

“A discussão do conceito em padrões geométricos nos tecidos afro-brasileiros é interessante para falar da junção dos símbolos com a Matemática, revelando relações do componente com a arte, a identidade e a cultura”, ressalta Élida.

A proposta também é uma oportunidade dos professores de Matemática pensarem em parceria com educadores de outros componentes. “É uma forma das aulas de Matemática dialogarem com outras áreas de conhecimento de forma interdisciplinar, possibilitando novas práticas educativas conectadas às práticas socioculturais”. Segundo Élida, isso valoriza os saberes tradicionais e contribui com formas diferentes de ensinar, facilitando que todos aprendam.

Reconhecimento e respeito por meio dos fazeres matemáticos

A professora Claudia Lorenzoni dá aulas para o Ensino Médio, na Licenciatura em Matemática e no mestrado e doutorado em Educação em Ciências e Matemática do Instituto Federal do Espírito Santo (IFES), além de também já ter atuado no Ensino Fundamental. Para ela, que é líder do Grupo de Pesquisas em História da Matemática e Saberes Tradicionais (GHMat) do Campus Vitória, diferentes matemáticas foram produzidas em função de diversas realidades socioculturais e ambientais.

“Uma análise mais atenta da história mostra como a Ciência, particularmente a que chamamos de Matemática, vem se constituindo na contribuição e interação de diferentes culturas. O surgimento do zero no mundo ocidental, sob influência de concepções hindus a respeito da vacuidade, é um exemplo clássico. Podemos citar outros como o conceito de matrizes sob influência chinesa ou a álgebra pelo mundo árabe, anteriormente ao Renascimento na Europa. Em todos os casos, nota-se um aspecto sociocultural”, exemplifica.

No entanto, Claudia lamenta que, apesar de todo esse contexto que envolve culturas e modos de viver, ainda há quem considere que ensinar Matemática se reduz a cálculos e fórmulas. “Na prática, a Matemática se constitui na relação do homem com o mundo, quer seja em atividades cotidianas ou na necessidade de compreender realidades”, afirma.

Assim, é possível entender que confeccionar um cesto trançado envolve atividades de produção, organização e difusão de saberes com elementos caros para o componente curricular como formas, padrões, regularidades, grandezas e medidas.

Ela cita que o estudo de probabilidade, muitas vezes associado à cultura europeia com o cara e coroa, pode ter um significado mais consistente para os alunos por meio de uma brincadeira tupiniquim, realizada com grãos de milho.

Para jogar, duas ou mais pessoas recebem, cada uma, seis caroços de milho. Os grãos tem um lado queimado e outro não. Durante a jogada, os participantes colocam os caroços na mão, balançam e jogam no chão. Contam-se os caroços que ficaram com lado marcado (queimado) para cima de cada jogador. Quem ficou com menos caroços pintados, sai do jogo.

“É interessante que quando eu trabalhei essa atividade com alunos do Ensino Médio, sozinhos eles fizeram a correlação com o cara e coroa. Isso é ensinar Matemática: a possibilidade de apresentar conceitos e resoluções por diferentes perspectivas”, explica Cláudia.

A etnomatemática também pode colaborar com a valorização dos saberes e de territórios, o que fortalece a própria identidade dos alunos. “Um exemplo são as tranças. Existe um padrão geométrico e regularidades com potencial de serem explorados e isso pode se conectar com a própria comunidade do aluno. Então, por que não chamar alguém que trança cabelos para as aulas, valorizado essa atividade e pesquisando sobre ela?”, provoca Claudia.

O importante, para ela, é o professor entender que, se ele não sabe tudo sobre determinado jogo ou prática, ele pode se unir aos alunos para pesquisar. “Fazendo isso, ele forma um estudante que sabe sobre si próprio e que conhece e respeita o outro”, finaliza.

Fonte: Nova Escola

Continue Reading
Advertisement

Relógio

Grupo do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Portal Informa Paraíba

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias

TWITTER DO PORTAL INFORMA PARAÍBA

www.informaparaiba.com.br

Fiquem bem informados em um site que escreve notícias.

Página do Portal Informa Paraíba (Facebook)

Politíca17 segundos ago

Governo atendeu solicitação da deputada Paula Francinete e inclui Cajazeiras na rota dos eventos agropecuário do estado

Internacional44 minutos ago

Aumento da tensão entre Europa e Rússia: países da OTAN consideram o envio de tropas, enquanto Putin adverte sobre a situação

ENTRETENIMENTO2 horas ago

Alteração no horário: Lançamento do 2º FestincineJP 

AGRICULTURA & PECUÁRIA3 horas ago

Esperança renovada: projeto de lei garante acompanhamento humanizado para pacientes com câncer de mama na Paraíba

Educação & Cultura4 horas ago

Energisa e SENAI abrem seleção para curso gratuito de Programação Web para PcD

Segurança Pública4 horas ago

Senado debate a extensão do direito de portar armas para profissionais de segurança

Internacional4 horas ago

Restrições de acesso à ajuda humanitária em Gaza geram preocupação da ONU

Internacional5 horas ago

Unea-6 segue em Nairóbi com anúncio de prêmios a iniciativas para salvar o planeta

Internacional5 horas ago

Unea-6 e multilateralismo: Diversas vozes para consenso ambiental

Segurança Pública5 horas ago

Paraíba tem 73 cidades sem nenhum homicídio em 2023; Campina Grande e Santa Rita reduzem índices em 31% e 23%

ESTADO5 horas ago

Cedmex e NAF fecham para balanço nesta quinta-feira (29) e serviço ganha reforço no atendimento telefônico

Politíca14 horas ago

Léa Toscano deixa PSDB e afirma que vive um novo momento político

ESTADO14 horas ago

Governo da Paraíba lança Prêmio Paraíba Junina com R$ 2,4 milhões em investimentos

ESTADO14 horas ago

Governo da Paraíba convoca municípios para atualização do cadastro no Mapa do Turismo

Educação & Cultura14 horas ago

Cearte-PB reabre inscrições para cursos com vagas remanescentes

ECONOMIA14 horas ago

Números da Economia no Governo Lula

AGRICULTURA & PECUÁRIA14 horas ago

Centro de referência vai monitorar tecnologias para mitigar emissões da pecuária gaúcha

AGRICULTURA & PECUÁRIA14 horas ago

Açaí ganha o seu primeiro Zoneamento Agrícola de Risco Climático

AGRICULTURA & PECUÁRIA14 horas ago

Árvores no pasto melhoram ganho de peso, conforto térmico e reprodução dos animais

AGRICULTURA & PECUÁRIA15 horas ago

‘Governo precisa assumir que temos crise no agro’, diz Lupion

AGRICULTURA & PECUÁRIA15 horas ago

China derruba medida antidumping sobre carne de frango do Brasil

ECONOMIA15 horas ago

Quebra de safra pode gerar alta nos preços dos supermercados

CIDADE16 horas ago

Deputada de São Paulo: declara apoio a pré-candidatura de Jodson em Santa Rita

ECONOMIA17 horas ago

Governo não desiste de acabar com o saque-aniversário do FGTS e cogita medida provisória

Nacional18 horas ago

A Inabilidade de Lula em estabelecer diálogo com os líderes da América Latina gera impactos severos para os brasileiros

Nacional20 horas ago

A Polícia Federal mobilizou um grande efetivo para escutar o depoimento de Bolsonaro por se aproximar de uma baleia

Segurança Pública21 horas ago

Projeto prevê que qualquer pessoa pode ser considerada vítima do crime de violência psicológica

Segurança Pública21 horas ago

Projeto prevê até 5 anos de reclusão para quem incita animais contra pessoas

Segurança Pública21 horas ago

Projeto estabelece prioridades para repasse do fundo de segurança aos estados

Educação & Cultura22 horas ago

Projeto determina que representantes de pais de alunos nos conselhos do Fundeb sejam filiados a confederação nacional

Internacional7 meses ago

Cidade alemã passa a distribuir gratuitamente filtro solar

Internacional8 meses ago

IMPRESSIONANTE – GOVERNO CANADENSE ADMITE: “Os não vacinados estavam certos sobre as vacinas de mRNA”

Segurança Pública11 meses ago

IMAGEM FORTÍSSIMA: Vídeo mostra momento em que aluno mata professora a facadas

Judiciário9 meses ago

Escravizados

ENTRETENIMENTO8 meses ago

Exorcista: filme “Nefarious” é “o melhor já produzido” sobre possessão demoníaca

ENTRETENIMENTO7 meses ago

JIBÓIA

CIÊNCIA & TECNOLOGIA11 meses ago

DarkWeb, DeepWeb e DarkNet: qual a diferença?

CIÊNCIA & TECNOLOGIA11 meses ago

Como ver os Stories anonimamente no Instagram

Nacional7 meses ago

CNS reconhece religiões afro como complementares ao SUS

Segurança Pública11 meses ago

Adulteração de chassi de reboques está mais próximo de se tornar crime

Nacional11 meses ago

Advogado de Adélio Bispo recebeu R$ 315 mil do PCC, segundo inquérito da PF

Nacional12 meses ago

Parlamento português veta discurso de Lula em sessão solene da Revolução dos Cravos

ENTRETENIMENTO5 meses ago

Conheça Rocco, um cão mistura de rottweiler com husky siberiano: ‘Parece o Batman’

CIÊNCIA & TECNOLOGIA11 meses ago

Novo botão ágil do YouTube Music baixa até 200 músicas de uma vez

CIÊNCIA & TECNOLOGIA12 meses ago

Como recuperar mensagens apagadas do Instagram

CIDADE10 meses ago

Sapé: ex-candidato a prefeito Luizinho, vice e coligação são condenados a pagar R$ 300 mil por infringir norma eleitoral e sanitária

Nacional10 meses ago

Bomba: Alexandre de Moraes monitorava todos os passos de funcionários do gabinete de Bolsonaro e da primeira-dama desde 2021, diz Folha

CONCURSO E EMPREGO12 meses ago

João Pessoa abre vagas para cuidador voluntário com bolsa de R$ 700

AGRICULTURA & PECUÁRIA2 meses ago

Com produtor revisando tamanho da safra, 2024 inicia cercado de incertezas para a soja

ENTRETENIMENTO12 meses ago

Patrulha Canina ganha adaptação para o Teatro Pedra do Reino neste domingo(05)

Nacional11 meses ago

Exclusivo: imagens mostram baixo contingente de segurança no Planalto e atuação do GSI no 8 de janeiro

Nacional10 meses ago

Lira manda novo recado ao governo Lula: “grande resistência entre os parlamentares”

Judiciário6 meses ago

Informativo destaca não exigência de provas para fixação de indenização mínima por danos morais

Judiciário5 meses ago

Entender Direito: especialistas discutem os embargos de divergência

ENTRETENIMENTO12 meses ago

COMO ELIMINAR COCHONILHA DE RAIZ DE PLANTAS EM VASO

CONCURSO E EMPREGO2 meses ago

Carreiras em Extinção? Veja Quais Podem Sumir

ECONOMIA12 meses ago

Petrobras tem lucro recorde de R$188,3 bi em 2022 com alta do petróleo

Internacional2 meses ago

Secretário-geral da ONU condena atos criminosos no Equador

Internacional2 meses ago

Fome já é generalizada em Gaza, alerta ONU

ECONOMIA2 meses ago

Calendário do Bolsa Família 2024: saiba quando você vai receber

Saúde2 dias ago

VARIANTES DA DENGUE EM CIRCULA PELO BRASIL

Nacional2 dias ago

CENSO 2022: COLETA DE ESGOTO ATENDE 62% DOS BRASILEIROS

Educação & Cultura2 dias ago

ESCOLAS SUECAS REDESCOBREM LIVROS – E ALUNOS SE SURPREENDEM

ENTRETENIMENTO2 dias ago

BLOQUEIE AS PRAGAS

Saúde2 dias ago

AEDES AEGYPTI: MOSQUITO TRANSMISSOR DA DENGUE PODE INFECTAR PESSOAS DIRETAMENTE

CIÊNCIA & TECNOLOGIA3 dias ago

PETROBRAS: PROJETO PIONEIRO QUE SEPARA GÁS CARBÔNICO E PETRÓLEO NO FUNDO DO MAR

ECONOMIA3 dias ago

BRASIL REGISTRA ALTA DEPENDÊNCIA EM COMMODITIES NA ECONOMIA

ENTRETENIMENTO3 dias ago

TOMATE, PIMENTA E PIMENTÃO PLANTADOS COM O QUE IRIA PARA O LIXO

ECONOMIA3 dias ago

ECONOMIA DA SOLIDÃO: CRESCE MERCADO DE MAIS DE UM BILHÃO DE PESSOAS

Saúde3 dias ago

COMO ‘RECONFIGUREI’ MEU CÉREBRO EM SEIS SEMANAS

Saúde1 semana ago

DENGUE: PREOCUPAÇÃO EM ÁREAS RURAIS CRESCE COM DISPARADA DE CASOS

ECONOMIA1 semana ago

AUMENTO DE ARRECADAÇÃO E AJUDA PARA META FISCAL DO PAÍS

ECONOMIA1 semana ago

GOVERNO AVALIA LIBERAR UMA NOVA FORMA DE USO DO FGTS

Saúde1 semana ago

NOMOFOBIA: DEPENDÊNCIA DO USO DO CELULAR JÁ ATINGE IDOSOS

Saúde1 semana ago

DENGUE: INFECTOLOGISTA TIRA DÚVIDAS SOBRE VACINA, REPELENTES E SINTOMAS

Judiciário1 semana ago

CHEGOU A HORA DE COMBATER OS ULTRAPROCESSADOS NO BRASIL

CIÊNCIA & TECNOLOGIA1 semana ago

ENTRA EM VIGOR A LEI EUROPEIA QUE REGULAMENTA TODAS AS PLATAFORMAS DIGITAIS

ENTRETENIMENTO1 semana ago

PIERNIKI DOMOVE – A BOLACHA DE MEL POLONESA

ENTRETENIMENTO1 semana ago

PROJETO DE RESGATE À ARARAJUBA

ENTRETENIMENTO1 semana ago

CONHECI O CAVALO DE LAMPIÃO: A VERDADEIRA HISTÓRIA DO CAVALO NORDESTINO

ENTRETENIMENTO2 semanas ago

AS MÚSICAS QUE CONTAM A HISTÓRIA DE BERLIM

Saúde2 semanas ago

OS REMÉDIOS QUE NÃO SÃO INDICADOS PARA DENGUE

Educação & Cultura2 semanas ago

QUATRO ASPECTOS FASCINANTES DA VIDA DE PITÁGORAS (ALÉM DA MATEMÁTICA)

AGRICULTURA & PECUÁRIA2 semanas ago

EMBRAPA DESENVOLVE PESQUISA PARA COMBATE AO MOSQUITO DA DENGUE

Nacional2 semanas ago

O IMENSO DESERTO QUE ESTÁ NASCENDO NO BRASIL

Saúde2 semanas ago

Quer saber mais sobre vacinas obrigatórias? Confira este vídeo!

CIÊNCIA & TECNOLOGIA2 semanas ago

BENEFÍCIOS DA INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL NO AGRO

Saúde2 semanas ago

DENGUE: COMBATER O MOSQUITO É ESSENCIAL; VEJA DICAS

Judiciário2 semanas ago

STF JULGA APLICAÇÃO DO CONCEITO DE ‘IDENTIDADE ECOLÓGICA’ E PREOCUPA ECOLOGISTAS

CIÊNCIA & TECNOLOGIA2 semanas ago

INCLUSÃO DO BIOGÁS NA MATRIZ ENERGÉTICA BRASILEIRA

Advertisement
Advertisement

Vejam também